conecte-se conosco


Cáceres e Região

LEI ALDIR BLANC: Banda de Cáceres lança performance audiovisual como ‘ensaio’ de seu primeiro álbum

Publicado

Assessoria
Enquanto o distanciamento social ainda é necessário, o audiovisual vem sendo aliado daqueles que anseiam por encontros proporcionados pela música. E é com o sentimento de saudade dos palcos que O Mormaço Severino entrega uma performance intimista, que reúne, em vídeo, seis das canções mais melódicas de seu extenso repertório autoral.

A partir desta quinta-feira (14), às 18h, o público poderá assistir a ‘Ensaio sobre a Cidade’ no canal do Youtube da banda pelo link: https://youtu.be/RkWPcWm8VzU.

O novo trabalho foi viabilizado com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio de edital realizado pela Prefeitura Municipal de Cáceres, através da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, e Governo Federal via Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

Aliás, o conceito de “ensaio” cabe bem ao contexto, já que O Mormaço Severino prepara, após mais de uma década de trajetória, o tão esperado primeiro álbum de estúdio com incentivo da mesma lei – desta vez com projeto selecionado no edital MT Nascentes, da Secretaria de Estado de Cultura Esporte e Lazer (Secel).

“Estamos muito felizes por essas oportunidades, porque a banda está na luta há muitos anos. Nós que sempre falamos sobre a realidade da cidade de Cáceres e sabemos o quanto é difícil fazer música no interior, acreditamos ser muito importante que a Cultura do estado seja difundida para o maior número de pessoas possível”, destaca Janaina Lima, a Jheine, que imprime a potência de sua voz às canções da banda.

Leia mais:   Casal de bolivianos é preso pelo Gefron e Defron com 3 quilos de cocaína pura no centro de Cáceres

Assim como o futuro trabalho de estúdio, ‘Ensaio sobre a cidade’ traz narrativas musicais tecidas em Cáceres, que falam sobre a cidade, seus habitantes e expõem as dores que atormentam as margens calmas do Rio Paraguai. Reflexo de uma juventude esquecida, mas que se reinventa juntamente com a “princesinha do Pantanal”.

Até a gravação de ‘Ensaio sobre a cidade’, O Mormaço não se encontrava em sua formação completa desde o início da pandemia da covid-19. Após lives ‘voz e violão’ em festivais online durante período de isolamento – e até um videoclipe de música inédita feita por emulação no celular -, a gravação do vídeo foi também uma forma de registrar os experimentos sonoros que resultam da união dos seis integrantes em ação.

O vídeo foi realizado no Espaço Bosque, em Cáceres, e tem realização da produtora audiovisual Cubo Mágico, capitaneada pelo cineasta Leandro Peska, que também vive na cidade. Foi seu olhar que possibilitou que O Mormaço Severino fosse capturado com detalhes, e sem artificialidades.

Leia mais:   Mais de 18 mil eleitores estão com os títulos cancelados ou suspensos em Cáceres

“O Leandro realmente conseguiu captar o Mormaço em imagens. É puramente a banda, sem constrangimentos, com liberdade e em ação. Eu vejo o vídeo e consigo ver a gente ali”, adianta Rauni Vilasboas que, junto ao baixista Ronaldo Gonçalves, é fundador da banda e compositor das canções.

O Mormaço Severino

Voltada para músicas autorais e experimentações sonoras, O Mormaço Severino está na ativa desde 2009. A banda é composta por seis integrantes que fazem da música um instrumento de afirmação de suas identidades.

O Mormaço é Jheine Lima (voz), Rauni Vilasboas (letra e guitarra), Ronaldo Gonçalves (baixo), Diego Vicente (o Keka, teclado), Welington Fernandes (MC Fernandes, percussão) e Luis Guilherme (bateria). Musicalmente, mistura influências do blues, rock, baião, música folk mato-grossense e saranzo, com toques psicodélicos e letras ritmadas.

Em 2015, a banda se apresentou no IV Mato Rock de Músicas Autorais do Estado de MT, conquistando o 1º lugar na premiação. Depois disso, foram apresentações em Cáceres, Rondonópolis, Mirassol e Cuiabá, em festivais como Fipe, Cerrado Fuzz Festival, Cáceres Rock Festival, Ixpia O Festival, Sarau da Figueira e Sarau das artes Free.
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas tocando instrumentos musicais, pessoas no palco e violão
A imagem pode conter: 1 pessoa, no palco
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas tocando instrumentos musicais e barba
A imagem pode conter: 1 pessoa
A imagem pode conter: Luis Guilherme, sentando, tocando um instrumento musical e barba

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Jovem de 18 anos morre durante racha de moto em Poconé

Publicado

Da Redação

     Um jovem de 18 anos, identificado como José Flávio Germano dos Santos Lira, morreu durante racha entre motocicletas, na manhã de domingo (28), no distrito de Chumbo, em Poconé (104 km ao sul de Cuiabá).

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgencia (Samu) acionou a Polícia Militar, relatando que havia uma vítima no local.

Conforme testemunhas, o jovem estava disputando racha com uma motocicleta na MT-451, conhecida como rodovia Adalto Leite. Porém, ele perdeu o controle da direção e acabou caindo fora da pista.

Por conta da velocidade, José não resistiu e morreu na hora. Uma enfermeira do Samu constatou o óbito. A Polícia Civil apura o caso.

Comentários Facebook
Leia mais:   Depois de medir 28 centímetros em outubro, Rio Paraguai em Cáceres registra um dos maiores volumes de água para o mês de novembro em 6 anos
Continue lendo

Cáceres e Região

Instituto Cometa e parceiros realizam plantio de mudas de árvores nativas nas margens do rio Paraguai

Publicado

Assessoria

O Instituto Cometa e parceiros através do Projeto Florestar, realizam ontem 25/11, a plantação de mudas nas margens do rio Paraguai, principalmente nas áreas afetadas pelas queimadas, e doação de mudas para as comunidades ribeirinhas. foram realizada o plantio de 800 mudas.

Estiveram presentes participando das ações de recuperação das matas ciliares e ações de educação ambiental para 20 alunos das escolas municipais Tancredo Neves e Escola Duque de Caxias.

Contamos com a parceria da Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros, Marinha do Brasil, da Secretaria de Meio Ambiente do Município, Secretaria Municipal Educação, que deram todo o suporte para a concretização da ação.
Foi possível contar com o apoio de voluntários do grupo cometa, monitores e estagiários do curso de Biologia da Unemat.

O apoio dos parceiros foi muito importante para a realização das atividades e ter um resultado gratificante, foram plantadas ao todo 800 mudas, sendo elas de ipê roxo, ipê Branco, genipapo, Jacarandá mimoso e aroeira.

Comentários Facebook
Leia mais:   Franco Valério indica instituição de Seguro Obrigatório contra acidentes para ambulâncias da prefeitura
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana