Connect with us
Inauguração foi marcada pelo primeiro voo de carreira, realizado pela Azul Linhas Aéreas

O Aeroporto Regional Adolino Bedin, em Sorriso, no norte de Mato Grosso, começou a operar oficialmente nesta segunda-feira com o recebimento do voo da empresa Azul Linhas Aéreas.  O vice-governador Carlos Fávaro, acompanhando do secretário de Infraestrutura (Sinfra), Marcelo Duarte, representou o governador Pedro Taques durante o ato no município.

“O governador Pedro Taques faria questão de estar aqui nesse momento histórico Mas foi convocado para uma reunião com o presidente da república para tratar da crise e não pode estar presente”, justifica Fávaro.

O compromisso do governo em auxiliar no projeto do aeroporto começou em dezembro de 2014, antes da posse como governo eleito, conta Fávaro. “Fui chamado para a comissão pró-aeroporto, querendo o compromisso do governo do Estado com esse aeroporto, e estamos vivendo essa transformação”, comentou.

Fávaro ressalta ainda que é um presente participar da entrega do aeroporto à população sorrisiense. “Depois de trinta anos podemos chegar aqui nessa terra, nesse solo abençoado, num voo regular, mostrando a pujança e o desenvolvimento. Aquele sonho de 30 anos atrás, de que essa seria uma região próspera, se tornou realidade”, destacou.

Leia mais:   Golpe do anydesk: Idosa tem prejuízo de R$ 3,8 mil ao dar acesso remoto do celular a um golpista

Ele citou a importância do programa Voe MT e a aprovação pela Assembleia Legislativa. O programa promove incentivo fiscal às companhias aéreas para fomentar voos regionais no estado, com redução na alíquota do ICMS na aquisição de querosene de aviação.

O secretário de Infraestrutura e Logística do Estado, Marcelo Duarte, também ressaltou a importância do projeto e explicou que o aeroporto é uma das ações do governo em que destinou recursos por meio de um convênio estadual firmado com a Prefeitura de Sorriso.

“Este voo só está sendo possível devido ao programa de incentivos Voe MT, e aos investimentos feitos no aeroporto de Sorriso pela Prefeitura, além de um convênio de R$ 7 milhões com a Sinfra”, explicou Duarte.

O prefeito de Sorriso, Dilceu Rossato, apontou que do montante de recursos utilizados, a maioria do investimento veio do caixa estadual, e agradeceu o compromisso do governo com o projeto. “Sorriso é a capital nacional do agronegócio, da produção de soja, milho, e o que nós queremos também é uma cidade com qualidade de vida. Por isso agradecemos ao Governo de Mato Grosso a construção desse aeroporto”.

Leia mais:   Novas regras relativas ao teletrabalho entram em vigor

Estiveram presentes no ato os deputados estaduais Mauro Savi, Dilmar Dal Bosco, José Domingos, Wagner Ramos e Ondonir Bortolini.

Aeroporto

Foram entregues pelo Governo do Estado e Prefeitura de Sorriso a pista de pouso e decolagem, o terminal de passageiros e os instrumentos no aeroporto regional. De acordo com a Sinfra, outras obras ainda serão realizadas na unidade.

O convênio para a readequação, ampliação e modernização do Aeroporto tem valor total de R$ 8.239.169. Do total de recursos, R$ 7 milhões serão repassados pelo Estado e o restante de  contrapartida da prefeitura.

O aeroporto comportará terá também uma unidade do Corpo de Bombeiros, cujo espaço deve ficar pronto em 60 dias. Em breve, também será iniciada a construção do hangar do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), com 1.600 metros quadrados.

Durcy Arévalo/Lorena Bruschi | Vice-governadoria 

 

Comentários Facebook

Economia

Novas regras relativas ao teletrabalho entram em vigor

Published

on

De acordo com a Lei 14.437/22, a decisão entre o exercício das funções no modo remoto ou presencial é exclusiva do empregador, mas empregados precisam ser avisados com pelo menos 48 horas de antecedência se houver uma alteração no regime de trabalho. Internet e computador não são obrigações do empregador no trabalho remoto, mas podem ser negociados, custeados ou fornecidos em regime de comodato, sem caracterizar verba de natureza salarial.

As informações são do site Convergência Digital.

Comentários Facebook
Leia mais:   Novas regras relativas ao teletrabalho entram em vigor
Continue Reading

Destaque

Golpe do anydesk: Idosa tem prejuízo de R$ 3,8 mil ao dar acesso remoto do celular a um golpista

Published

on

 

Uma aposentada de 69 anos, moradora do Jardim Brasil, em Americana, teve um prejuízo de R$ 3.876 depois de liberar o acesso remoto do celular a um golpista. O caso ocorreu no último dia 11 e foi comunicado à Polícia Civil nesta quarta-feira (12).

Segundo informações do registro policial, na terça-feira (11), uma pessoa ligou no telefone fixo da aposentada e se apresentou como sendo um funcionário do banco de onde ela tem conta.

Durante a conversa, o suposto funcionário explicou que uma transferência fraudulenta em sua conta tinha sido realizada. Momentos depois, ele retornou a ligação, dessa vez informando que uma fraude estava ocorrendo naquele momento.

O estelionatário indicou que poderia resolver os problemas, mas para isso a vítima precisaria baixar um aplicativo em seu celular chamado AnyDesk, que permite acesso remoto de outro usuário ao aparelho (veja dicas de como evitar golpes aqui). Acreditando ser o representante do banco, a mulher baixou o aplicativo.

Com o acesso, o golpista conseguiu realizar três empréstimos na conta da aposentada, de R$ 363, R$ 209 e outro R$ 1.304. Além disso, um Pix no valor de R$ 2 mil foi feito.

Leia mais:   Novas regras relativas ao teletrabalho entram em vigor

Na quinta-feira, a idosa recebeu uma mensagem do banco, informando que ela tinha entrado em seu limite especial. Foi neste momento que ela descobriu que tinha sido vítima de um golpe.

Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia de Americana como estelionato e será investigado.

 

Por Paula Nacasaki – https://liberal.com.br/

 

Áudio de uma pessoa explicando como quase caiu no golpe:

Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana