Connect with us
Dados são da SES-MT e fazem referência aos casos notificados em 2015.

Em 2015, mais de uma pessoa por dia foi notificada com vírus HIV positivo em Mato Grosso. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) e foram divulgados nesta quinta-feira (13). Segundo o levantamento do órgão, naquele ano, a taxa de pessoas diagnosticadas com o vírus foi de 1,4 por dia. Em relação a 2016, os dados apontam que, até março, 70 pessoas foram infectadas pelo vírus HIV.

 

Nos últimos três anos, o número de infectados aumentou quase seis vezes em todo o estado. Ao todo, 530 pessoas foram notificadas com o vírus em 2015 – o ano com maior número de infecções nesse período. Em 2014, foram 333 notificações. Já em 2013, o ano com menor número de infectados, 93 casos foram registrados em Mato Grosso.

 

Segundo o infectologista Ivens Scaff, os dados estatísticos refletem a realidade do estado. “O dia a dia está em concordância com os números. Nos últimos dois meses, eu já atendi quatro novos casos de pacientes com HIV”, relatou.

Leia mais:   33 cidades do Estado, inclusive, Cáceres tem fornecimento afetado por batida de postes no fim de semana

 

De acordo com o médico, o maior número de pacientes portadores do vírus em Mato Grosso é de homossexuais entre 35 e 45 anos. No entanto, o número não é uma prerrogativa para o preconceito, segundo Scaff. “Esse é o perfil com maior incidência, porém, casos em pessoas heterossexuais também são registrados”, ponderou.

 

Aids
Em contraponto, o número de pacientes que morreram com Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) apresentou queda em relação aos últimos anos. No ano passado, 188 pacientes morreram por causa da doença. Em 2014, o número de óbitos pela doença foi de 209 pessoas. Já nos três primeiros meses deste ano, 22 pessoas já morreram com a doença.

 

As pessoas notificadas com o vírus HIV não necessariamente já desenvolveram Aids. O vírus evolui e destroi determinados glóbulos brancos, o que deixa o doente à mercê de infecções denominadas oportunistas (como a tuberculose, a pneumocistose e a toxoplasmose).

 

A doença pode ser transmitida por via sexual, sanguínea ou materno-filial durante a gravidez ou a lactação.

Leia mais:   Protesto de professores em greve pode comprometer possível eleições de Tulio e Valdeníria (Vídeo)

 

Os casos confirmados de Aids em Mato Grosso também diminuíram. Até março deste ano, 49 pessoas já foram diagnosticadas com a doença. Em 2015, os casos confirmados da doença foram 26,09% menor que os registrados em 2014, quando 774 pessoas foram diagnosticadas com a doença.

 

A queda, segundo Ivens Scaff, reflete a qualidade do tratamento contra a doença. Segundo ele, o tratamento precoce aliado à força de vontade em seguir com a medicação, traz qualidade de vida aos pacientes.”Eu costumo dizer aos pacientes que ainda não falamos em cura para a Aids, mas podemos garantir saúde e qualidade de vida”, disse Scaff.

DO G1

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Coordenação Geral do 39º FIPE diminui valor das inscrições da prova de pesca de canoa

Published

on

Assessoria

A prefeitura de Cáceres anunciou na tarde desta quarta-feira (29), que a Coordenação Geral do 39º FIPE, diminuiu os valores das inscrições para a participação na prova de pesca  de Canoa.

“Fizemos uma revisão e decidimos diminuir a inscrição da Pesca de Canoa, que a princípio estava estipulada em R$ 400 reais por equipe. A nova taxa ficou definida em R$ 200 reais”, informou o secretário de Turismo Cláudio Henrique Donatoni.

Com relação ao valor da outra modalidade embarcada,  a pesca motorizada,  não houve alteração, continua R$ 500 reais por equipe participante. Já para a pesca infanto-juvenil as inscrições são gratuitas.

O secretário ainda informou que a pesca de caiaque, que acontece este ano como exibição, será organizada pela associação de caiaqueiros de Cáceres, inclusive as inscrições para a pesca.

“Venham participar deste grande festival de pesca , façam suas inscrições, serão mais de R$ 400 mil reais em prêmios. Este é um evento que  promove  o incremento do turismo e a educação ambiental”, concluiu Cláudio Henrique.

Leia mais:   Prefeitura lança campanha de conscientização contra queimadas e incêndios florestais

Esdras Crepaldi

Comentários Facebook
Continue Reading

Cáceres e Região

Advogado Fransérgio Rojas Piovesan assume Secretaria Municipal de Assuntos Estratégicos

Published

on

Assessoria

A prefeita Eliene Liberato Dias, anunciou mais uma mudança no seu primeiro escalão. O advogado Fransérgio Rojas Piovesan foi nomeado nesta quarta-feira (29), para chefiar a Secretaria Municipal Especial de Assuntos Estratégicos – SMEAE . Para Eliene as mudanças em cargos comissionados são comuns e as trocas necessárias.

Que pela experiência e potencial que tem Fransérgio Piovesan , trouxe ele para os Assuntos Estratégicos. “O Fransérgio é uma escolha minha, uma nomeação pessoal, não é indicação de ninguém”, assinalou ela.

A prefeita falou ainda que ele substitui  o professor Cláudio Henrique Donatoni, que assumiu a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, pasta responsável pela realização do Festival Internacional de Pesca Esportiva. “O Cláudio fez um bom trabalho na SMEAE e está fazendo também no turismo”, avaliou Eliene.

Ao falar sobre o novo desafio à frente da SMEAE, Fransérgio Rojas Piovesan disse estar motivado e  pronto para essa nova função.

“Assumo esta pasta importante para o fluxo administrativo, com muita dedicação e compromisso. Espero contribuir com lealdade e muito trabalho à  administração da prefeita Eliene Liberato Dias”, confidenciou Fransérgio.

Leia mais:   UTIs de MT voltam a lotar e 91% dos pacientes não tomaram todas as doses da vacina

O novo secretário  falou da grande responsabilidade que assume. “A pasta de Assuntos Estratégicos desempenha funções de assessoramento e agenda do prefeito, relacionamento com a Câmara Municipal e a população cacerense.

Acompanha a publicidade dos atos, programas, obras, serviços, e  campanhas da administração municipal. Planeja e supervisiona o cumprimento da política de comunicação e divulgação social. Temos muito trabalho pela frente”, reconheceu Piovesan.

Esdras Crepaldi

 

Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana