conecte-se conosco


Destaque

Líderes de ataques são transferidos para presídio federal

Publicado

Os quatro homens apontados como líderes dos ataques em Cuiabá e outras cidades do Estado foram transferidos da Penitenciária Central do Estado (PCE) para uma unidade federal.

Contudo, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) não confirma para onde foram levados João Luiz Baranosk, Reginaldo Silva Rios, Carlos Alberto Vieira Teixeira e Reginaldo Aparecido Moreira.

Os quatro possuem ligações com organizações criminosas e foram autuados por organização criminosa e crime de incêndio.

Baranosk, conhecido como “Matrinxã”, Rios, vulgo “Japão” e Teixeira, apelidado de “Carlinhos”, foram presos em flagrante na noite de domingo (12), dentro da PCE.

Durante a busca, realizada nos raios 3 e 4 da penitenciária, foram encontrados aparelhos celulares e outros materiais que comprovam a participação dos três nos ataques.

Teixeira confessou que enviou um áudio ordenando que os comparsas causassem o terror na cidade. Já Baranosk e Rios negaram a participação nos crimes.

Contudo, em um dos aparelhos apreendidos, foi constatado que Rios estava em grupo de aplicativo do telefone móvel ligado a uma organização criminosa.

Leia mais:   Vereador pede que prefeitura cancele o carnaval 2022 em Cáceres

Os celulares encontrados passarão por perícia para extrair outras provas, inclusive aquelas que foram deletadas.

Moreira, conhecido como RG, foi o primeiro a ser detido, ainda na noite de sexta-feira (10), quando os ataques iniciaram. Após a prisão, ele foi conduzido para o isolamento na PCE, onde já cumpria pena por crime organizado.

Rios responde por tráfico de drogas. Carlos por assalto a mão armada e homicídio. Por sua vez, Baranosk cumpre pena por formação de quadrilha, roubos majorados e porte ilegal de arma de fogo.

Prisões

Até o momento, 21 pessoas foram conduzidas à delegacia para prestar esclarecimentos quando aos ataques do final de semana no Estado. Destas, sete acabaram sendo liberadas.

Em Cuiabá, foram cinco prisões. Além dos líderes, foi preso Halailthon Rodrigues Souza, o “Peruca”. Ele é acusado de incendiar um ônibus no ponto final do bairro Pedra 90.

As outras prisões aconteceram em Barra do Garças (509 km a leste), onde duas pessoas foram presas por incendiarem duas viaturas do Sistema Socioeducativo.

Leia mais:   Governo paga servidores estaduais nesta terça-feira (30)

Em Primavera do Leste (251 km ao sul), quatro foram detidos após o incêndio de uma viatura da Polícia Militar e de um veículo utilitário.

Já em Cáceres (225 km a oeste), uma pessoa, ligada ao Comando Vermelho, foi presa com combustível.

Natalia Araújo, repórter de A Gazeta

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Anvisa confirma dois casos da variante ômicron no Brasil

Publicado

R7 Notícias

Dois brasileiros que desembarcaram no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, apresentaram teste positivo para a variante Ômicron do coronavírus, identificada na África do Sul. A informação foi confirmada pela Anvisa e por fontes do Ministério da Saúde ouvidos pelo R7.

O resultado do teste, realizado pelo laboratório Albert Einstein, ainda é preliminar. Os próprios passageiros, marido e esposa, procuraram o laboratório, localizado no aeroporto, para realizar o teste requerido para o retorno à África do Sul.

Segundo a Anvisa, a entrada do passageiro no Brasil ocorreu no último dia 23, isto é, antes da notificação mundial da nova variante, que foi relatada pela primeira vez à OMS (Organização Mundial de Saúde) no dia 24.

A entrada também foi anterior à edição da Portaria Interministerial CC-PR/MS/MJSP/MINFRA 660, de 27 de Novembro de 2021, que proibiu, em caráter temporário, voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pela África do Sul e que também suspendeu, em caráter temporário, a autorização de embarque para o Brasil de viajantes estrangeiros, procedentes ou com passagem, nos últimos 14 dias antes do embarque, pelo país africano.

Leia mais:   Apelo: AMM orienta cidades a não realizarem Réveillon e Carnaval em MT

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Prefeitura zera demanda reprimida de exames de mamografia em Cáceres

Publicado

Por – Esdras Crepaldi

A  demanda reprimida de exames de  mamografia na rede pública municipal  de saúde foi zerada pela Prefeitura de Cáceres. A redução no tempo de espera foi possível em razão do aumento da oferta, onde a prefeitura, por meio do Consórcio Intermunicipal de Saúde, adquiriu  342 mamografias  e ofertou mais 65 pelo Hospital Regional de Cáceres, totalizando 407 exames entre outubro e novembro de 2021.

A secretária de Saúde, Elis Fernanda de Melo Silva, comemorou esses números e disse que  agora   um paciente que precisa realizar esses exames é atendido dentro do próprio mês da solicitação. Elis disse que hoje existe apenas demanda mensal recente e que zerar a fila de espera demonstra o compromisso da prefeita Eliene Liberato Dias com uma saúde mais humanizada e de fácil acesso.

A secretária ainda informou que durante o Outubro Rosa, através de uma parceria com a Santa Casa de Cuiabá, foram realizados 90 exames de ultrassom de mama para pessoas de Cáceres.

Leia mais:   Prefeitura zera demanda reprimida de exames de mamografia em Cáceres

“São avanços importantes e números significativos”, celebrou Elis que disparou, “E não é só isso, com  o retorno das cirurgias eletivas, através do contrato firmado  entre o estado de Mato Grosso e o Hospital São Luís, no momento, a demanda de cirurgião geral também encontra-se praticamente zerada na regulação, mais uma conquista para a saúde de Cáceres”, ressaltou a secretária Elis Fernanda.

A prefeita Eliene Liberato Dias se diz feliz com os resultados obtidos pela saúde municipal. Para ela várias decisões, como o retorno ao Consórcio Intermunicipal de Saúde, permitiram zerar a fila de espera de mamografias.

“Vamos seguir trabalhando com determinação e criatividade para superar todas as demandas reprimidas geradas no período da pandemia do coronavírus e seguir investindo cada vez mais nesta área. Estamos conquistando muitos avanços na Saúde, que é prioridade da nossa gestão desde o início deste mandato. Estamos muito felizes em poder zerar mais uma fila de atendimento na área da Saúde”, finalizou a prefeita Eliene.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana