conecte-se conosco


Cáceres e Região

MPF solicita informações referente ao consumo e abastecimento de oxigênio em Cáceres e região

Publicado

Assessoria

O Ministério Público Federal em Cáceres, solicitou ao Escritório Regional de Saúde, ao Hospital São Luiz e às secretarias municipais de Saúde de Cáceres, Mirassol D’Oeste, Pontes e Lacerda e Comodoro informações sobre o consumo e a regularidade do abastecimento de oxigênio medicinal nas respectivas unidades de saúde.
Conforme despacho do procurador da República Bernardo Meyer, é notório o caos vivenciado em parte do país pela ausência de oxigênio nas unidades de saúde, após o substancial aumento no consumo do gás resultado, principalmente, do aumento do número de casos de contaminação pelo Sars-COV-2, de novembro de 2020 até janeiro de 2021.

Além disso, ressalta que “é de conhecimento de todos que a insuficiência de oxigênio gera consequências danosas como a morte de pacientes internados em hospitais ou em tratamento em home care ou graves sequelas causadas pela asfixia. Ademais, o problema é ainda maior pois tem o potencial de atingir indistintamente todas as pessoas internadas que dependem do oxigênio, independentemente se a causa da assistência médico-hospitalar for a covid-19”.

O procurador também ressalta que o estado do Mato Grosso vive atualmente novo crescimento de casos – fenômeno que vem ocorrendo em outros estados da Federação – em razão de diversos fatores, o que poderá resultar em um pico acentuado da doença, com o consequente aumento nos casos de assistência hospitalar e internações, resultando, eventualmente, em vertiginoso aumento no consumo de oxigênio medicinal. “A título ilustrativo, o painel analítico da covid-19 mostra que o Mato Grosso registrou 1.979 novos casos e 31 novos óbitos, com a respectiva média móvel de 1.310 casos e 17,5 mortes”.

Leia mais:   PM fecha festa clandestina com mais de 100 pessoas, apreende drogas e prende 8 pessoas em Cáceres

Dessa forma, o MPF requisitou ao Escritório Regional de Saúde em Cáceres, ao Hospital São Luiz e às secretarias municipais de Saúde de Cáceres, Mirassol D’Oeste, Pontes e Lacerda e Comodoro, informações, com prazo de cinco dias para a resposta, acerca do consumo médio de oxigênio medicinal pelas unidades de saúde (m³) e a regularização do abastecimento e estoque de oxigênio medicinal para o provimento das respectivas unidades de saúde.

Solicitou aos destinatários, ainda, que seja realizado o monitoramento contínuo do estoque de oxigênio medicinal (na forma líquida ou gasosa), a fim de identificar substancial aumento no consumo – se comparado ao consumo médio -, potencial ou a iminência de falta de oxigênio medicinal (líquido ou gasoso). Em caso de potencial insuficiência ou iminente falta do referido oxigênio medicinal, devem notificar os responsáveis pelo reabastecimento com o intuito de manter o estoque regularizado e o normal fornecimento dos estabelecimentos de saúde.

Procedimento administrativo – Tramita no Ministério Público Federal em Cáceres o procedimento administrativo para acompanhamento de políticas públicas relacionadas às ações emergenciais e de enfrentamento da pandemia da covid-19. O objetivo é fiscalizar as medidas adotadas para a prevenção e tratamento da doença causada pelo vírus na área de atribuição da unidade. (PA – PPB 1.20.001.000034/2020-06).

Leia mais:   Hospital São Luiz inaugura novos equipamentos e fortalece a assistência no oeste mato-grossense

Assim, em razão do aumento do número de casos verificado no estado de Mato Grosso e da elevada ocupação de leitos clínicos e de terapia intensiva (UTI), a triste e lamentável situação vivenciada pela população no estado de Amazonas e, mais recentemente, no Pará, em razão da ausência de oxigênio, e a necessidade de acompanhamento contínuo das medidas tomadas no enfrentamento da atual pandemia, o MPF em Cáceres requisitou, no bojo do mencionado procedimento, as informações sobre o consumo e a regularidade do abastecimento de oxigênio medicinal nas respectivas unidades de saúde.

Comentários Facebook

Cáceres e Região

PM fecha festa clandestina com mais de 100 pessoas, apreende drogas e prende 8 pessoas em Cáceres

Publicado

Assessoria

De acordo com a Força Tática no local haviam pulseiras de identificação do evento e ainda foram apreendidos cerca R$ 600,00 reais.

Policiais militares, ambientais, da Força Tática e fiscais da prefeitura de Cáceres (a 220 km de Cuiabá) prenderam no início da madrugada deste domingo (28) 6 pessoas por corrupção de menores e tráfico de droga, no bairro Jardim das Oliveiras. Ainda foram apreendidos 8 menores de idade.

A denúncia de perturbação e aglomeração de pessoas chegou via 190, segundo as informações várias pessoas estariam realizando uma festa que estaria descumprindo o decreto municipal que proíbe a aglomeração e realização de eventos no período.

No local, os policiais do 6º Batalhão da Policia Militar, a Força Tática, Policia Ambiental, os fiscais da prefeitura de Cáceres e conselheiros tutelares encontraram adolescentes consumindo bebida alcoólica e entorpecentes, ainda no local foram encontrados inclusive duas crianças de colo.

Durante as abordagens foram encontrados uma porção média de substância análoga a maconha, quatro porções pequenas de substância análoga a pasta base de cocaína e outras cinco porções de substância análoga à maconha.

Leia mais:   Hospital São Luiz inaugura novos equipamentos e fortalece a assistência no oeste mato-grossense

df3b5f0c-165f-4913-9674-26c2df4187a5.jpg

Polícia Militar Ambiental realizou a aferição via decibelímetro, realizando a apreensão dos equipamentos sonoros (caixas de som), bem como a referida autuação.

Da mesma forma os fiscais da prefeitura autuaram os organizadores do evento e apreenderam as bebidas alcoólicas do evento.

De acordo com a Força Tática no local haviam pulseiras de identificação do evento e ainda foram apreendidos cerca R$ 600,00 reais.

Os organizadores duas multas de R$ 10.000,00 e 2.000,00

Os suspeitos e as drogas foram no Centro Integrado de Segurança e Cidadania – CISC.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Condutor perde controle da direção e capota carro na entrada de Cáceres

Publicado

Assessoria

O motorista de um carro perdeu o controle da direção e capotou o veículo na entrada de Cáceres, na BR 070. De acordo com informações do Polícia Militar, apesar dos danos materiais, não houve feridos graves.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a motorista seguia para uma chácara na região do Facão em companhia de outras 4 pessoas, quando ocorreu o acidente.

O carro acabou capotando por várias vezes nas proximidades do Pórtico de entrada de Cáceres conhecido popularmente como “Caranguejão” por volta das 11h da manhã deste sábado (27). O automóvel, um Fiat Gran Siena de cor prata, ficou com as rodas para cima, e com diversas avarias.

Os militares do Corpo de Bombeiros realizaram o resgate do condutor de 50 anos, duas senhoras de 63 e 45 anos com lesões leves e que estavam em choque devido ao acidente, ambos foram encaminhados ao Hospital Regional Dr. Antônio Fontes em Cáceres.

De acordo com os bombeiros o condutor teria dito que adquiriu o veículo na data de ontem (26) e que o volante teria travado no momento do acidente.

Comentários Facebook
Leia mais:   No 'aniversário da pandemia', Bolsonaro critica lockdowns
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana