conecte-se conosco


Brasileirão Série A

"Novo" titular, Alex solta o verbo, fala de Inter, Seleção e atentado nos EUA

Publicado

Alex meia Inter (Foto: Tomás Hammes / GloboEsporte.com)Alex utiliza tempo vago para se inteirar sobre o que ocorre no mundo (Foto: Tomás Hammes / GloboEsporte.com)

O mundo de Alex não se restringe ao futebol. Além da rotina de treinos e jogos, o meia aborda os mais diversos assuntos. Na manhã desta terça-feira, deu uma boa amostra disso após o treino. Além de comentar sobre a sequência como titular e a fase do Inter, o camisa 12 mostrou que aproveita o tempo livre para se informar. Com um projeto social em mente, comentou sobre a falta de educação do brasileiro, elogiou a coragem do juiz Sérgio Moro e criticou a intolerância cada vez mais à tona no mundo, como se viu no massacre em Orlando no final de semana passado.

Principal liderança do vestiário colorado, o canhoto volta a ter sequência. Após iniciar na vitória por 3 a 1 sobre o América-MG, receberá nova oportunidade nesta quinta diante do Atlético-MG. A discrepância na tabela – os comandados de Argel lideram com 17 enquanto o Galo está em 17º, na zona de rebaixamento, com sete – não muda seu pensamento. Com grupo repleto de estrelas como Robinho e Fred, Alex aposta em um jogo complicado, que pode ser crucial para o decorrer da competição:

– Precisamos vencer. Estamos com o grupo quase completo. Temos que aproveitar essa condição para rendermos bem.  Será muito perigoso. Se pudermos conseguir um resultado positivo, lá na frente, fará uma diferença.

LEIA MAIS:
> Inter analisa empréstimo de Maurides
> Argel esboça Inter com 4 mudanças
> Ariel participa de primeiro treino
> Argel revela 4 colorados em pré-lista
> Inter reedita duelos acirrados com Galo

Confira abaixo destaques da entrevista de Alex: 

Sequência como titular
“É bom para todo mundo. Gera confiança. Você precisa agradecer a
oportunidade com rendimento e trabalho. Tentarei fazer o melhor. Poucos
atletas têm sequência pelo número, até porque o rodízio ocorre para evitar lesões. Estou superfeliz porque é resultado de um trabalho.”

Momento do Atlético-MG 
“Não existe momento. Eles têm alta qualidade. Assisti grande
parte do jogo com Cruzeiro – derrota por 3 a 2. É clássico. Foi no detalhe. Não nos iludimos
achando que será simples. Estamos preparados para o melhor Atlético-MG.” 

Confronto direto 
“Você nunca sabe qual será o adversário direto lá à frente. Precisamos vencer. Estamos com o grupo quase completo. Temos que aproveitar essa
condição para rendermos bem. Isso o América-MG – vitória por 3 a 1 – nos acrescentou. Vamos agora
pegar um time individualmente ainda melhor. Será muito perigoso. Se
pudermos conseguir um resultado positivo, lá na frente, fará uma diferença.” 

Fase do Inter 
“Foco, concentração muito grande. Aliado à dedicação, abrindo mão de
algumas coisas. Plantamos uma sementinha. O Argel tem isso como característica
de nos manter alerta. Em todos os Brasileirões que fiz pelo Inter nunca tive
um começo assim. O Argel nos deixa de prontidão. Você não recupera pontos
perdidos.” 

Alex meia Inter (Foto: Tomás Hammes / GloboEsporte.com)Alex prevê duelo complicado com Atlético-MG (Foto: Tomás Hammes / GloboEsporte.com)

Os garotos
“Se pegarmos os jovens que subiram, eles foram acostumados e o Clemer tem
parcela nisso por eles disputarem momentos decisivos. Se você não vence
na base, você não se caleja. Os jovens demonstram naturalmente estarem
preparados.”

A mescla do grupo 
“O Ariel parece um cara fantástico. Ele nos ajudará. O Seijas é uma
certeza que ajudará. O próprio Brenner. A baixa idade não faz diferença. Eles (jovens) estão prontos para vencer e fazer
história pelo Inter. Há guris que estão desde os 11 anos no Inter. Jogar com
paixão facilita.”

Seleção 
“Há uma geração de atletas fantástica. Não é a de 80, 90, a da virada do
século com alguns extraterrestres, mas isso se constrói. Eles jogam, são protagonistas e há o talento. Mas por trás do projeto é preciso ter uma
estrutura cada vez melhor. Não apenas na CBF. O Brasil vive uma situação
assim. Como teremos um bom presidente se não formamos um ser humano? Corrupção não é o problema do país. O problema é ético, educacional, humano. O Dunga ou qualquer treinador que trabalha nessa inconstância terá dificuldades. Nossos
gestores não podem estar lá fora. Você precisa de suporte. Não adianta
jogar nas costas do Dunga e Gilmar. Espero que a partir do que o (juiz Sérgio) Moro começou que isso siga. O futebol é uma extensão da sociedade.”

Informação
“A concentração ajuda. Você fica na internet. Você precisa estar ligado. Eu gosto de saber o que está ocorrendo. A constatação do que está
acontecendo. O Moro colocou a cara, se expôs. como o próprio (ex-presidente do Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa. A
formação do ser humano é a formação de tudo. Se você não for um bom ser humano, não será um bom médico. O problema do Brasil é a educação. Há gente que joga garrafa d’água para fora. Você
acha que ele pensa no próximo? Escola é uma extensão da casa.”

Massacre em Orlando 
“O Estado Islâmico vem de uma escola treinada por americanos
para combater o terrorismo, mas eles usam para outro fim. Você fica triste. Houve Flamengo 1 x 2 Palmeiras. Por que o torcedor briga? São seres humanos ruins que não
se preocupam com os outros. Você fica tão atrelado a más parcerias… Uma solução para o Estado Islâmico eu não posso falar, mas precisamos de mais
compaixão, amor. Quem sabe enxergamos algo diferente. Se continuar dessa
maneira fica complicado.”

Projeto social
“Eu fiz uma visita na Restinga ano passado. Tive contato com uma
realidade muito difícil. Os professores precisam carinho, respeito, prestígio. Há escolas públicas que não têm estrutura. Fui também a um colégio de surdos. É uma comunidade tão excluída. Você quer aprender inglês, mas não aprender
os sinais. O mundo não está preparado para assumir. Até para isso quero trazer
parceiros para comprar essa ideia de dar uma estrutura e projetar um mundo
melhor.” 

Confira as notícias do esporte gaúcho em www.globoesporte.com/rs

Fonte: Globo Esporte

Comentários Facebook

Brasileirão Série A

Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Publicado

A Gazeta

Após 12 jogos sem derrotas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Cuiabá perdeu a longa invencibilidade que acumulava na série A para o líder Atlético-MG neste domingo (24), em Belo Horizonte, pela 28ª rodada do Brasileirão. O galo venceu por 2 a 1 e pôs fim a longa série do auriverde sem derrotas longe de casa.

O Dourado continua com 35 pontos, em décimo lugar na tabela de classificação. O Galo, por sua vez, chegou aos 59 tentos e é mais líder do que nunca.

A mil por hora, assim começou o início do jogo entre Cuiabá e Atlético-MG no Mineirão. Logo aos 2 minutos, Nathan Silva, contra, inaugurou o marcador em recuo infeliz para Everton, que viu a bola entrar lentamente no gol. Aos 4, Hulk, dentro da pequena área, deixou tudo igual após jogada ensaiada de escanteio.

O time mineiro conseguiu a virada com Jair, que completou de cabeça para as redes após assistência de Guilherme Arana.

No início da etapa final, Hulk marcou o terceiro para o Atlético, mas o gol foi anulado após a arbitragem pegar um toque de mão do atacante. Daí em diante o Atlético continuou pressionando, mas sempre parando nas defesas seguras do goleiro Walter.

À medida que o relógio foi passando, o Atlético deixou o Cuiabá mais a vontade para trabalhar com a bola e passou a contar com os contra-ataques. O Dourado martelou, porém não conseguiu criar chances claras de gol.

O próximo compromisso do Cuiabá no campeonato brasileiro é contra o Red Bull Bragantino no dia 1º de novembro, na Arena Pantanal, às 19h30 (de MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasileirão Série A

Seleção Brasileira encerra preparação para amistoso contra República Tcheca

Publicado

Programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) também destacou a reta final dos principais campeonatos estaduais do país; ouça na íntegra

O programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) destacou o amistoso da Seleção Brasileira com a República Tcheca. Waldir Luiz, Márcio Guedes, Bruno Mendes e toda a nossa equipe também analisaram a reta final dos principais campeonatos estaduais do país e as principais notícias do esporte nacional e internacional.

Clique no player e ouça o programa na íntegra:

No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919.

Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.

Agencia Brasil
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana