conecte-se conosco


Brasileirão Série A

"Paizão", Argel rebatiza grupo do Inter e estende sobrenome aos jogadores

Publicado

Argel comanda treino do Inter  (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)Argel comanda treino do Inter (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

Que Argel tem um estilo paizão, não há dúvida. Do mesmo jeito que exige dos pupilos, os defende e alija qualquer responsabilidade em momentos de turbulência. No entanto, o técnico resolveu estreitar ainda mais os laços. Na manhã desta quarta-feira, por exemplo, “aumentou” sua família. Enquanto orientava, tratou de rebatizar os jogadores ao colocar o seu sobrenome, Fucks.

Já na parte final do trabalho, após encaminhar a equipe que enfrentará, Argel comandou um trabalho de cruzamentos e finalizações com os titulares. Entre abraços, sorrisos e palavras de incentivo, deu o tom da novidade. Primeiro, chamou “Alex Fucks”. Depois, quando pediu apenas aos atacantes que permanecessem aprimorando os arremates, viu que William desejava seguir na rotina. Ao dispensá-lo, disparou:

– Vai, William Fucks. Você já trabalhou uma hora e trinta minutos. 

LEIA MAIS:
> Inter analisa empréstimo de Maurides
> Argel esboça Inter com 4 mudanças
> Ariel participa de primeiro treino
> Argel revela 4 colorados em pré-lista

Não é a primeira que vez que Argel mostra intimidade com o grupo. O treinador, durante as atividades, por vezes, os orientava ao chamá-los pelos apelidos. Ainda quando tinha Alisson, era comum ouvir Muso. William é o Turbo. Rodrigo Dourado virou o Falcãozinho, enquanto Anderson o Mister.

Para manter o ambiente leve, criou outras situações ao cotidiano. Após os rachões, a equipe que sai derrotada paga uma prenda. É obrigada a levar as balizas para fora do campo tão logo se encerra a atividade.

Argel, técnico do Inter (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)Argel chama jogadores pelo apelido (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

Nos momentos de turbulência, Argel assume o protagonismo. Muito embora passe os louros das vitórias aos comandados, quando vem a derrota ou uma situação delicada, canaliza as críticas. Quando William se viu envolvido na polêmica após a cotovelada em Bolaños pelo Gre-Nal da fase de grupos do Gauchão e Primeira Liga, por exemplo, o técnico aproveitou a reapresentação colorada para pegar o lateral-direito e mostrar que estaria amparado, ao dar um afago e palavras de afeto.

O estilo do treinador ganhou notoriedade entre jogadores de fora do Inter. Recém contratado, o zagueiro Leandro Almeida ressaltou o apreço pelo modo de ser e agir de Argel

– Nunca trabalhei com o Argel, mas já tive informações de que acolhe o jogador, abraça até o fim. Vou ter esse prazer. Espero contribuir com meu futebol e agradecer o apoio que está me dando – definiu Leandro, na apresentação.

Durante as atividades, Argel gasta a voz. Se cobra ao pedir pontaria na finalização, atenção na marcação e capricho nos cruzamentos, não se furta em elogiar ao perceber que a orientação surtiu efeito ou quando avalia que o exercício teve bom desempenho.

Com esta fórmula, o Inter alcançou o topo do Brasileirão. Após sete rodadas, os gaúchos somam 16 pontos. Nesta quinta-feira, entre vibrações, orientações e apoio, Argel tenta levar o time a mais uma vitória. A partir das 19h30, a equipe recebe o Atlético-MG no Beira-Rio.

Confira as notícias do esporte gaúcho em www.globoesporte.com/rs

Fonte: Globo Esporte

Comentários Facebook

Brasileirão Série A

Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Publicado

A Gazeta

Após 12 jogos sem derrotas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Cuiabá perdeu a longa invencibilidade que acumulava na série A para o líder Atlético-MG neste domingo (24), em Belo Horizonte, pela 28ª rodada do Brasileirão. O galo venceu por 2 a 1 e pôs fim a longa série do auriverde sem derrotas longe de casa.

O Dourado continua com 35 pontos, em décimo lugar na tabela de classificação. O Galo, por sua vez, chegou aos 59 tentos e é mais líder do que nunca.

A mil por hora, assim começou o início do jogo entre Cuiabá e Atlético-MG no Mineirão. Logo aos 2 minutos, Nathan Silva, contra, inaugurou o marcador em recuo infeliz para Everton, que viu a bola entrar lentamente no gol. Aos 4, Hulk, dentro da pequena área, deixou tudo igual após jogada ensaiada de escanteio.

O time mineiro conseguiu a virada com Jair, que completou de cabeça para as redes após assistência de Guilherme Arana.

No início da etapa final, Hulk marcou o terceiro para o Atlético, mas o gol foi anulado após a arbitragem pegar um toque de mão do atacante. Daí em diante o Atlético continuou pressionando, mas sempre parando nas defesas seguras do goleiro Walter.

À medida que o relógio foi passando, o Atlético deixou o Cuiabá mais a vontade para trabalhar com a bola e passou a contar com os contra-ataques. O Dourado martelou, porém não conseguiu criar chances claras de gol.

O próximo compromisso do Cuiabá no campeonato brasileiro é contra o Red Bull Bragantino no dia 1º de novembro, na Arena Pantanal, às 19h30 (de MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasileirão Série A

Seleção Brasileira encerra preparação para amistoso contra República Tcheca

Publicado

Programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) também destacou a reta final dos principais campeonatos estaduais do país; ouça na íntegra

O programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) destacou o amistoso da Seleção Brasileira com a República Tcheca. Waldir Luiz, Márcio Guedes, Bruno Mendes e toda a nossa equipe também analisaram a reta final dos principais campeonatos estaduais do país e as principais notícias do esporte nacional e internacional.

Clique no player e ouça o programa na íntegra:

No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919.

Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.

Agencia Brasil
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana