conecte-se conosco


Cáceres e Região

Vereadores aprovam requerimento que busca explicações sobre remanejamento de escolas municipais e estaduais em Cáceres

Publicado

Assessoria

Foi aprovado na Sessão Ordinária de quarta-feira (08/09), na Câmara Municipal de Cáceres, um requerimento solicitando da Secretaria Municipal de Educação informações referentes ao processo de reordenamento das escolas municipais e estaduais de Cáceres.

De autoria da vereadora Mazéh Silva, a propositura solicita esclarecimentos sobre quais escolas serão remanejadas, como está se dando o debate do remanejamento junto à comunidade escolar (pais, alunos, professores e funcionários), e como se dará o remanejamento dos profissionais lotados nas escolas, principalmente os professores e as professoras da Unidocência (pedagogos e pedagogas).

A autora do requerimento relata ser esta solicitação um desejo dos profissionais da educação, em especial da área de pedagogia, preocupados com os efeitos e possíveis transtornos causados pelo remanejamento na educação pública, tanto nas escolas estaduais quanto municipais.

Mazéh cita, em sua propositura, matéria que reproduz a opinião coletiva do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), através do então Presidente do Sindicato, Henrique Lopes. Ele qualifica como “desastrosa” a medida do Governo Estadual, com o fechamento das turmas de 1º a 5º ano na rede estadual deixando centenas de profissionais sem assumir aulas.

Leia mais:   Governador assina contrato com a Rumo e traz ferrovia a Cuiabá, Nova Mutum e Lucas

Segundo a vereadora, parte destes docentes foi orientada a assumir turmas do 6º ao 9º ano, apesar de não serem habilitados para estas vagas.

Comentários Facebook

Cáceres e Região

PMs de Cáceres são presos por colegas do Gefron levando carro roubado para a Bolívia

Publicado

Por Débora Siqueira | Sesp-MT

Policiais do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) abordaram um veículo Jeep/Compass de cor prata, ano de 2019, em atitude suspeita, por volta de 15h50 de terça-feira (21.09), no perímetro urbano de Porto Esperidião.

Os policiais do Gefron perceberam que o sinal identificador do veículo foi alterado e após a checagem via Centro de Operações foi constatado que o veículo, avaliado em R$ 170,3 mil, é produto de roubo/furto no estado do Rio de Janeiro, conforme BO nº 0004722/2021.

Os dois ocupantes do veículo são soldados da Polícia Militar de Mato Grosso lotados na área do Comando Regional 6, regional de Cáceres. Eles foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de Porto Esperidião pelo crime de receptação.

A Corregedoria Geral da PM foi acionada e já tomou providências para apurar a conduta dos citados policiais militares. A Instituição entende que a situação é muito grave e não compactua com desvios de conduta. Os mesmos serão submetidos a uma apuração interna com direito a ampla defesa e contraditório e caso sejam responsabilizados, a punição pode chegar a demissão da corporação.

Comentários Facebook
Leia mais:   Cáceres recebe MT Prev Itinerante nesta quinta-feira (23)
Continue lendo

Cáceres e Região

Requerimento solicita lista de catadores e catadoras de lixo para inclusão em programas sociais

Publicado

Assessoria

Foi aprovado na Sessão Ordinária de segunda-feira (20), na Câmara Municipal de Cáceres, um requerimento a fim de solicitar do Executivo Municipal a lista com o nome das famílias de catadores e catadoras de recicláveis para inclusão em programas socioeconômicos e habitacionais.

De autoria da vereadora Mazéh Silva, a propositura justifica que a classe dos catadores tem os seguintes direitos previstos no art. 5º da Constituição Federal: liberdade de ir e vir, igualdade diante da lei, liberdade de opinião, reunião e associação, direito ao trabalho, direito à habitação, direito à educação, à cultura e à ciência, direito à alimentação e direito à saúde.

Mazéh constata que, em Cáceres e em todo o Brasil, muitos catadores vivem à margem dos direitos sociais e trabalhistas e são excluídos da maior parte da riqueza que o mercado de reciclagem movimenta e produz.

Segundo a vereadora, o cadastro e posterior elaboração da referida lista de catadores e catadoras foi realizado na gestão anterior, do prefeito Francis Maris, por determinação do Ministério Público, mas sem aplicação prática ou percepção de benefícios à classe.

Leia mais:   Com 6 mortes em 24h, Mato Grosso registra tendência de queda de vítima da covid-19

Após receber a lista, a autora do requerimento solicitará à Secretaria de Assistência Social a análise e inclusão dos catadores nos programas de assistência aos quais tiverem direito. Mazéh finalizou sua manifestação ressaltando a importância de fomentar o mercado de reciclagem

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana