conecte-se conosco


Brasileirão Série A

Jogadas ensaiadas, elenco dinâmico e trocas: Moisés explica "novo" Verdão

Publicado

 

Com
seu melhor início no Brasileirão desde que o torneio passou a ser disputado por
pontos corridos (2003), o Palmeiras chama a atenção por ter a cara do técnico Cuca
e um grande número de variações táticas. Um estilo que tem agradado os próprios
jogadores, que compraram a ideia do comandante. Mesmo na derrota para o Cruzeiro, por 2 a 1, no último domingo, o time se manteve fiel às convicções do treinador.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO
CARTOLA FC: VEJA A PONTUAÇÃO DO SEU TIME

A maior
parte da preparação, que inclui diversas jogadas ensaiadas e um renovado
padrão, não é vista pela imprensa. Cuca fecha os treinos em dias de atividades
táticas ? os portões são abertos aos jornalistas somente quando o trabalho já
está na parte final. Vem dando resultado: já são sete vitórias em 11 jogos no
Brasileiro. 

? Às vezes
é até chato para os repórteres, que acabam ficando do lado de fora. Ele tranca
um pouco o treino, mas faz parte. São jogadas
que podem definir a partida. A falta que o Jean cobrou contra o Santa Cruz,
ninguém esperava. Nas preleções, o Cuca fala: “Vamos fazer, vocês estão bem
treinados e podem fazer”. É mérito dele, temos de enaltecer isso. E também dos
jogadores, que confiam e estão executando da melhor forma possível ? conta o
meia Moisés.

No jogo
contra o São Paulo, eu cobrei o lateral
dentro da área. No dia seguinte, o
Cuca me chamou e perguntou: ?Você tem força para jogar lá dentro??. Eu disse
que tinha. Ele falou: ?Então vamos treinar e adaptar essa arma”
Moisés,  meia do Palmeiras

 O próprio
Moisés é um dos pilares do Palmeiras polivalente de Cuca. O jogador, que pode
atuar tanto como volante quanto como armador, se notabilizou pelas cobranças
de lateral. Um fundamento que acabou se transformando em arma do Palmeiras. Já
foram três gols neste Brasileiro iniciados por arremessos de Moisés para a
área (veja no vídeo acima). Fruto da observação atenta do treinador. 

? No jogo
contra o São Paulo, num lance no segundo tempo, eu peguei a bola e cobrei para
dentro da área. Mas era uma coisa de jogo, nada treinado. No dia seguinte, o
Cuca me chamou e perguntou: ?Você tem força para jogar lá dentro??. Eu disse
que tinha. Ele falou: ?Então vamos treinar e adaptar essa arma, que pode ser
importante para a gente?. Aí começamos, deu certo. Nas últimas duas semanas,
treinei com bolas mais pesadas, as medicinais, para ter mais força e arremessar
mais longe. Se está surtindo efeito, vamos aprimorar para usufruir ? explicou. 

Moisés Palmeiras (Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação)Moisés é um dos pilares do Verdão polivalente
(Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação)

Mesmo
quando mantém a escalação, como foi nas vitórias sobre Santa Cruz e América-MG,
Cuca busca surpreender os adversários de alguma forma. No caso das duas
partidas, foram três substituições distintas: entraram Thiago Santos, Cristaldo
e Fabrício contra o time pernambucano, e Fabiano, Zé Roberto e Vitinho diante
dos mineiros. 

As
alterações não incomodam os jogadores. Pelo contrário: o elenco se sente mais
preparado para uma competição longa, e a concorrência é estimulada diariamente.

? Quando
você é bem treinado, não há problema nisso. O Cuca sabe as peças que tem. E
está sabendo usar da melhor forma possível. Nas mudanças de um jogo para o
outro, ele consegue descansar um jogador. Aí quem entra quer aproveitar a
oportunidade. Está sabendo aproveitar o elenco que tem. Isso não atrapalha de
forma alguma, só ajuda. Estamos vendo isso dentro de campo ? argumentou Moisés.

? Não é
que ele (Cuca) pega e põe para jogar. Independentemente da formação, ele
trabalha aqui no treino e executa no jogo. Com isso, a gente consegue entrar
nos jogos e desempenhar da melhor forma possível.

Agora, a missão do técnico é melhorar o desempenho do Palmeiras fora de casa neste Brasileiro. No último sábado, o Verdão teve a chance de permanecer na liderança sem depender de outros resultados, mas perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1, de virada. A equipe conquistou apenas 4 de 15 pontos disputados como visitante. 

Comentários Facebook

Brasileirão Série A

Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Publicado

A Gazeta

Após 12 jogos sem derrotas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Cuiabá perdeu a longa invencibilidade que acumulava na série A para o líder Atlético-MG neste domingo (24), em Belo Horizonte, pela 28ª rodada do Brasileirão. O galo venceu por 2 a 1 e pôs fim a longa série do auriverde sem derrotas longe de casa.

O Dourado continua com 35 pontos, em décimo lugar na tabela de classificação. O Galo, por sua vez, chegou aos 59 tentos e é mais líder do que nunca.

A mil por hora, assim começou o início do jogo entre Cuiabá e Atlético-MG no Mineirão. Logo aos 2 minutos, Nathan Silva, contra, inaugurou o marcador em recuo infeliz para Everton, que viu a bola entrar lentamente no gol. Aos 4, Hulk, dentro da pequena área, deixou tudo igual após jogada ensaiada de escanteio.

O time mineiro conseguiu a virada com Jair, que completou de cabeça para as redes após assistência de Guilherme Arana.

No início da etapa final, Hulk marcou o terceiro para o Atlético, mas o gol foi anulado após a arbitragem pegar um toque de mão do atacante. Daí em diante o Atlético continuou pressionando, mas sempre parando nas defesas seguras do goleiro Walter.

À medida que o relógio foi passando, o Atlético deixou o Cuiabá mais a vontade para trabalhar com a bola e passou a contar com os contra-ataques. O Dourado martelou, porém não conseguiu criar chances claras de gol.

O próximo compromisso do Cuiabá no campeonato brasileiro é contra o Red Bull Bragantino no dia 1º de novembro, na Arena Pantanal, às 19h30 (de MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasileirão Série A

Seleção Brasileira encerra preparação para amistoso contra República Tcheca

Publicado

Programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) também destacou a reta final dos principais campeonatos estaduais do país; ouça na íntegra

O programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) destacou o amistoso da Seleção Brasileira com a República Tcheca. Waldir Luiz, Márcio Guedes, Bruno Mendes e toda a nossa equipe também analisaram a reta final dos principais campeonatos estaduais do país e as principais notícias do esporte nacional e internacional.

Clique no player e ouça o programa na íntegra:

No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919.

Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.

Agencia Brasil
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana