conecte-se conosco


Cáceres e Região

FRONTEIRA: Estudos de Medicina Legal de Cáceres são apresentados em Congresso

Publicado

Com cinco trabalhos aprovados no Congresso Paulista de Medicina Legal e de Perícias Médicas, o médico legista aposentado da Politec de Cáceres, Manoel Francisco Campos Neto, trouxe ao evento os resultados de estudos desenvolvidos a partir de casos reais que envolvem a perícia oficial na fronteira do Brasil com a Bolívia.
Entre eles, uma pesquisa de campo voltada às lesões causadas por disparos de fuzis, um estudo sobre o tráfico cápsulas de cocaína líquida em ‘mulas humanas’, e uma solução simples para se evitar exumações desnecessárias através da coleta de fios de cabelo de vítimas que dão entrada nos Institutos Médico-Legais.
A primeira pesquisa teve por objetivo obter documentação fotográfica das características médico-legais encontradas nas lesões de entrada (de alta energia) das perfurações causadas por fuzis 5,56 mm e 7,62 mm com distâncias pré-estabelecidas.
No Brasil, armas de uso restrito são cada vez mais usadas em assaltos e até em disputas de traficantes por pontos de droga. Entretanto, segundo os autores, não aparecem descritas na literatura especializada algumas das características técnicas encontradas impressas nos ferimentos causados pelos projéteis de alta energia com referências às distâncias dos disparos.
“A partir de agora, essa pesquisa contribuirá de forma direta no desempenho dos trabalhos dos peritos criminais em locais de crimes com envolvimento de fuzis e questionará em parte o que já foi descrito nas obras técnico-periciais, como a identificação de calibres da arma e a distância de disparo com base nas lesões de entrada”, explicou.
O objetivo, disse Campos, é demonstrar que as lesões de diferentes tipos de armas de fogo são semelhantes e que podem trazer conclusões equivocadas com base em análises preliminares.
O segundo estudo demonstrou que exames de Raio-X são insuficientes para se detectar a ingestão de cápsulas de cocaína líquida, feitas por pessoas que ingerem entorpecentes para o transporte, conhecidas como “mulas humanas”. Os invólucros usualmente contém pasta base prensada e envolvida em materiais que buscam proteger da ação dos sucos digestivos e ao mesmo tempo burlar a detecção policial e médica.
O trabalho inédito analisou um caso ocorrido em Cáceres de transporte de Cocaína líquida em porções deglutidas e embaladas em camadas de látex e investigou a causa da intoxicação da vítima, considerando que os invólucros da droga aparentavam estarem íntegros.
Como metodologia, foram analisadas radiografias simples do abdome de uma mulher sobrevivente e um toxicológico de urina. Este estudo foi premiado pela comissão científica como o melhor trabalho apresentado.
Por último, uma metodologia simples e econômica que garante segurança e evita transtornos desnecessários com a realização de exumações para confirmação de identidades suspeita- a coleta de fios de cabelo para a realização de exames de DNA.
A prática já é adotada pela Gerência de Medicina Legal de Cáceres e obedece a uma cadeia de custódia que visa garantir e integridade e preservação do material biológico.
“Como acontecia em Cáceres-MT e atualmente continua na maioria dos municípios pobres do interior de nosso País, onde existem poucos recursos técnico-periciais e com grande percentual de exumações ligadas às identificações, pesquisamos e resolvemos adotar experimentalmente um método simples, prático, de baixo custo e fácil de ser realizado em qualquer serviço Médico Legal”, afirmou.
O Congresso aconteceu em São Paulo (SP) entre os dias 24 a 26 de junho e foi promovido pela Associação Brasileira de Medicina Legal e Perícias Médicas- Regional São Paulo.
Currículo
Com vasta experiência em Medicina Legal, Manoel Francisco Campos Neto é pesquisador na área e soma em seu currículo diversas premiações e apresentações em congressos científicos.
Em Setembro de 2011, participou como congressista na 19th Triennial Meeting of the International Association of Forensic Sciences (IAFS), o 9th Triennial Meeting of the World Police Medical Officers (WPMO) e o 5th Meeting of the Mediterranean Academy of Forensic Sciences (MAFS), em Funchal – Ilha da Madeira – Portugal, com oito trabalhos científicos aprovados.
Em 2012 participou do Conference of the International Academy of Legal Medicine (IALM), em Istambul, na Turquia, obtendo habilitação e aprovação para 16 trabalhos científicos que foram apresentados, representando Mato Grosso e o Brasil, dentre 34 trabalhos totais.
É coautor do “Atlas de Medicina Legal- Guia prático para médicos e operadores do Direito” (editora Leud), lançado em 2014. A obra é fruto de um trabalho de pesquisa que resultou em mais de 5 mil fotos com legendas explicativas extraídas dos arquivos dos autores que revelam sinais e lesões pouco conhecidos por muitos profissionais das áreas médica e forense.
Também é autor do livro “Mulas Humanas No Narcotráfico Internacional Bolívia-Brasil suicidas em potencial”, lançado em 2011 pela Editora Millenium.
Manoel aposentou-se da Politec em 2015 após 20 anos atuando como perito médico legista da Gerência de Medicina Legal de Cáceres.
Tita Mara Teixeira | Politec-MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Matrículas podem ser feitas diretamente nas escolas

Cáceres e Região

Unemat disponibiliza estruturas dos 13 campus para Campanha de Vacinação contra a Covid-19

Publicado

Assessoria

A Universidade do Estado de Mato Grosso Carlos Alberto Reyes Maldonado (Unemat) vai disponibilizar toda a sua estrutura física nos seus 13 câmpus para apoiar a campanha de vacinação contra a Covid -19 que deve começar na próxima semana.

O reitor da Unemat professor Rodrigo Bruno Zanin afirmou que a Unemat tem compromisso com a sociedade de Mato Grosso. “De acordo com o Plano Estadual de Vacinação, a responsabilidade de estrutura será dos municípios, poir isso a Unemat decidiu que vai disponibilizar toda a estrutura para imunização, sejam salas, freezers, limpeza, e quais outros insumos possíveis”, afirma o reitor.

Hoje (15) diversas instituições de ensino superior do Brasil aderiram à Campanha de vacinação contra a Covid-19,  cedendo suas estruturas físicas, entre elas a Unemat,  conforme matéria produzida pelas instituições.

Veja matéria na íntegra:
Universidades, Centros Universitários, Faculdades e instituições de ensino de todo o país aderem à campanha de vacinação contra a Covid-19

O Ministério da Saúde acaba de ganhar fortes aliados na campanha de vacinação contra a Covid-19. O Programa Nacional de Imunização (PNI), que deve começar ainda este mês, terá o apoio do segmento da Educação Superior em todo o país. Universidades federais, omunitárias, particulares, estaduais e municipais se uniram e colocaram as estruturas dos campi à disposição do Governo Federal com a finalidade de ampliar a atuação dos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) na vacinação da população. Essa iniciativa que prevê inclusive cessão de parte de suas estruturas físicas, equipamentos e, em alguns casos, até recursos humanos, visa dar maior potência ao SUS na tarefa de imunizar o maior número de pessoas em menor tempo possível.

Leia mais:   AMM busca apoio para estruturar escolas municipais no retorno às aulas

“Nós temos uma rede de hospitais universitários, de ensino, filantrópicos e particulares, com profissionais habilitados aos processos pedagógicos das variadas campanhas de imunização nacional e que podem ampliar o potencial de atendimento disponível no SUS”, disse o presidente do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), Waldemiro Gremski, em ofício enviado ao Ministro da Saúde, ao Ministro da Educação, ao presidente do Conselho Nacional de Saúde, ao Presidente do Fórum de Secretários Estaduais de Saúde e ao presidente do Fórum de Secretários Municipais de Saúde. “Algumas instituições educacionais já possuem projetos, em parceria com gestores de saúde municipais, estaduais e do Distrito Federal, junto às Unidades Básicas de Saúde – UBS, diz outro trecho do ofício.

Esta iniciativa é uma articulação do Fórum de Presidentes do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), que é formado por diversas associações, como a Associação Brasileira de Instituições Educacionais Evangélicas (Abiee), Associação Brasileira das Instituições Comunitárias de Educação Superior (Abruc), Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem), Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe), Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (Anec), Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup), Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung), e Fórum Nacional de Faculdades Comunitárias (Forcom).

Leia mais:   Voltar Trotes aos números de emergência tiveram redução de 40% em 2020

Até o momento, mais de 152 instituições já aderiram à iniciativa do Fórum de Presidentes do Crub, em apoio ao SUS e aos Gestores de Saúde, e, até o final de semana, poderão ser mais de 200 Instituições de Educação Superior. Elas estão disponibilizando freezers e geladeiras de alta potência, salas equipadas para as equipes do SUS (quando e onde for o caso), além de computadores e veículos para apoiar essa imunização em todos os Estados e no DF.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Unemat abre vestibular com 1.000 vagas para Educação a Distância

Publicado

Assessoria

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) lança edital para o seletivo simplificado com oferta de 1.000 vagas para cursos na modalidade Educação a Distância, para matrícula no período letivo de 2021/1. São oferecidos sete cursos, para 34 turmas em 25 municípios do estado, onde há polos de apoio presencial UAB/Unemat.

São eles: Administração Pública (nos polos de Alto Araguaia, Arenápolis, Cáceres, Ribeirão Cascalheira e São Félix do Araguaia), Artes Visuais (nos polos de Água Boa, Cuiabá, Primavera do Leste, Sapezal e Sorriso), Geografia (Aripuanã, Barra do Bugres, Campo Verde, Pontes e Lacerda e São Félix do Araguaia), História (Alto Araguaia, Colíder, Jauru, Juína e Lucas do Rio Verde), Letras (Canarana, Cuiabá, Nova Xavantina, Porto Esperidião e Vila Rica), Matemática (Canarana, Comodoro, Jauru, Porto Esperidião e Vila Rica) e Pedagogia (Água Boa, Barra do Bugres, Diamantino, Guarantã do Norte e Sapezal).

SISTEMA DE INGRESSO

A Unemat reserva 60% das vagas de todos os cursos aos estudantes que cumpriram integralmente o ensino médio em escola pública. Essas vagas são destinadas a candidatos negros, indígenas, portadores de deficiência e demais estudantes de escola pública, conforme quantidade prevista no edital.

Leia mais:   MT tem 7,8 mil pessoas em isolamento e 902 internadas

Nos cursos de licenciaturas, há também reserva de vagas para professores da rede pública de ensino, em exercício, sem formação inicial em nível superior ou que não possuam formação na área em que atuam. Confira documentação necessária no item 4 do Edital.

INSCRIÇÕES

As inscrições são realizadas somente pela internet no endereço eletrônico www.unemat.br/vestibular.

Antes de efetivar a inscrição, o candidato deverá escrever a Carta de Intenção. No ato da inscrição deverá marcar: opção do curso e polo ao qual pretende concorrer, anexar fotografia atual e carta de intenção.

ISENÇÃO DE TAXA

O prazo de inscrição com isenção de taxa é de 25 a 28 de janeiro.

A Unemat aceita inscrições gratuitas para candidatos nas seguintes condições: com renda familiar inferior a dois salários mínimos, doador regular de sangue ou Profissional Técnico da Educação Superior. Para cada caso, há documentos de comprovação específicos para serem anexados no ato da inscrição. Confira documentação necessária no item 8 do Edital.

INSCRIÇÃO COM PAGAMENTO DE TAXA

Leia mais:   AMM busca apoio para estruturar escolas municipais no retorno às aulas

A inscrição com pagamento da taxa no valor de R$ 60 deve ser feita via internet, no endereço eletrônico www.unemat.br/vestibular, de 18 de janeiro a 14 de fevereiro.

PROCESSO SELETIVO

A seleção será constituída da avaliação da Carta de Intenção. Ela deverá ser escrita de forma objetiva, clara e concisa, conforme modelo e orientações disponibilizadas no anexo do edital. O documento deverá ser anexado no ato de inscrição.

O período letivo dos cursos na modalidade Educação a Distância terá início no dia 03 de maio. Todas as publicações referentes ao processo seletivo simplificado serão divulgadas no endereço eletrônico www.unemat.br/vestibular.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana