Connect with us
Gabriel Jesus Palmeiras (Foto: César Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação)Gabriel Jesus é o artilheiro do Palmeiras no ano, com 19 gols (Foto: César Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Artilheiro do Palmeiras em 2016 e goleador máximo do Campeonato Brasileiro, Gabriel Jesus vai fazer falta ao Palmeiras. No domingo, o atacante se despediu dos companheiros após a vitória contra o Internacional por 1 a 0, em Porto Alegre, e partiu para a Granja Comary, onde a seleção brasileira se apresenta nesta segunda-feira e inicia preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A ausência do camisa 33 para a equipe de Cuca pode ser traduzida em números. Além dos 19 gols na temporada, o atleta tem 62% de aproveitamento em 33 partidas camisa alviverde em 2016. Sem ele, o que aconteceu sete vezes na temporada, o rendimento da equipe cai: 47,6%.

O desafio de Cuca agora é manter a boa produtividade do ataque palmeirense sem Gabriel Jesus. Como a disputa da medalha de ouro do futebol masculino nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro será no dia 20 de agosto, o atacante pode perder até seis rodadas do Brasileirão: Atlético-MG (dia 24 de julho, na arena), Botafogo (dia 1º de agosto, no Rio de Janeiro), Chapecoense (dia 4 de agosto, em Chapecó), Vitoria (dia 7 de agosto, na arena), Atlético-PR (dia 14 de agosto, em Curitiba) e Ponte Preta (dia 21 de agosto, na arena).

VEJA MAIS:
Especulado na Europa, Gabriel Jesus acalma torcida: “Fico até o fim do ano”
Com aproveitamento acima da média, Cuca faz projeção para ser campeão
Dracena exalta vitória contra o Inter e vê Palmeiras “com cara de campeão”

Quando não teve Gabriel Jesus por motivo de suspensão, contra o Santos, o treinador do Verdão apostou em um ataque com Barrios. Mas a perda da característica de movimentação na frente incomodou a comissão técnica.

Para manter a disposição tática que vem sendo utilizada pelo Palmeiras no Brasileirão, com três atacantes de velocidade, Cuca pode dar nova chance a Erik, ao lado de Róger Guedes e Dudu. Contratado por empréstimo, Leandro Pereira tem sido elogiado e também pode representar uma maior mobilidade ao time, principalmente em comparação aos demais concorrentes: Lucas Barrios, Rafael Marques e Luan ? Alecsandro ainda aguarda julgamento do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol por causa de doping.

Em entrevista recente, Cuca chegou a afirmar que pode procurar outra alternativa na maneira da equipe atuar. Isso pode representar um meio de campo com mais um jogador de marcação (Arouca, Gabriel, Thiago Santos ou Matheus Sales) ou de criatividade (Allione, Vitinho, Zé Roberto ou Fabrício), considerando Moisés, Tchê Tchê e Cleiton Xavier titulares. Até agora, a única certeza é que Gabriel Jesus e Fernando Prass deixarão saudade no Verdão.

? Ainda não pensei (nos substitutos). É seguro que o Vagner vai voltar. Mas, em substituição ao Gabriel, ainda não pensei. Vamos com calma, durante a semana, com planejamento, treinar no horário do jogo. Vamos tentar nos adaptar um pouquinho mais a esse jogo das 11 horas ? disse Cuca, já projetando o duelo do próximo domingo, contra o Atlético-MG, na arena.

? (Gabriel Jesus) É um jogador com o qual a gente se acostumou a jogar. Ele e o Fernando Prass vão fazer muita falta, mesmo confiando no elenco que a gente tem ? completou.

Os atacantes do Palmeiras em 2016:

Gabriel Jesus

Idade: 19 anos
Altura: 1,75m
Números em 2016: 33 jogos e 19 gols
Status: incontestável
Ponto forte: é a grande referência ofensiva da equipe palmeirense. Não à toa é o artilheiro do Verdão no ano e maior goleador do Brasileirão.
Ponto fraco: será desfalque durante a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio – a disputa da medalha de ouro do futebol masculino será no dia 20 de agosto.
Contrato: 18/12/2019

Dudu

Idade: 24 anos
Altura: 1,66m
Números em 2016: 30 jogos e seis gols
Status: incontestável
Ponto forte: artilheiro do time em 2015, cresce nos jogos decisivos e divide a responsabilidade com o trio.
Ponto fraco: tem tido dificuldade para estar em 100% das condições físicas desde abril, quando sofreu lesões musculares na reta final do Paulistão.
Contrato: 31/12/2018

Róger Guedes

Idade: 19 anos
Altura: 1,82m
Números em 2016: 16 jogos e três gols
Status: titular
Ponto forte: perdeu apenas dois jogos do Brasileirão – um por suspensão e um por opção. Rápido e driblador, ganhou a confiança da comissão técnica atuando pelo lado direito do ataque palmeirense.
Ponto fraco: jovem, vive sua primeira oportunidade em um grande clube. Ainda precisa se firmar.
Contrato: 31/3/2021

Erik

Idade: 21 anos
Altura: 1,72m
Números em 2016: 18 jogos e dois gols marcados
Status: opção
Ponto forte: tem características semelhantes as de Gabriel Jesus: rápido e habilidoso, pode jogar como centroavante ou aberto pela ponta.
Ponto fraco: ainda sofre com irregularidade. Foi bem na pré-temporada e depois perdeu espaço com Marcelo Oliveira. Já com foi titular contra o Sport e marcou seu primeiro gol, mas não teve boa atuação contra o Santos logo na sequência. No domingo, contra o Inter, foi o herói da vitória.
Contrato: 30/12/2020

Leandro Pereira

Idade: 25 anos
Altura: 1,90m
Números em 2016: 2 jogos e nenhum gol.
Status: opção
Ponto forte: retornou ao Palmeiras após um ano na Bélgica e vem ganhando elogios de Cuca por poder desempenhar função de referência, mas também por ter velocidade para buscar o jogo fora da área.
Ponto fraco: estava de férias até se apresentar ao Verdão, no fim de junho. Precisa de tempo para voltar a render 100% fisicamente.
Contrato: 30/6/2017

Lucas Barrios

Idade: 31 anos
Altura: 1,89m
Números em 2016: 13 jogos e três gols.
Status: corre por fora
Ponto forte: experiente, tem no currículo competições importantes com a seleção do Paraguai e passagem por grandes clubes do futebol do exterior. Teve destaque nos jogos decisivos da Copa do Brasil do ano passado.
Ponto fraco: mais fixo e de pouca mobilidade, não se encaixa no atual desenho tático palmeirense. Perdeu espaço após sofrer duas lesões musculares neste ano e já discutiu publicamente com Cuca sobre o seu aproveitamento na equipe.
Contrato: 4/7/2018

Rafael Marques

Idade: 33 anos
Altura: 1,90m
Números em 2016: 20 jogos e três gols
Status: corre por fora
Ponto forte: sempre diz que prefere atuar pelos lados, mas também pode ser utilizado como centroavante. Cresce nos momentos decisivos, principalmente nos clássicos.
Ponto fraco: ainda não conseguiu embalar, como em 2015. Nas poucas chances que teve como titular nesta temporada acabou bem abaixo das expectativas.
Contrato: 31/12/2017

Luan

Idade: 27 anos
Altura: 1,86m
Números em 2016: 2 jogos e nenhum gol.
Status: corre por fora
Ponto forte: polivalente, pode jogar aberto pela esquerda e ajudar na marcação.
Ponto fraco: voltou ao time em junho, após três anos e meio após uma série de cirurgias para corrigir lesão no tendão de Aquiles do pé esquerdo. Ainda precisa readquirir ritmo de jogo.
Contrato: 21/12/2017

Alecsandro

Idade: 35 anos
Altura: 1,83m
Números em 2016: 27 jogos e dez gols
Status: aguarda julgamento do TJD
Ponto forte: versátil, ganhou a confiança de Cuca por ter condição de sair da área e abrir o jogo pelo meio e laterais.
Ponto fraco: pego no exame antidoping em abril, ainda no Paulistão, ele já cumpriu 30 dias de suspensão preventiva.
Contrato: 31/12/2016

Comentários Facebook

Entretenimento

Eclipse lunar traz ‘Lua de sangue’ no domingo (15); saiba mais

Published

on

No próximo domingo (15), acontecerá o primeiro eclipse lunar de 2022. Será um eclipse do tipo total, que ocorre quando a Lua cheia se move para a chamada sombra umbral profunda da Terra (parte mais interna e escura). Isso ocorre porque nosso planeta passa em frente à luz solar enviada para o nosso satélite natural.

De acordo com o astrofísico americano Fred Espenak, conhecido por prever eclipses, como a Lua cheia do dia 15 de maio é a chamada superlua, por estar no perigeu, o ponto mais próximo da Terra, esse eclipse será considerado uma superlua de sangue. O fenômeno, que poderá ser visto em todo o Brasil, ocorre quando a luz do sol passa pela atmosfera terrestre, mas desvia pelos comprimentos de onda para refletir de forma avermelhada na Lua.

Diagrama da sombra do eclipse lunar do dia 15 de maio. (Fonte: NASA/Divulgação.)Fonte:  NASA 

Quando acontecerá o eclipse total da Lua no domingo?

Conforme o perfil Astronomiaum no Twitter, nas cidades com fuso horário de Brasília, o eclipse lunar de domingo terá início às 22h32, e terá o seu ápice na madrugada de segunda-feira (16) à 1h11, com o término ocorrendo às 3h51. Além do Brasil, a Lua de sangue poderá ser vista também nos EUA e Canadá, além de partes da África e Europa.

Diferentemente do eclipse solar, que só é observável em uma área relativamente pequena do mundo, os eclipses lunares podem ser vistos em qualquer lugar no lado noturno da Terra. A sua visualização também é mais segura, pois esses fenômenos não necessitam de nenhum tipo de proteção para os olhos, pois são mais escuros do que a própria lua cheia em si.

Para quem mora em grandes cidades, e não pretende viajar para locais com baixa poluição visual para assistir ao eclipse total da Lua no domingo, será possível visualizá-lo através do canal oficial da NASA do YouTube. O telescópio da agência aeroespacial norte-americana irá iniciar a transmissão das imagens do fenômeno a partir da zero hora do dia 16 de maio, no horário de Brasília.

Para assistir, basta clicar no link acima para definir o lembrete e, na hora marcada, acompanhar os detalhes em alta resolução.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/ciencia/238420-eclipse-lunar-traz-lua-sangue-domingo-15-saiba.htm

Comentários Facebook
Continue Reading

Brasileirão Série A

Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Published

on

A Gazeta

Após 12 jogos sem derrotas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Cuiabá perdeu a longa invencibilidade que acumulava na série A para o líder Atlético-MG neste domingo (24), em Belo Horizonte, pela 28ª rodada do Brasileirão. O galo venceu por 2 a 1 e pôs fim a longa série do auriverde sem derrotas longe de casa.

O Dourado continua com 35 pontos, em décimo lugar na tabela de classificação. O Galo, por sua vez, chegou aos 59 tentos e é mais líder do que nunca.

A mil por hora, assim começou o início do jogo entre Cuiabá e Atlético-MG no Mineirão. Logo aos 2 minutos, Nathan Silva, contra, inaugurou o marcador em recuo infeliz para Everton, que viu a bola entrar lentamente no gol. Aos 4, Hulk, dentro da pequena área, deixou tudo igual após jogada ensaiada de escanteio.

O time mineiro conseguiu a virada com Jair, que completou de cabeça para as redes após assistência de Guilherme Arana.

No início da etapa final, Hulk marcou o terceiro para o Atlético, mas o gol foi anulado após a arbitragem pegar um toque de mão do atacante. Daí em diante o Atlético continuou pressionando, mas sempre parando nas defesas seguras do goleiro Walter.

À medida que o relógio foi passando, o Atlético deixou o Cuiabá mais a vontade para trabalhar com a bola e passou a contar com os contra-ataques. O Dourado martelou, porém não conseguiu criar chances claras de gol.

O próximo compromisso do Cuiabá no campeonato brasileiro é contra o Red Bull Bragantino no dia 1º de novembro, na Arena Pantanal, às 19h30 (de MT.

Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana