Connect with us

A Câmara de Cáceres deve votar na sessão de segunda-feira (27), o Projeto de Lei de autoria do vereador Felix Alvares (SD) que inclui gratificação de 40% na remuneração dos assessores da Casa. Considerado polêmico, o projeto tende a dividir ainda mais os blocos de oposição e situação no legislativo. Apesar do lobi dos assessores, a tendência é de que o projeto seja reprovado por 6 votos a 5. De acordo com o Regimento Interno da Casa, para aprovação seria necessários pelo menos 2/3 ou 8 dos 11 votos. Ao todo são 11 assessores. O salário mensal atual é de R$ 1800,00.

            O projeto foi apresentado no dia 10 de junho. As comissões de Constituição de Justiça e Finanças apresentaram parecer pela legalidade. Contudo, a maioria dos vereadores se manifesta contra. Ele foi colocado em pauta para votação na sessão da última segunda-feira (20). Porém, o presidente da Casa, vereador Marcinho Lacerda (PMDB) apresentou pedido de vistas para que fosse feito algumas análises. Como por exemplo, o impacto que causará na folha de pagamento do legislativo.

Leia mais:   Espera nas filas - Banco do Brasil é multado em R$ 532 mil após atuação do MPMT

Além do autor, até na sexta-feira (24), apenas o vereador Manoel Ignácio de Oliveira (PSDB) e Alvasir Alencar (PP) haviam se manifestado a favor dos oposicionistas Tarcísio Paulino (PSB) e Edmilson Campos (PSD).

Autor do projeto, o vereador Felix Alvares afirma que “a gratificação aos assessores é um direito assegurado. Ele será apenas oficializado” argumentou lembrando que “o impacto de 8 mil mensais ou 95 mil anuais que o projeto irá causar na folha de pagamento é insignificante para uma Câmara que já devolveu ao município 200 mil e deverá devolver até no final do ano mais 800 mil” e acrescenta que “na prática estou na contra mão do governador e do prefeito que não querem pagar os direitos adquiridos dos servidores”.

Ao se manifestar contra aprovação do projeto, o presidente da Câmara, vereador Marcinho Lacerda (PMDB), diz que “o momento é inoportuno para dar aumento ou gratificação salarial a quem quer que seja” e que “no meu entendimento o projeto é inconstitucional porque essa prerrogativa não é atribuição de vereador, mas sim da Mesa Diretora”, e, além disso, segundo ele, “o salário que o assessor recebe está compatível com o do mercado”. E conclui revelando que “na minha gestão aumentamos em quase 100% o salário dos assessores que pulou de 900 para 1800 reais”.

Leia mais:   Ampliação do Hospital Regional de Cáceres faz parte do plano de governo de Mauro Mendes

Até na sexta-feira, a reportagem apurou que votam a favor do projeto, além do autor, vereador Manoel Felix Alvares, os vereadores Tarcísio Paulino (PSB), Manoel Ignácio de Oliveira (PSDB), o Manoel Leiteiro e Alvasir Ferreira de Alencar (PP). Votariam contra os vereadores Marcinho Lacerda, Domingos dos Santos (PSC), Valdeníria Dutra Ferreira (PSD), Edmilson Tavares (PMDB). Estavam indecisos os vereadores Salmo Cesar (Pros) e cabo Pinheiro (PRTB).

Sinezio Alcântara

Da Editoria

Comentários Facebook

Destaque

Golpe do anydesk: Idosa tem prejuízo de R$ 3,8 mil ao dar acesso remoto do celular a um golpista

Published

on

 

Uma aposentada de 69 anos, moradora do Jardim Brasil, em Americana, teve um prejuízo de R$ 3.876 depois de liberar o acesso remoto do celular a um golpista. O caso ocorreu no último dia 11 e foi comunicado à Polícia Civil nesta quarta-feira (12).

Segundo informações do registro policial, na terça-feira (11), uma pessoa ligou no telefone fixo da aposentada e se apresentou como sendo um funcionário do banco de onde ela tem conta.

Durante a conversa, o suposto funcionário explicou que uma transferência fraudulenta em sua conta tinha sido realizada. Momentos depois, ele retornou a ligação, dessa vez informando que uma fraude estava ocorrendo naquele momento.

O estelionatário indicou que poderia resolver os problemas, mas para isso a vítima precisaria baixar um aplicativo em seu celular chamado AnyDesk, que permite acesso remoto de outro usuário ao aparelho (veja dicas de como evitar golpes aqui). Acreditando ser o representante do banco, a mulher baixou o aplicativo.

Com o acesso, o golpista conseguiu realizar três empréstimos na conta da aposentada, de R$ 363, R$ 209 e outro R$ 1.304. Além disso, um Pix no valor de R$ 2 mil foi feito.

Leia mais:   Prefeitura leva vacinação contra a Covid-19 nesta terça-feira no Jardim Universitário

Na quinta-feira, a idosa recebeu uma mensagem do banco, informando que ela tinha entrado em seu limite especial. Foi neste momento que ela descobriu que tinha sido vítima de um golpe.

Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia de Americana como estelionato e será investigado.

 

Por Paula Nacasaki – https://liberal.com.br/

 

Áudio de uma pessoa explicando como quase caiu no golpe:

Comentários Facebook
Continue Reading

Cáceres e Região

CMEC de Cáceres – MT promove novo Processo Seletivo

Published

on

O Conselho Municipal de Educação de Cáceres anunciou a abertura de inscrições para um novo Processo Seletivo, que tem como objetivo preencher uma vaga, além de formar cadastro reserva.De acordo com o edital, a oportunidade é para o cargo de Assessor Técnico (1), para candidatos com ensino superior em qualquer área.

Para participar

Os interessados na seleção podem se inscrever presencialmente, no período de 19 de agosto de 2022 até o dia 29 de agosto do mesmo ano, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 18h, no Conselho Municipal de Educação de Cáceres, localizado na Avenida Brasil, 119, Bairro Vila Mariana – COC

Como forma de classificação, os concorrentes serão avaliados em duas etapas, sendo elas prova escrita e dissertação, ambas previstas para acontecer no dia 15 de setembro de 2022.

Informações complementares podem ser obtidas por meio do edital completo que consta em nosso site.

Jornalista: Ana Luiza Nogueira
 
Fonte: PCI Concursos
Comentários Facebook
Leia mais:   Prefeitura leva vacinação contra a Covid-19 nesta terça-feira no Jardim Universitário
Continue Reading

Mais Lidas da Semana