conecte-se conosco


Política

Faissal visita Barra do Bugres, recebe título e doa uma tonelada de ração

Publicado


Foto: Carol Coutinho / Assessoria de Gabinete

O deputado estadual Faissal Calil (PV) esteve nesta quinta-feira (16) em Barra do Bugres, onde recebeu, na Câmara Municipal, o título de cidadão barrabugrense, homenagem feita pelo vereador Professor Lennon Ferreira (Podemos). Na cidade, o parlamentar aproveitou ainda para visitar entidades e uma aldeia indígena, além de fazer a doação de uma tonelada de ração para uma associação de defesa dos animais.

Em seu discurso de agradecimento, destacou a importância de Barra do Bugres para Mato Grosso e enumerou diversas ações feitas em seu mandato para o município. O deputado ressaltou ainda que os vereadores  barrabugrenses tem atuado de forma exemplar, e que, enquanto estiver na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), irá lutar para atender todas as demandas locais que chegarem em seu gabinete.

“Fiquei muito feliz em ganhar esse título, porque escolhi Mato Grosso para viver. Vim do Rio Grande do Sul e minha família escolheu esse estado. Hoje, estou na política buscando retribuir tudo o que essa terra já fez por mim. Pauto minha atuação como parlamentar, tenho atuado de forma firme para que essa cidade se desenvolva e cresça ainda mais. Defendi, por exemplo, que o Hospital Regional não fosse retirado daqui, entre outras ações”, apontou o deputado.

Leia mais:   Com emenda de Botelho, Parque dos Dinossauros se torna atração em VG

Após as homenagens, Faissal foi até a Associação de Protetores dos Animais da cidade, onde fez a doação de uma tonelada de ração. Também esteve na sede da APAE do município, onde conheceu as instalações da entidade. O deputado terminou a viagem a Barra do Bugres com uma visita a Aldeia Indígena Umutina.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Política

Deputado entrega certificados e moções de aplausos a personalidades de Poxoréu

Publicado


Entrega de certificados e moções em Poxoréu

Foto: HENRIQUE PIMENTA / ASSESSORIA DE GABINETE

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) promoveu na quinta-feira (21) a entrega de certificados de conclusão de cursos profissionalizantes e moções de aplausos para dezenas de pessoas que contribuíram com o desenvolvimento da cidade de Poxoréu. A solenidade também ocorreu em homenagem ao aniversário de Poxoréu, a ser comemorado dia 26.

O evento ocorreu na Câmara Municipal de Poxoréu e contou com a presença de vereadores, vice-prefeito, pastores, padres, políticos, comerciantes e alunos dos cursos profissionalizantes. A cantora Pamella Viola abrilhantou a solenidade com uma apresentação cultural. O deputado fez uma prestação de contas do trabalho em prol do município, parabenizou os formandos e também pessoas que trabalharam em prol do progresso de Poxoréu, que possui grande relevância histórica, sendo a cidade mãe da região sudeste.

“Como representante da região sudeste do estado na Assembleia Legislativa estamos trabalhando pelo desenvolvimento econômico da nossa cidade-mãe Poxoréu. Temos feito parcerias e destinado emendas para melhorar a qualidade de vida da população. Hoje entregamos certificados dos cursos que vão garantir a geração de emprego e renda e também homenageamos pessoas e famílias que fizeram de Poxoréu uma cidade próspera, acolhedora e com grande potencial no comércio e turismo. Vamos continuar trabalhando em prol do desenvolvimento do município, onde tenho muitos amigos e companheiros. Esta homenagem vem de encontro com a semana de aniversário da cidade de Poxoréu (25) e estamos sempre à disposição para bem representar o município”, disse o deputado.

Leia mais:   CST discute proposta de regionalização de serviços de água e esgoto em Mato Grosso

O ex-vereador e empresário Adolfo Catalá foi um dos homenageados e agradeceu ao deputado e equipe. “Muito trabalhamos por Poxoréu e para nós é uma honra receber do deputado Thiago Silva essa homenagem em nossa cidade”, disse Catalá.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

CST discute proposta de regionalização de serviços de água e esgoto em Mato Grosso

Publicado


Foto: Helder Faria

A Câmara Setorial Temática (CST) do Desenvolvimento Socioeconômico da Assembleia Legislativa discutiu, na tarde desta segunda-feira (25), uma proposta para regionalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário para o estado Mato Grosso.

O estudo prévio foi apresentado por Frederico de Vasconcelos, consultor da empresa Houer Consultoria e Concessões, e prevê a criação de seis Unidades Regionais de Água e Esgoto (URAE), levando-se em consideração características geográficas, socioeconômicas e ambientais. Conforme o consultor, as regiões possuem economias de escala, o que, em sua avaliação, constitui fator essencial para a viabilização do saneamento.

O investimento para implementação da proposta é de R$ 3,7 bilhões, a serem distribuídos em um período de 11 anos, iniciado em 2022. Como pontos positivos da regionalização, Vasconcelos destacou: economia com serviços de saúde, valorização imobiliária, fortalecimento do turismo, aumento da produtividade e geração de empregos, entre outros.

O estudo foi elaborado em conjunto com a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e utilizou informações disponibilizadas pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). De acordo com os dados, em 2019 o estado tinha uma média de 32,7% de esgoto tratado.

Leia mais:   Especialistas destacam que passaporte sanitário vai contra liberdades individuais

“A regionalização proposta pela Lei 14.026/2020 estabeleceu como responsabilidade dos governos estaduais apresentar estudos de regionalização para que as metas de universalização do serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário, resíduos sólidos e drenagem sejam alcançadas até 2033. Essas metas foram estabelecidas pelo plano nacional de saneamento básico de 2013 e a incorporação delas traz um grande desafio para todos, lembrando que a titularidade dos serviços é municipal”, salientou o consultor.

O estudo subsidiará a elaboração de um substitutivo ao PL 614/2021, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a criação de unidades regionais de saneamento básico no estado de Mato Grosso. Uma das principais alterações será a divisão do estado em seis URAES, e não 15, como prevê o atual projeto.

“Essas informações são muito importantes para que a gente apresente uma lei que realmente tenha funcionalidade e viabilidade”, ressaltou a presidente da CST e servidora da Sinfra, Rafaela Damiani.

Após apresentação e votação do substitutivo e publicação da lei, os municípios terão um prazo de 180 dias para aderirem ao projeto. Segundo Rafaela, embora a adesão não seja obrigatória, os municípios que não o fizerem ficarão impossibilitados de receber recursos estaduais e federais, bem como de fazer financiamento para essa finalidade.

Leia mais:   Projeto de lei institui a "hora do colinho" na saúde pública mato-grossense

Em seguida, será realizado um estudo de viabilidade mais aprofundado e, posteriormente, iniciados os processos de licitação para dar início aos trabalhos.

A reunião contou ainda com a participação do superintendente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Francisco de Vasconcelos, do assessor especial da Governadoria, Vicente Gahyva, e dos demais membros da CST.

A próxima reunião da CST acontecerá no dia 22 de novembro.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana