conecte-se conosco


Destaque

O Dom Bosco embarca nesta terça-feira rumo à Curitiba para o duelo com o Atlético-PR

Publicado

O Dom Bosco embarca nesta terça-feira rumo à Curitiba para o duelo com o Atlético-PR pelo jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil. Depois do empate em 2 a 2, em Cuiabá, o Azulão da Colina precisa de uma vitória simples ou um empate por três gols ou mais para avançar. Empates em 0 a 0 e 1 a 1 dá a vaga ao Furacão e um novo 2 a 2 leva a decisão para as cobranças de pênaltis.

Para a decisão na Arena da Baixada, o treinador Giani Freitas poderá contar com todo elenco a disposição sem suspensos ou lesionados. Com isso, o Azulão deve iniciar a partida contra o Furacão com a mesma escalação do jogo de ida com Naian, o herói do empate na Arena Pantanal, no banco de reservas.

VEJA A TABELA COMPLETA DA COPA DO BRASIL

O embarque para Curitiba será na manhã desta terça-feira, e a partida entre mato-grossenses e paranaenses será na quarta-feira, às 18h30 (de MT), na Arena da Baixada.

Próximo adversário: Atlético-PR
Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Data e horário: quarta-feira, 18h30 (horário de MT)
Escalação provável: Jefferson; João Lennon, Jean, Amarildo e Wilson
Natan, Kiko, Profeta e Robinho; Pretinho e Fernandinho
Desfalques: Nenhum
Arbitragem: Wanderson Alves Sousa (MG) apita, com auxílio de Celso Luiz da Silva (MG)
e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)

Leia mais:   547 mil Beneficiados - Saiba quem tem direito e como acessar a isenção do IPVA 2021

Fonte: GE/MT

Comentários Facebook

Cáceres e Região

PARA GRUPO PRIORITÁRIO – Remessa de 14,8 mil doses de Coronavac chega a MT neste sábado

Publicado

Assessoria

Governo do Estado confirmou na tarde de sexta-feira (7) que receberá neste sábado (8) do Ministério da Saúde 14.800 doses de Coronavac para a imunização dos grupos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19.

A nova remessa de vacinas chegará em Mato Grosso às 10h20, no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, por um voo da Azul.

As unidades poderão ser utilizadas em pessoas de 60 a 64 anos e forças de segurança, salvamento e armadas. Para a vacina CoronaVac, o prazo de aplicação da segunda dose varia entre 14 e 28 dias. O detalhamento para cada público poderá ser conferido na resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes, no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

Simultaneamente à operação logística, as equipes administrativas trabalham na resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB), colegiado que oficializa o quantitativo de doses a ser destinado para os 141 municípios. O Estado de Mato Grosso já recebeu 1.001.280 doses de imunizantes contra a Covid-19 e aguarda a chegada da nova remessa.

Comentários Facebook
Leia mais:   PARA GRUPO PRIORITÁRIO - Remessa de 14,8 mil doses de Coronavac chega a MT neste sábado
Continue lendo

Cáceres e Região

Indicação pede construção de uma réplica da histórica Ponte Branca e do Coreto da Praça Barão do Rio Branco

Publicado

Assessoria

Foi aprovada por unanimidade na Câmara Municipal de Cáceres, na Sessão Ordinária de segunda-feira (3), uma indicação que solicita a construção de um Coreto na Praça Barão do Rio Branco e uma nova Ponte Branca.

De autoria do vereador Franco Valério, a proposição ressalta o valor histórico da ponte e do coreto, retratados com nostalgia em matérias jornalísticas ao longo dos anos.

A ponte, situada entre as ruas General Osório e Riachuelo, no centro, servia como caminho dos estudantes da Escola dos Freis (Instituto Santa Maria) nos anos 70, 80 e 90, e, apesar dos esforços da comunidade local, foi demolida em 1998.

Já o coreto, embora fosse estrutura tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural (IPHAN), não foi preservado corretamente na última reforça realizada na Praça Barão, segundo o vereador Franco – ele ainda denunciou a falta de intervenção dos órgãos fiscalizadores competentes quando das modificações feitas à época.

Franco conclui que a recriação destes dois monumentos históricos, ainda que em forma de réplicas, é uma forma de respeitar a memória de Cáceres e exaltar o potencial turístico da cidade.

Comentários Facebook
Leia mais:   Rio Paraguai 'pega água' abaixo do esperado e especialista temem seca histórica no segundo semestre deste ano
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana