Connect with us
Desde o início das investigações, foram notificados 8.049 casos suspeitos

O Ministério da Saúde divulgou, na quarta-feira (22), novos dados de microcefalia. Até 18 de junho, foram confirmados 1.616 casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso, sugestivos de infecção congênita em todo o país.

 

Desde o início das investigações, em outubro do ano passado, 8.039 casos suspeitos foram notificados ao Ministério da Saúde.

 

Do total de notificados, foram descartados 3.416 casos por apresentarem exames normais, ou por apresentarem microcefalia ou malformações confirmadas por causa não infecciosas. Também foram descartados por não se enquadrarem na definição de caso. Outros 3.007 permanecem em investigação.

 

Do total de casos confirmados, 233 tiveram confirmação por critério laboratorial específico para o vírus Zika. O Ministério da Saúde, no entanto, ressalta que esse dado não representa, adequadamente, a totalidade do número de casos relacionados ao vírus. A pasta considera que houve infecção pelo Zika na maior parte das mães que tiveram bebês com diagnóstico final de microcefalia. Os 1.616 casos confirmados em todo o Brasil ocorreram em 576 municípios, localizados em todas as unidades da federação e no Distrito Federal.

 

Leia mais:   INSS e DPU firmam acordo para acelerar atendimento e acessos de cidadãos à benefícios previdenciários

Em relação aos óbitos, no mesmo período, foram registrados 324 óbitos suspeitos de microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central após o parto ou durante a gestação (abortamento ou natimorto) no país. Isso representa 4% dos casos notificados. Destes, 86 foram confirmados para microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central. Outros 182 continuam em investigação e 56 foram descartados.

 

O Ministério da Saúde ressalta que está investigando todos os casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central informados pelos estados, além da possível relação com o vírus Zika e outras infecções congênitas. A microcefalia pode ter como causa, diversos agentes infecciosos além do Zika, como Sífilis, Toxoplasmose, Outros Agentes Infecciosos, Rubéola, Citomegalovírus e Herpes Viral.

 

A pasta orienta as gestantes adotarem medidas que possam reduzir a presença do mosquito Aedes aegypti, com a eliminação de criadouros, e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.

 

Distribuição dos casos notificados de microcefalia por UF, até 18 de junho de 2016.

 

Regiões e Unidades Federadas

Casos de Microcefalia e/ou malformações, sugestivos de infecção congênita

Total acumulado1 de casos notificados de 2015 a 2016

Em investigação

Confirmados2,3

Descartados4

Brasil

3.007

1.616

3.416

8.039

Alagoas

68

74

176

318

Bahia

648

263

243

1.154

Ceará

177

123

209

509

Maranhão

76

130

61

267

Paraíba

287

143

457

887

Pernambuco

477

366

1.165

2.008

Piauí

9

87

73

169

Rio Grande do Norte

258

113

64

435

Sergipe

70

111

54

235

Região Nordeste

2.070

1.410

2.502

5.982

Espírito Santo

83

13

61

157

Minas Gerais

59

3

55

117

Rio de Janeiro

282

72

146

500

São Paulo

211ª

10b

173

394

Região Sudeste

635

98

435

1.168

Acre

11

2

27

40

Amapá

1

7

3

11

Amazonas

12

7

5

24

Pará

43

1

44

Rondônia

5

5

7

17

Roraima

5

10

11

26

Tocantins

53

17

85

155

Região Norte

130

49

138

317

Distrito Federal

5

5

36

46

Goiás

47

14

79

140

Mato Grosso

85

27

119

231

Mato Grosso do Sul

2

3

14

19

Região Centro-Oeste

139

49

248

436

Paraná

3

4

30

37

Santa Catarina

1

1

5

7

Rio Grande do Sul

29

5

58

92

Região Sul

33

10

93

136

Leia mais:   Mais de 9 mil candidatos disputam uma vaga de deputado federal
 DA AGÊNCIA BRASIL
Comentários Facebook

Destaque

Golpe do anydesk: Idosa tem prejuízo de R$ 3,8 mil ao dar acesso remoto do celular a um golpista

Published

on

 

Uma aposentada de 69 anos, moradora do Jardim Brasil, em Americana, teve um prejuízo de R$ 3.876 depois de liberar o acesso remoto do celular a um golpista. O caso ocorreu no último dia 11 e foi comunicado à Polícia Civil nesta quarta-feira (12).

Segundo informações do registro policial, na terça-feira (11), uma pessoa ligou no telefone fixo da aposentada e se apresentou como sendo um funcionário do banco de onde ela tem conta.

Durante a conversa, o suposto funcionário explicou que uma transferência fraudulenta em sua conta tinha sido realizada. Momentos depois, ele retornou a ligação, dessa vez informando que uma fraude estava ocorrendo naquele momento.

O estelionatário indicou que poderia resolver os problemas, mas para isso a vítima precisaria baixar um aplicativo em seu celular chamado AnyDesk, que permite acesso remoto de outro usuário ao aparelho (veja dicas de como evitar golpes aqui). Acreditando ser o representante do banco, a mulher baixou o aplicativo.

Com o acesso, o golpista conseguiu realizar três empréstimos na conta da aposentada, de R$ 363, R$ 209 e outro R$ 1.304. Além disso, um Pix no valor de R$ 2 mil foi feito.

Leia mais:   INSS e DPU firmam acordo para acelerar atendimento e acessos de cidadãos à benefícios previdenciários

Na quinta-feira, a idosa recebeu uma mensagem do banco, informando que ela tinha entrado em seu limite especial. Foi neste momento que ela descobriu que tinha sido vítima de um golpe.

Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia de Americana como estelionato e será investigado.

 

Por Paula Nacasaki – https://liberal.com.br/

 

Áudio de uma pessoa explicando como quase caiu no golpe:

Comentários Facebook
Continue Reading

Cáceres e Região

CMEC de Cáceres – MT promove novo Processo Seletivo

Published

on

O Conselho Municipal de Educação de Cáceres anunciou a abertura de inscrições para um novo Processo Seletivo, que tem como objetivo preencher uma vaga, além de formar cadastro reserva.De acordo com o edital, a oportunidade é para o cargo de Assessor Técnico (1), para candidatos com ensino superior em qualquer área.

Para participar

Os interessados na seleção podem se inscrever presencialmente, no período de 19 de agosto de 2022 até o dia 29 de agosto do mesmo ano, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 18h, no Conselho Municipal de Educação de Cáceres, localizado na Avenida Brasil, 119, Bairro Vila Mariana – COC

Como forma de classificação, os concorrentes serão avaliados em duas etapas, sendo elas prova escrita e dissertação, ambas previstas para acontecer no dia 15 de setembro de 2022.

Informações complementares podem ser obtidas por meio do edital completo que consta em nosso site.

Jornalista: Ana Luiza Nogueira
 
Fonte: PCI Concursos
Comentários Facebook
Leia mais:   Prefeitura leva vacinação contra a Covid-19 nesta terça-feira no Jardim Universitário
Continue Reading

Mais Lidas da Semana