Connect with us
 

Galo forte. É como diz o hino do Atlético-MG, e como a torcida atleticana gosta de ver o time em campo. E a vitória de 1 a 0 sobre o líder Palmeiras (veja os principais lances no vídeo acima), neste domingo, na Arena do Palmeiras, em São Paulo, dá moral ao elenco atleticano, já que a equipe colou no G-4 e já está a seis pontos da primeira colocação. Para o técnico Marcelo Oliveira, a atuação na capital paulista fica em segundo plano, quando o resultado era mais importante, pensando na sequência e no futuro atleticano da competição.

Palmeiras x Atlético-MG Marcelo Oliveira (Foto: Marcos Ribolli)Agora pelo Galo, Marcelo Oliveira retornou ao estádio do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

– Não diria nem atuação, que pode ser até melhor tecnicamente.
Erramos um ou outro contra-ataque, alguma bola, recuamos muito no final. Mas a estratégia,
a marcação, o contra-ataque, foi legal. Uma vitória como essa fortalece muito,
com certeza. É importante ter aproveitamento alto em casa e buscar
resultado fora. Quando é em cima de um concorrente direto, é ainda melhor. Nos aproximamos
mais do líder do campeonato. Vamos nos preparar para o Santa Cruz. O Independência vai estar cheio para que a gente possa buscar
uma vitória.

segundo Marcelo, o Galo cumpriu bem em campo o que foi determinado, que era segurar a pressão inicial do Palmeiras, equilibrar as ações e chegar ao gol.

– A ideia era controlar o início do jogo, porque o Palmeiras
faz uma pressão imensa para fazer o gol e depois recuar e explorar os
contra-ataques. O Tchê Tchê é um jogador interessante, é volante, mas aparece
bem na frente. O (Lucas) Cândido fez bem o seu papel. Acho que é uma opção que podemos
utilizar, com o Fred e o Robinho mais soltos, sem aquela obrigação fixa de marcar.

Confira outros temas abordados por Marcelo na entrevista coletiva:

Time com atletas novos, da base, e jogadores experientes

– É preciso mesclar, o jovem, com muita vontade, correndo
muito, querendo crescer, e o jogador experiente controlando o jogo. O Pratto,
o Robinho, o Fred, fizeram isso bem hoje.

Conhecer o time do Palmeiras, que treinou até este ano, ajudou?

– É relativo. O Cuca também conhece os jogadores do Atlético-MG. Você passa a informação para os jogadores, de um
chute de fora da área, da velocidade, de uma diagonal que um jogador faz. Todo
mundo sabe um pouquinho de todo mundo. O jogo se revolve é lá dentro (de campo).

Galo mais forte com jogadores que retornaram de lesões

– O Atlético-MG tem um número bom de
jogadores. O negócio é formar o time. O time precisa ser ajustado. O elenco é
bom. Vamos aproveitar que o time está mais forte, com os jogadores que voltam
de lesão. Tem o (Júnior) Urso também. Vamos aproveitar esse momento e fortalecer o time
para o que vem pela frente.

Comentários Facebook

Atlético-MG

Carlos César quer bom resultado fora para não ter pressão no jogo de volta

Published

on

Carlos César, lateral do Atlético-MG (Foto: Eduardo Deconto)Carlos César quer voltar para BH com um bom resultado contra o Inter (Foto: Eduardo Deconto)

Pela primeira vez nesta Copa do Brasil, o Atlético-MG decidirá a vaga jogando em casa. Contra o Internacional, o duelo de ida será nesta quarta-feira, no Beira-Rio, às 21h45 (de Brasília), e o jogo de volta no Independência, na quarta-feira da próxima semana. Apesar do bom histórico recente pelo torneio quando é mandante, o discurso no Galo é de atenção total também fora de casa.

O lateral Carlos César, que volta ao time após cumprir suspensão no duelo contra o Juventude, pelas quartas de final do torneio, entende a vantagem de decidir em casa, mas destaca que ela só ganha efeito se o resultado fora for bom.

– Teoricamente, é melhor decidir em casa, mas como a Copa do Brasil é um
campeonato diferente, se a gente não tiver um resultado bom aqui, podemos levar
uma pressão pra casa e dificultar o jogo. A gente tem que fazer um bom jogo
aqui pra fazer valer o resultado em casa e lá ser um ponto a mais pra gente
conquistar a nossa classificação.

Único semifinalista da Copa do Brasil que ainda sonha com o título do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG divide as atenções entre os dois torneios, mas não tem prioridade por um ou por outro, garante Carlos César.

– A gente trata as duas competições da mesma forma, e vamos buscar o nosso
objetivo nas duas competições. A gente não pode colocar uma na frente da outra,
porque a gente pode se complicar. A gente sabe que vai enfrentar um jogo
difícil. Eu não sei o que o Inter prioriza, mas a gente sabe que eles
conquistaram um resultado bom diante do Santos, jogando com um time mesclado.
Vamos trabalhar forte, sabemos que vamos encontrar uma equipe forte. Estamos
jogando fora de casa e estamos preparados pra fazer uma grande partida.

O Atlético-MG encerrou sua preparação para o jogo contra o Internacional nesta terça-feira, em treino no CT do Grêmio. O técnico Marcelo Oliveira fechou a atividade e não deu sinais de quem será titular, mas o provável Galo que joga nesta quarta-feira terá: Victor; Carlos César, Erazo, Gabriel e Fábio Santos; Leandro Donizete,
Júnior Urso e Otero (Cazares); Clayton, Robinho e Lucas Pratto.

Apenas o aquecimento foi liberado para a imprensa (Foto: Eduardo Deconto)Apenas o aquecimento do treino do Galo foi liberado para a imprensa (Foto: Eduardo Deconto)

Comentários Facebook
Continue Reading

Atlético-MG

Marcelo fecha parte do treino em Porto Alegre, e escalação no meio é mistério

Published

on

O Atlético-MG chegará ao Beira-Rio, na quarta-feira, para o jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil, envolto em suspense para encarar o Internacional, às 21h45 (de Brasília). Em busca de vaga na final da Copa do Brasil pela segunda vez em três anos, o técnico Marcelo Oliveira fechou o último treino antes da partida, no CT Luiz Carvalho, do Grêmio, e acrescentou uma pitada de mistério sobre a equipe atleticana para a decisão.

Apenas o aquecimento foi liberado para a imprensa (Foto: Eduardo Deconto)Apenas o aquecimento foi liberado para a imprensa (Foto: Eduardo Deconto)

Nesta terça-feira à tarde, o comandante liberou apenas os primeiros minutos da atividade. Assim, os jornalistas tiveram acesso apenas aos trabalhos de aquecimento, sem quaisquer indicações de time para a partida contra o Internacional. Em meio às definições, o treinador depara com a baixa de Fred, que já atuou na Copa do Brasil pelo Fluminense e não pode defender o Galo na competição. Lucas Pratto comandará o ataque do Galo.

As dúvidas de Marcelo Oliveira são no meio de campo. Ainda não é certa a volta de Rafael Carioca, suspenso contra o Figueirense, pelo Brasileiro. Na armação, ainda não está definido se entra Otero Ou Cazares.

A provável formação, sem confirmação de Marcelo Oliveira, tem: Victor; Carlos César, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso e Otero (Cazares); Clayton, Robinho e Lucas Pratto. Atlético-MG e Inter se enfrentam no Beira-Rio, nesta quarta. O confronto da volta está marcado para a próxima quarta, também às 21h45, no Independência.


Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana