conecte-se conosco


Sem categoria

Escolas Militares de MT se destacam no Ideb e Governo planeja dobrar número de unidades no Estado

Publicado

Mato Grosso possui atualmente 12 unidades geridas pela Seduc e pela PM, que atendem cerca de 9 mil estudantes

O bom desempenho das Escolas Estaduais Militares de Mato Grosso no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi enfatizado pelo secretário de Estado de Educação, Alan Porto, ao dar posse, na manhã desta segunda-feira (22.02), aos diretores das quatro novas unidades.

Mato Grosso possui atualmente 12 unidades geridas pela Seduc e pela PM e, até o fim do ano, de acordo com o secretário de Educação, o objetivo do Governo do Estado é dobrar esse número.

Alan Porto citou a Escola Estadual da Polícia Militar Tiradentes Soldado PM Adriana Morais Ramos, de Lucas do Rio Verde, que obteve 7,1 nos Anos Finais do Ensino Fundamental. A mesma nota foi alcançada pela Escola Estadual da PM Cabo Israel Wesley Prado de Almeida, de Juara.

A EE Tiradentes de Cuiabá, obteve o índice de 6,4, o maior das escolas estaduais da Capital. Enquanto a média estadual no Ideb, para os Anos Finais do Ensino Fundamental foi de 4,5, a menor nota nas escolas militares foi de 6,4.

Na avaliação do Ensino Médio as escolas militares também se destacam. Enquanto a média estadual no Ideb foi de 3,4, nas escolas militares foi de 4,9 a 6,2.

Leia mais:   Prorrogação do decreto que proíbe abertura do comércio poderá acarretar demissão em massa em Cáceres, diz porta-voz de comerciantes

Choque de gestão

O secretário afirmou que a parceria entre a Seduc e a PM nas escolas estaduais será um choque de gestão que vai refletir em ótimos resultados na aprendizagem.

“Estamos em um momento de grandes mudanças, com diversas ações sendo implantadas para melhorar a aprendizagem de nossos estudantes. A criação das escolas militares é uma destas ações e ocorre com apoio da sociedade. Em 2020 tínhamos cerca de 3 mil estudantes nas escolas militares e para 2021 já são quase 9 mil”, exemplifica.

Alan Porto apontou que para melhorar os indicadores de desenvolvimento da educação básica em toda a rede estadual de ensino, os investimentos, até 2022, vão se aproximar de R$ 1 bilhão. “São investimentos em infraestrutura, na área tecnológica e, em especialmente, na área pedagógica”.

O secretário ainda destacou a criação, dentro da Seduc, de uma coordenadoria militar que visa facilitar a criação das novas unidades e fazer o acompanhamento dos resultados.

Comandante-adjunto da Polícia Militar, coronel Daniel Alvarenga enfatizou que a parceria Seduc e PM tem sido exitosa. “A palavra de ordem neste momento é de gratidão por tão nobre missão junto com a Seduc, contribuindo com a formação de nossos jovens e adolescentes”.

Leia mais:   Governo do Estado libera consumo de bebidas em bares, restaurantes e lanchonetes

Escolas transformadas

As novas escolas militares estão localizadas em Barra do Garças, Várzea Grande, Cáceres e Tangará da Serra. Todas eram escolas estaduais que foram transformadas, de acordo com a Lei 11.273, de dezembro de 2020.

Pela lei, os alunos já matriculados nas unidades transformadas podem continuar os estudos sem passar por um processo seletivo.

O secretário enfatizou que a área pedagógica continua de responsabilidade da Seduc, tanto em caso de criação de novas escolas militares ou na transformação das que já existem.

Tomaram posse, nesta segunda-feira:

Tenente-coronel Naildo Guedes Lima da E.E. da Polícia Militar Tiradentes SD PM Vanilson da Silva Carvalho, em Barra do Garças;

Segundo-tenente Paulo Pinto do Nascimento Jatobá da E.E. Natalino Ferreira Mendes e Escola da PM Tiradentes CB PM RR David Maciel de Campos, em Cáceres;

Capitão Márcio Pereira da Silva, da E.E. da Polícia Militar Tiradentes 1º Tenente PM Salomão Fernandes Ferreira Piovesan, em Tangará da Serra;

Tenente-coronel Edivaldo Souza de Oliveira da E.E. da Polícia Militar Tiradentes Tenente Coronel PM Louirson Rodrigues Benevides, em Várzea Grande.

Secretaria Adjunta de Comunicação

Comentários Facebook

Cáceres e Região

A “La Venezuela” centenas de desempregados se aglomeram na avenida e praça Sete de Setembro a espera de cesta básica

Publicado

     Uma cena a “La Venezuela” foi registrada na manhã desta terça-feira (6/3), em Cáceres. Em busca de alimentos, centenas ou talvez milhares de pessoas, a maioria desempregadas, se aglomeraram na praça e Avenida Sete de Setembro, para conseguir ganhar uma cesta básica que, infelizmente, não chegou.

    A maioria país de famílias, eles foram atraídos ao local, por dois motivos: primeiro, após um grupo de empresários fazer a doação de sacolões no dia anterior e ter prometido continuar a entrega hoje; e, ainda porque foram informados de que O governo do Estado estaria distribuindo 2.400 cestas básicas no município.

    Foi necessária a presença de servidores da Secretaria Municipal de Ação Social para desfazer o mal-entendido e evacuar as pessoas para evitar tumulto e aglomerações.

   “Essas famílias vieram receber cestas básicas prometidas por um grupo de empresários. Mas, pelo que se sabe, eles não farão a distribuição porque não conseguiram doações das cestas” explicou um dos representantes da secretaria informando ainda que os sacolões prometidos pelo governo só deverão ser distribuídos no fim de semana.

Leia mais:   Prorrogação do decreto que proíbe abertura do comércio poderá acarretar demissão em massa em Cáceres, diz porta-voz de comerciantes

   “É humilhante pra mim, mas é melhor pedir do que roubar né?” Indagou M.A.P (35 anos) faxineira de uma empresa de autopeças dizendo que foi demitida do trabalho porque a loja está fechada, por causa do lockdown.

   “Sou mecânico mais estou desempregado. O patrão disse que tinha que me mandar embora porque a loja está fechada e não está faturando nada. Por isso vim ver se ganho um sacolão” contou A.J.S (45 anos) afirmando que tem a esposa, a mães e três filhos menores de idade.

“Estou na fila para ganhar um sacolão como prometeram. Mas, até agora não chegou e a informação que temos é que deu zebra o negócio” disse o pedreiro B.A.P (43 anos) afirmando também que está desempregado, tem uma família de quatro filhos para dar de comer e não tem de onde tirar.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Prefeitura de Cáceres suspende matrículas e atendimento ao público

Publicado

Por Assessoria     

A  prefeitura de Cáceres por Secretaria Municipal de Educação, considerando o Decreto Federal Nº 10.282/2020; o Decreto Estadual Nº 874/2021 e Decreto Municipal Nº 302/2021, informa que as matrículas para novos alunos da Educação Infantil, bem com qualquer atendimento ao público ficam suspensos mediante vigência do decreto municipal. 

Comentários Facebook
Leia mais:   Gestora do Hospital São Luiz, Pró-Saúde tem contrato aditivado com Secretaria de Saúde no valor de mais de R$ 30 milhões
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana