conecte-se conosco


América-MG

Mau aproveitamento inicial do Coelho remete a campanhas de rebaixamento

Publicado

As últimas participações do América-MG no Campeonato Brasileiro não foram nada boas. Nas últimas sete edições da Série A com participação do Coelho, apenas em duas conseguiu se manter na elite – 2000 e 1978. Em 2000, porém, nenhum time foi rebaixado, já que não houve Campeonato Brasileiro – foi o ano da Copa João Havelange (organizada pelo extinto Clube dos 13 e vencida pelo Vasco). O desempenho americano nas primeiras rodadas do Brasileirão de 2016 não é animador. E é pior, inclusive, que o início de algumas campanhas de rebaixamentos da equipe.

danilo santos américa-mg (Foto: Mauro Horita / Agência Estado)América-MG disputou a Série A em 2011, mas acabou rebaixado (Foto: Mauro Horita/Agência Estado)

As primeiras rodadas da competição de 2000, a exemplo de 2016, também não foram boas. Na realidade, foram até piores. Naquele ano, após quatro rodadas, o Coelho tinha apenas um ponto ganho, menos que os dois conquistados até aqui na atual temporada. No final da primeira fase da competição, o América-MG tinha 27 pontos e 37,5% de aproveitamento.

Em 2001, quando o Campeonato Brasileiro voltou a ser organizado pela CBF e a definir rebaixados para a Série B, o começo do América-MG foi muito parecido com o deste ano. Nos quatro primeiros jogos, dois empates e duas derrotas. O cenário no final, porém, foi aquele que o torcedor americano não quer que se repita na atual temporada: o rebaixamento. Depois de cair para a Série B em 2001, o Coelho ficou uma década longe da Séria A, para onde voltou em 2011. O começo da temporada foi um pouco melhor, com uma vitória, um empate e duas derrotas nos primeiros quatro jogos, mas o fim foi o mesmo: mais um rebaixamento.

Henrique; Cruzeiro; América-MG (Foto: Washington Alves/Light Press)Campanha inicial do América-MG em 2016 não é boa (Foto: Washington Alves/Light Press)

De volta à Série B

Nas três edições da Série A anteriores a 2000 com participação do América-MG, o resultado final também foi a queda para a Série B. Em 1998, o time conseguiu uma vitória e um empate nas quatro primeiras rodadas – aproveitamento melhor que o deste ano – mas terminou na 21ª posição – de 25 times – e rebaixado.

Em 1993, o início da competição foi animador: duas vitórias e dois empates nos quatro primeiros jogos. No final do ano, porém, mais um rebaixamento. Em 1979, o Brasileirão teve 80 times na disputa, e o início do Coelho foi excelente: três vitórias nos quatro primeiros jogos. O time perdeu fôlego durante a competição e foi rebaixado para a Série B da temporada seguinte por critérios do ranking da CBF.

O alento vem de 38 anos atrás, no Brasileirão 1978. Naquela edição, 74 times disputaram o Brasileirão Série A. Nas quatro primeiras rodadas, o América-MG venceu um jogo e empatou outro, perdendo outros dois – campanha melhor que a atual. O time manteve certa regularidade durante a competição e conseguiu se manter na elite para a temporada seguinte.

Para repetir o feito neste ano e permanecer na elite, o Coelho precisa encontrar o caminho das vitórias. Até aqui, na Série A de 2016, foram quatro jogos, com dois empates e duas derrotas. O time ocupa, no momento, a 18ª posição do Brasileirão, na frente apenas de Cruzeiro e Sport. A próxima oportunidade de buscar os três pontos e tentar fugir da zona de rebaixamento é nesta quinta-feira, quando o América-MG enfrenta a Ponte Preta, no Independência, às 19h30 (de Brasília).

Fonte: Globo Esporte

Comentários Facebook

América-MG

América-MG terá semana de treinos, e desfalques podem voltar à equipe

Publicado

Roger América-MG (Foto: Reprodução/ SporTV)Roger pode voltar aos treinos ainda esta semana (Foto: Reprodução/ SporTV)

Depois de conseguir
uma vitória sobre o Atlético-PR, por 1 a 0, e sair da lanterna do Campeonato
Brasileiro, os atletas do América-MG ganharam a terça-feira de folga. A
reapresentação da equipe será na manhã desta quarta-feira, quando Enderson
Moreira começa a preparação da equipe para o jogo contra o São Paulo, na
próxima segunda, às 20h (de Brasília), no Independência. 

Para esta semana,
Enderson Moreira pode ter a volta de um dos três lesionados. O zagueiro Roger
passou por uma cirurgia, na última terça, para corrigir a fratura no nariz que
sofreu no jogo contra o Palmeiras. Para o site do clube, o diretor médico do
Coelho, Cimar Eustáquio, disse que o jogador pode ter que usar uma máscara
protetora no nariz para voltar às atividades. Roger passa bem, e deve ser
liberado para treinar e ficar à disposição do treinador.

Além do zagueiro, Alison continua na
recuperação de uma pubalgia, e o lateral- esquerdo Gilson, passou por cirurgia
na última semana, pois também sofreu uma fratura. O lateral operou dois dedos
da mão direita. Alison e Gilson serão reavaliados, e podem voltar a treinar
nesta semana. O América-MG terá toda a semana de treinos, e no domingo os
atletas se concentram para o jogo contra o tricolor paulista. 


Comentários Facebook
Continue lendo

América-MG

Atuação de garotos revelados na base do América-MG empolga treinador

Publicado

América-MG; Enderson Moreira (Foto: Reprodução/Premiere)Para Enderson Moreira, vitória foi um “resultado merecido” (Foto: Reprodução/Premiere)

A vitória de 1 a 0 em cima do Atlético-PR, na noite de segunda-feira, foi comemorada pelos jogadores e pelo técnico Enderson Moreira. O resultado não tirou o time da zona de rebaixamento, mas da lanterna – após 22 rodadas. E, também, pode servir de motivação para jogadores revelados nas categorias de base do clube e que sonham em se firmar no grupo profissional. 

Contra o Atlético-PR, o Coelho teve quatro “crias” em campo. O meia Matheusinho e o zagueiro Messias, que foram titulares, e os volantes Renato Bruno e Makton – que
atuou como zagueiro e fez sua estreia como profissional – que entraram no decorrer da partida. Enderson Moreira falou da felicidade em ver a garotada jogando, mas fez a ressalva que se trata de atletas jovens, que estão sendo preparados
suportar melhor a pressão de jogos importantes.

– Temos observados
estes meninos constantemente. É claro que primeiro nós precisamos
colocar atletas que têm que assumir a responsabilidade por serem mais
experientes. Não podemos colocar nas costas desses meninos a
responsabilidade de tirar o América da zona de rebaixamento, de ganhar
jogos extremamente complicados. Então fomos preparando essa garotada
para que eles pudessem entrar em algumas situações de pressão de jogos
importantes, mas com um preparo melhor. Escolhemos hoje os dois (Renato
Bruno e Makton) e eu fico feliz por eles. É um primeiro passo para que
eles possam dar sequência. Entrar em um jogo e jogar bem não é tão
fácil, mas se manter jogando bem é o grande desafio de quem é jovem.
Manter uma regularidade para que eles possam buscar seu espaço – observou o treinador, em entrevista ao site oficial do clube.

 Depois que o Santa Cruz perdeu para o Botafogo, a gente trabalhou com a
grande oportunidade de sair da lanterna. Felizmente, conseguimos este
resultado, mesmo que  não deixe a zona de rebaixamento.
Enderson Moreira

Fora da lanterna

Enderson Moreira comemorou a vitória que tirou o América-MG da lanterna. E elogiou o futebol apresentado pelos comandados dele, especialmente no segundo tempo.

– Foi um resultado merecido. Tivemos algumas dificuldades no primeiro tempo, mas acho que no segundo, principalmente no último terço do jogo, nós conseguimos buscar o resultado que nos tira dessa lanterna. Depois que o Santa Cruz perdeu para o Botafogo, a gente trabalhou com a grande oportunidade de sair da lanterna. Felizmente, conseguimos este resultado, mesmo que  não deixe a zona de rebaixamento.

Folga

O América-MG volta a campo apenas na próxima segunda-feira. Encara o São Paulo, na capital paulista. Os jogadores ganharam a terça-feira de folga e se reapresentam na manhã de quarta-feira.


Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana