conecte-se conosco


Brasileirão Série A

Milhõe$ no banco: principais reforços seguem fora e vivem incerteza no Fla

Publicado

Gustavo Cuéllar, Cuéllar, Flamengo (Foto: Reprodução/Instagram)Cuéllar ainda é uma das principais esperanças do Fla para este ano (Foto: Reprodução/Instagram)

Rafael Vaz e Réver foram os reforços de número 11 e 12 do ano no Flamengo. Perto dos altos investimentos da temporada, porém, os gastos com esses dois passam longe da rotina delicada das grandes contratações do time no ano. A dupla mal chegou e já forma a dupla de zaga titular contra o Cruzeiro, nesta noite de quarta-feira, às 21h45, no Mineirão. No banco, o técnico Zé Ricardo mantém Cuéllar e Mancuello, o que significa deixar fora jogadores que vão custar total de R$ 20 milhões aos cofres rubro-negros. Isso somente falando em compra de direitos econômicos. E o caso dos gringos não é raro nos últimos tempos quando se observa os grandes investimentos do Flamengo. Contratações que foram disputadas no mercado e celebradas pela torcida na ocasião, mas que ainda não foram justificadas no rendimento em campo.

O atacante Marcelo Cirino, que tem chance de começar a partida depois de nova sequência na reserva, foi ainda mais caro. Em parceria com o fundo de investimento Doyen, o Flamengo tirou a revelação do Atlético-PR a peso de ouro. O grupo, que tem 80% de eventual valores de venda do atleta rubro-negro, pagou 3,5 milhões de euros – o que representava em janeiro do ano passado mais de R$ 16 milhões.

Marcelo Cirino, que tem vencimentos acima de R$ 120 mil, teve relativo sucesso nos estaduais que participou e ainda é o artilheiro do ano no Flamengo com 10 gols. Mas, em duas temporadas de Brasileiro, quando a competitividade é maior, anotou apenas um gol em 28 partidas, sendo titular em 13 delas apenas. O Flamengo tem até 31 de dezembro de 2017 para vender o atleta. Caso contrário, o clube precisa indenizar a Doyen com os mesmos 3,5 milhões de euros, com juros de 10% ao ano.

Ederson, Flamengo, Ninho (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)Ederson, o 10 preferido, fez poucos bons jogos quase um ano depois de chegar ao Fla (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Sem contar Guerrero, atacante ainda não deu o retorno esperado ao Fla e custa quase R$ 1 milhão por mês – entre salários (R$ 650 mil) e luvas diluídas em tempo de contrato -, a aposta em Ederson até agora também fracassa. O camisa 10 veio da Lazio com alto salário – R$ 250 mil – e luvas, mas, entre lesões e altas expectativas – reforçadas este ano na pré-temporada, quando o o chefe do departamento médico disse que ele estava sendo preparado para ter “o melhor ano da carreira” – Ederson vive entre o banco e rápidos retornos ao time titular. Nesta quarta-feira, ele deve começar a partida, o que não acontece com frequência. Ele atuou 28 vezes pelo Flamengo desde que chegou, 13 delas como titular. Ederson marcou três gols.

No primeiro jogo que comandou o Flamengo, Zé Ricardo disse que colocara Cuéllar e Mancuello por situações circunstanciais da partida. O colombiano retornava após tratar entorse no tornozelo, enquanto o argentino ficaria como opção numa partida em que ele apostou em dois ponteiros abertos – Everton e Fernandinho. Por mês, eles custam cerca de R$ 400 mil na folha salarial do Flamengo. Numa diretoria com tantos cuidados financeiros – e que divulga como resultado direto do aumento de sócios torcedores o investimento no futebol -, a lista que já teve Carlos Eduardo, Moreno, Erazo, Mugni, mais recentemente o esquecido Canteros, que virou alvo de times do cenário nacional, entre outros, periga engordar com Cuéllar e Mancuello.

Cruzeiro x Flamengo

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data e horário: quarta-feira, 21h45 (horário de Brasília)
Escalação provável: Alex Muralha; Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Alan Patrick e Ederson (Everton); Fernandinho e Felipe Vizeu. 
Desfalques: Paulo Victor, Juan e Emerson
Pendurados: Everton e Léo Duarte
Arbitragem: Raphael Claus (Fifa/SP), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Rogério Pablos Zanardo (Asp Fifa/SP).
Transmissão: TV Globo para RJ, RS, SC, PR (Curitiba), MG (menos Belo Horizonte), ES, GO, TO, MS, MT, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF. PremiereFC e Tempo Real do GloboEsporte.com.

Fonte: Globo Esporte

Comentários Facebook

Brasileirão Série A

Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Publicado

A Gazeta

Após 12 jogos sem derrotas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Cuiabá perdeu a longa invencibilidade que acumulava na série A para o líder Atlético-MG neste domingo (24), em Belo Horizonte, pela 28ª rodada do Brasileirão. O galo venceu por 2 a 1 e pôs fim a longa série do auriverde sem derrotas longe de casa.

O Dourado continua com 35 pontos, em décimo lugar na tabela de classificação. O Galo, por sua vez, chegou aos 59 tentos e é mais líder do que nunca.

A mil por hora, assim começou o início do jogo entre Cuiabá e Atlético-MG no Mineirão. Logo aos 2 minutos, Nathan Silva, contra, inaugurou o marcador em recuo infeliz para Everton, que viu a bola entrar lentamente no gol. Aos 4, Hulk, dentro da pequena área, deixou tudo igual após jogada ensaiada de escanteio.

O time mineiro conseguiu a virada com Jair, que completou de cabeça para as redes após assistência de Guilherme Arana.

No início da etapa final, Hulk marcou o terceiro para o Atlético, mas o gol foi anulado após a arbitragem pegar um toque de mão do atacante. Daí em diante o Atlético continuou pressionando, mas sempre parando nas defesas seguras do goleiro Walter.

À medida que o relógio foi passando, o Atlético deixou o Cuiabá mais a vontade para trabalhar com a bola e passou a contar com os contra-ataques. O Dourado martelou, porém não conseguiu criar chances claras de gol.

O próximo compromisso do Cuiabá no campeonato brasileiro é contra o Red Bull Bragantino no dia 1º de novembro, na Arena Pantanal, às 19h30 (de MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasileirão Série A

Seleção Brasileira encerra preparação para amistoso contra República Tcheca

Publicado

Programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) também destacou a reta final dos principais campeonatos estaduais do país; ouça na íntegra

O programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) destacou o amistoso da Seleção Brasileira com a República Tcheca. Waldir Luiz, Márcio Guedes, Bruno Mendes e toda a nossa equipe também analisaram a reta final dos principais campeonatos estaduais do país e as principais notícias do esporte nacional e internacional.

Clique no player e ouça o programa na íntegra:

No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919.

Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.

Agencia Brasil
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana