conecte-se conosco


Cáceres e Região

Pecuaristas organizam ação que valoriza a pecuária, com churrasco em Cáceres

Publicado

Por – Joner Campos
   Com o tema “Segunda com Carne”, o evento chama a atenção para a valorizar de quem faz de Mato Grosso e Cáceres referência mundial na agropecuária sustentável. Pecuaristas de todo o país reagiram à campanha de instituição financeira, que sugeria uma “segunda-feira sem carne” para minimizar a emissão de gases prejudiciais ao meio-ambiente.
    A ação tem o objetivo de esclarecer à comunidade que o Brasil é o país que produz proteína animal mais sustentáveldo planeta. Os produtores rurais de Cáceres organizarão um churrasco no centro da cidade.
     A ato realizado, nesta segunda-feira (3) a partir das 10h da manhã, surgiu dos produtores rurais e o Sindicato Rural de Cáceres que representa a classe irá executar o evento. Com o tema “Segunda com Carne”, chamaram a atenção para a valorizar de quem faz de Mato Grosso e Cáceres referência mundial na agropecuária sustentável.
No estudo realizado pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) aponta que o manejo adequado de bovinos, na verdade, reduz a emissão de gases prejudiciais ao meio-ambiente e contradiz o que diz a campanha da instituição financeira.

Leia mais:   Cinco dos sete crentes baleados durante culto em Cáceres já receberam alta; uma garota está em estado grave

A presidente do Sindicato Rural de Cáceres, Ida Beatriz ressalta, “é importante que o setor produtivo primário divulgue, para sociedade como um todo, as formas de produção sustentáveis realizadas da porteira para dentro e que vem possibilitando cada vez mais a conservação ambiental, gerando empregos e renda, arrecadação para o estado e com importante participação na balança comercial do País. Importante lembrar que de cada 5 pratos de alimentos servido no mundo 1 é exclusivamente produzido no Brasil. O produtor rural deve ser respeitado e valorizado pelo trabalho que realiza com tanta dedicação e resultados positivos a cada safra obedecendo a legislaçao vigente.”

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Vereador Flávio Negação é o novo presidente do DEM em Cáceres

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias

     O vereador Flávio Negação é o novo presidente do Diretório Municipal do Democratas – DEM, em Cáceres. A nova diretoria executiva do partido formada ainda por Anelise Silva – vice-presidente, Daniel Paesano, tesoureiro e Wenes Cardoso Silva, secretário, substitui a diretoria anterior destituída.

     Uma das propostas da nova diretoria, de acordo com Negação, será a promoção de ações visando uma ampla campanha de filiação partidária.

     “Embora seja um dos maiores do município e do Estado, assim como do país, o DEM estava, praticamente, desativado em nossa cidade. Somos conscientes de que existem muitas pessoas e muitos simpatizantes que desejam cerrar fileiras conosco para engrandecimento do partido” justificou.

       Além das filiações, conforme o novo presidente, a legenda que tem como maior líder o governador Mauro Mendes, pretende lançar candidaturas, nas próximas eleições, tanto a deputado estadual quanto a federal, na região.

     “Temos a maior liderança política do Estado que é o governador Mauro Mendes fazendo uma excelente gestão; uma base muito forte na Assembleia legislativa. Em Cáceres dispomos de bons nomes. Portanto, é necessário que tenhamos candidaturas a deputado estadual e federal para lutar e defender os interesses de nossa região” assinalou.

Leia mais:   Cacerense conhecido por "Pupuia" é morto a tiros em San Matias na Bolívia

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Câmara aprova pedido de licença de Eliene com votos contrários dos vereadores Leandro, Mazéh e Valdeir

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias

     Por 12 votos favoráveis e três contrários, a Câmara de Cáceres aprovou, em sessão extraordinária, na manhã desta quinta-feira (20/01), o pedido de afastamento da prefeita Eliene Liberato Dias (PSB), por um período de 8 dias, para tratamento de assuntos particulares.

     Votaram contra os vereadores professor Leandro dos Santos (DEM), a professora Mazéh Silva (PT) e Valdeir do Caramujo (PRTB). O representante do distrito do Caramujo não justificou a contrariedade. Já, os professores Mazéh e Leandro, argumentaram que o momento não é oportuno.

      “A população está inconformada, principalmente, com o aumento do IPTU. Não é momento para tirar licença e deixar a batata quente nas mãos dos vereadores. Responsabilizar somente a gestão passada não convence porque, ela (Eliene) era vice-prefeita, então tinha conhecimento do impacto” justificou Leandro.

       “Sabemos que todos têm direito ao descanso. Mas, é bastante conveniente sair em um momento desse. Além do aumento abusivo do IPTU, tem a questão do redimensionamento na educação que irá prejudicar, principalmente, os alunos mais humildes. A prefeita tem é que mostrar a cara a sociedade” completou Mazéh.

Leia mais:   Após 15 dias internada com meningite, criança não resiste e morre no Hospital em Cáceres

        Os demais foram favoráveis. “É salutar o descanso. Eliene enfrentou e continua enfrentando dificuldades e turbulências em todos os setores, principalmente, na área da saúde, por causa da pandemia. Além disso, a prefeitura será entregue a um homem íntegro que é dr. Odenilson” assinalou Manga Rosa (PSB).

       “Foi um ano bastante intenso. É merecida essa licença. São apenas oito dias que não fará diferença alguma. Além do mais, não irá causar nenhum prejuízo financeiro aos cofres públicos” explicou Isaias Bezerra (Cidadania).

      “É merecida essa licença. Eliene vai voltar com mais vontade e certamente com novas ideias para trabalhar” enfatizou Luiz Landim (PV).

        “Tenho convicção de que um bom descanso fará muito bem para a prefeita. Mas, descansada ela encontrará alternativas para resolver os inúmeros  problemas do município, principalmente, aumento do IPTU” destacou Franco Valério (PROS)

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana