Detentos de MT não devem votar nas eleições 2018

85
De acordo com a legislação, urnas são disponibilizadas nas unidades prisionais quando, pelo menos, 30 presos provisórios optam por votar. Nenhum detento manifestou interesse em votar nessas eleições.

Nenhum detento das unidades prisionais de Mato Grosso manifestou interesse em votar no próximo domingo (7), segundo a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh).

Ainda segundo a Sejudh os presos provisórios são que têm direito ao voto. No entanto, para que uma urna fosse disponibilizada em uma unidade prisional, pelos menos 30 detentos teriam que manifestar o interesse em votar. O que não ocorreu.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), os detentos são questionados em março sobre interesse em participar das eleições. Caso algum deles requeira o direito ao voto, o TRE providencia os documentos para torná-lo apto a votar, no dia das eleições, em outubro.

Na pesquisa feita este ano, segundo o TRE, nenhum preso optou pelo voto.

Uma das justificativas para isso, segundo a Sejudh é que, muitos preferem não ter documentação regular ou fornecer o endereço.

No caso dos presos condenados, em regime fechado, por estarem em inconformidade com a lei, perdem os direitos, inclusive de votar.

Atualmente, Mato Grosso tem 11.600 presos, distribuídos nas 55 unidades prisionais do estado.

Por Lidiane Moraes, G1 MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here