conecte-se conosco


Destaque

Governo investe 1,9 bilhão em serviços de saúde

Publicado

Das despesas totais realizadas em 2015 houve um aumento 176,7 mi

O Governo do Estado investiu no decorrer do ano de 2015 e no primeiro quadrimestre de 2016 valor de R$ 1.899.812,60 em ações e serviços de saúde. Deste total, R$ 1.592.798,40 são provenientes do Tesouro do Estado, o que reforça o compromisso da gestão em buscar melhorias para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).  Os dados foram apresentados nesta semana, durante audiência pública da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso para prestação de contas da gestão do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Das despesas totais com saúde realizadas em 2015 houve um aumento 176,7 milhões de reais em comparação ao ano de 2014, quando 998 milhões foram investidos. Somente nos quatros primeiros meses desse ano, já foram gastos R$ 481.533,10, sendo 220,4 milhões relativos ao pagamento de servidores e encargos sociais.

 

O secretário de Saúde, Eduardo Bermudez, afirmou que apesar da situação nacional da saúde pública, os números apresentados, embora ainda não sejam ideais, são satisfatórios.

 

“Sem perder o estimulo que é trabalhar com a saúde, sem perder o estímulo que é trabalhar com o Governo do Estado e sem perder o estímulo que é trabalhar com os servidores estamos apresentando esses números com muita satisfação. A União desembarcou da saúde pública, mas nós não podemos deixar nossa população desassistida, por isso estamos fazendo e faremos muito mais para que os serviços ofertados tenham a qualidade que almejamos e que os usuários do SUS merecem”.

Leia mais:   Policiais e fiscais autuam em flagrante lanchonete Copo Sujo por descumprimento do decreto

 

O gestor destacou, ainda, que o estado passou por um longo período em que os investimentos na área da saúde foram realizados de forma inadequada, o que resultou em serviços precários. “Mato Grosso passou 12 anos sem investimentos no setor da saúde. Em 2015 começamos a reverter essa realidade e aumentamos os investimentos com recursos próprios de 8,3 para 18,2 milhões de reais, além de manter os recursos totais comprometidos com ações de saúde acima do montante de recursos preconizado legalmente, que é de 12%”, explica o gestor.

 

Outro ponto destacado na prestação de contas foi o aumento de leitos de UTI implantados no estado. Ao todo foram 49 leitos apenas em 2015. Além disso, houve uma diminuição das despesas pagas referente às demandas judiciais e um aumento nos valores transferidos para os municípios. Em 2015, foram gasto R$ 46.854.606,45 com sentenças judiciais e repassados R$ 163.037.457,18 para os 141 municípios mato-grossenses.

 

Além do demonstrativo da utilização dos recursos, a apresentação realizada pelas assessoras técnicas Karem Dall”Acqua Vargas e Luceni Grassi de Oliveira abordou também uma análise situacional da saúde, com enfoque na demografia e dados de morbimortalidade da população mato-grossense.

Leia mais:   Ocupação de UTIs segue alta e MT tem 32 mortes em 24h

 

O presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social, deputado Emanuel Pinheiro, ressaltou a importância da audiência como um controle social e efetiva participação da sociedade no debate sobre a saúde pública e cobrou que haja mais transparência nos números referente à aplicação da verba.

 

Também participaram da audiência pública os secretários adjuntos da SES Wanderson de Jesus Nogueira (Área Sistêmica), Maria Salete Ribeiro (Regionalização, Políticas e Atenção a Saúde), Maria Gabriela Boabaid Teixeira (Regulação) e Werley Peres (Serviços de Saúde). Ainda estiveram presentes os deputados Leonardo Albuquerque e Janaina Riva, além do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde e do Meio Ambiente (SISMA), Oscarlino Alves, o vereador por Cuiabá, Paulo Araújo e servidores da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Lorrana Carvalho | SES-MT

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Cáceres integra grupo de 15 cidades de MT na lista do consórcio para compra de vacina

Publicado

Vacinação contra a Covid-19, em Brasilia. Sérgio Lima/Poder360 25.01.2021

jessica@gazetadigital.com.br

Cáceres integra o grupo de 15 cidades mato-grossenses na lista do consórcio Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para compra de vacinas. O grupo reúne prefeitos de todo o Brasil para a aquisição das doses e imunizar a população. Ao todo, houve 1.703 escrituras para a compra conjunta.

De Mato Grosso integram a lista Alto Araguaia, Barra do Garças, Brasnorte, Cáceres, Campinápolis, Cuiabá, Diamantino, Nortelândia, Nova Lacerda, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Querência, Sapezal e Sorriso.

O prefeito de Barra do Garças, Adilson Gonçalves de Macedo (PSD), informou que não pode participar da reunião com os gestores durante a semana, mas já colocou a cidade como uma das que tem intenção de adquirir a vacina.

“Ainda faremos o levantamento de quantas doses, como será feito. Por enquanto colocamos a cidade na lista das que querem comprar o imunizante. Vamos economizar, cortar de outros setores e buscar formar de conseguir o dinheiro para a compra”, informou o prefeito.

O prazo de inscrição para participar do grupo foi encerrado na sexta-feira (5) e 22 das 26 capitais do país se inscreveram. A reunião dos nomes para o Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar) começou a ser feita no dia 1 de março.

Leia mais:   Veja quais cidades têm alerta de granizo no fim de semana

Agora os municípios precisam encaminhar às suas Câmaras de Vereadores os projetos de Lei que permitam a aquisição dos produtos. Depois, o documento é direcionado à FNP. Isso deve ocorrer até o dia 19 e em 22 de março será divulgada a lista com a relação das prefeituras aprovadas e, efetivamente, tentar negociar as vacinas.

Ainda não há especificação de quais vacinas serão compradas. Elas também não serão adquiridas imediatamente, mas são um plano de segurança caso o Plano Nacional de Imunização (PNI) não dê conta de toda a população.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Vereadores aprovam indicação que pede reforma completa na quadra esportiva da Escola Municipal União

Publicado

De autoria do vereador Manga Rosa, indicação foi aprovada por unanimidade

Foi aprovada por todos os vereadores da Câmara Municipal de Cáceres, na Sessão Ordinária da última segunda-feira (1), uma indicação endereçada ao Executivo Municipal solicitando reforma geral na quadra esportiva da Escola Municipal União, na região rural de Horizonte do Oeste.

De autoria do vereador Manga Rosa, a indicação busca a realização urgente de pintura, cobertura e limpeza da quadra, novas tabelas de basquete, traves para futsal e handebol, postes de sustentação para as redes de vôlei, entre outros. Solicita, também, uma reforma na cobertura da escola.

Em sua proposição, Manga Rosa justifica que é de suma importância disponibilizar aos jovens um local apropriado e condizente para a prática de esportes e condições decentes de estudo aos alunos.

O vereador afirma, ainda, que as quadras esportivas são espaços de recreação, destinados a crianças e adolescentes onde podem realizar seus jogos e atividades físicas, desfrutando da liberdade dos movimentos além da segurança por estes serem espaços fechados.

Comentários Facebook
Leia mais:   Policiais e fiscais autuam em flagrante lanchonete Copo Sujo por descumprimento do decreto
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana