conecte-se conosco


Cáceres e Região

Prefeito avalia fusão em secretarias e até demissão de servidores para enfrentar crise

Publicado

O prefeito Francis Maris Cruz não descarta a possibilidade de realizar fusão em secretarias e até demissão de servidores, principalmente, de coordenadores e cargos comissionados, para equilibrar as contas públicas municipais, em razão da queda na arrecadação do Fundo de Participação de Município (FPM) e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), dos últimos meses.

O arrocho na máquina pública foi anunciado na quarta-feira (15), oportunidade em que o prefeito se reuniu com os secretários para estabelecer um teto de gastos, em todas as pastas. A meta será reduzir em, pelo menos, 30% todas as despesas das secretarias para fazer frente a crise provocada pela queda nas arrecadações. Na 2ª-feira, os secretários terão que apresentar um plano de contenção de gastos, conforme o estabelecido na reunião.

“O remédio pode ser amargo, mas temos que adotá-los, para não ter que paralisar obras e atrasar salários dos servidores” explica Francis lembrando que todas as medidas de austeridades já foram tomadas. Contudo, segundo ele, com a persistência da queda de arrecadação, a alternativa encontrada será promover novos reajustes.

Leia mais:   Pesquisa busca contribuir para o registro e preservação das línguas indígenas brasileiras

Ainda não há definição sobre quais secretarias poderão ser extintas ou entrar em fusão. “Estamos avaliando a situação de cada pasta para definir” diz o prefeito, afirmando que, com a medida, espera uma economia de cerca de dois milhões até no final do ano.

A medida de redução começa com os cortes nas horas extras e diárias. Conforme o prefeito, tanto as diárias quanto as horas extras só poderão ser feitas em casos de extrema necessidade, como por exemplo, transporte de doentes. Para economizar com os telefones corporativos, o prefeito estabeleceu um limite de gasto de R$ 50,00. O secretário ou coordenador que dispor o aparelho e ultrapassar o limite terá que pagar do bolso.

Para conter gastos com energia elétrica, a recomendação é evitar deixar aparelhos de ar condicionado ligados, quando não estiver no ambiente. Além disso, será baixada uma portaria proibindo jogos no estádio Geraldão, no período noturno. Os trabalhos, principalmente, na zona rural, somente poderão ser feitos através de parcerias com produtores ou comunidades. “A prefeitura entra com os maquinários e a comunidade ou produtores com combustível” sugere.

Leia mais:   Supremo envia a Aras denúncia contra Bolsonaro e Pazuello por crise no Amazonas

Sinezio Alcântara

Da Editoria

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Prefeitura apresenta relatório de vacina

Publicado

Assessoria

A Prefeitura de Cáceres, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, apresentou na manhã de hoje, 26 de janeiro, o relatório de aplicação da primeira dose da vacina contra o coronavírus, recebida pelo município.
Cáceres recebeu 955 doses da vacina contra o Covid-19, a distribuição da primeira dose foi realizada de acordo com o que preconiza o Ministério da Saúde.
Os profissionais da Saúde que ficam na linha de frente do atendimento de pessoas infectadas, foram os primeiros a serem vacinados.
A vacinação começou com 37 funcionários que atuam na Central do Covid, 07 no laboratório do município, 89 nos profissionais da UPA, 34 nos idosos que vivem na Casa de longa permanência, onde um idoso se recusou a tomar.
Estão sendo aplicadas ainda 266 doses nos profissionais que estão na ativa da Atenção Básica, e, 111 doses vão ser repassadas ao Hospital São Luiz. Totalizando 546 doses da primeira fase que ficou sobre a responsabilidade da Prefeitura em distribuir.
O Escritório Regional de Saúde recebeu 409, doses e decidiram a prioridade entre os seus profissionais de saúde.
A prefeita Eliene, disse se tornará público todo cronograma de vacinação, para que todos tenham ciência desse processo e que não haja dúvida sobre a seriedade do trabalho. “Existe um critério de fiscalização rigoroso, estamos acompanhando de perto o cronograma de vacina e vamos sempre que possível apresentar através dos canais de comunicação da Prefeitura, face, site, instagram”, Eliene, afirmou ainda que a segunda dose de aplicação será com 14 dias após a primeira, e que está previsto uma nova carga de vacina para esta sexta, mas não temos ainda a quantidade.

Comentários Facebook
Leia mais:   Supremo envia a Aras denúncia contra Bolsonaro e Pazuello por crise no Amazonas
Continue lendo

Cáceres e Região

Lacerda protocola pedido para prefeitura de Cáceres estender serviço de entrega por 24 horas

Publicado

Assessoria

O vereador Lacerda do Aki (PRTB) solicitou da prefeita Eliene Liberato a alteração do decreto nº 110 de 19 de janeiro que estabelece que o serviço de entrega(delivery) só pode ser feito até as 23 horas. Lacerda pediu para a prefeitura de Cáceres que o serviço delivery seja autorizado por 24 horas.

Lacerda entende que o delivery por 24 horas vai preservar a saúde dos moradores da cidade, pois se tiver o serviço de entrega, as pessoas não vão sair de casa para comprar comidas e bebidas.

‘É preciso que a prefeitura autorize o delivery por 24 horas, pois assim o cacerense não vai precisar sair de casa para comprar sua comida ou bebida. Não é só uma questão comercial, é uma questão de saúde pública preservar o cidadão de Cáceres’, conta Lacerda.

O pedido foi protocolado na prefeitura e a tendência é que seja analisado nas próximas horas em Cáceres. A cidade vive um aumento vertiginoso de casos da covid-19 neste mês de janeiro.

Comentários Facebook
Leia mais:   Câmara define Comissões Parlamentares para trabalhos legislativos
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana