conecte-se conosco


Política

Deputado Claudinei lamenta vetos de emendas na LOA que beneficiariam a segurança pública

Publicado


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) lamentou a manutenção dos vetos do governo de Mato Grosso às emendas de nº 256 e 307, propostas pela Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de nº 913/2020, em sessão ordinária, nesta tarde de segunda-feira (19). Por conta disso, não será possível a realização de melhorias nas estruturas físicas das unidades da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e o lançamento de concursos públicos das forças de segurança que carecem de efetivo. 

“Nós visitamos 13 polos regionais da Risp (Região Integrada de Segurança Pública) de Mato Grosso, ano passado, vendo os problemas da Politec, onde pudemos constatar a falta de IML (Instituto Médico Legal). Em Alta Floresta, por exemplo, familiares esperam até três dias para a liberação de corpos para fazer o sepultamento. Tem outras cidades, pela falta de IML, quando se localiza um cadáver em estado de putrefação – popular podrão -, os médicos legistas tem que examinar este corpo em um terreno ao lado da delegacia ou de uma unidade da Politec”, discursa Claudinei.

Leia mais:   Secretário presta informações à Comissão de Agropecuária da ALMT

Ele considera ser uma vergonha a situação que se encontram os prédios da Politec, em Mato Grosso. “Você já imaginou o fedor de um cadáver de cinco dias que foi localizado de forma tardia? Espalha um fedor por várias quadras e metros de distância? Uma vergonha para Mato Grosso, uma falta de humanidade para a família de quem morreu, para os servidores que ali trabalham. Os prédios das Politecs não têm estrutura. Propusemos, pela Comissão de Segurança, apenas R$ 3 milhões para melhorar todas as unidades. A gente quer ajudar o governador diminuir um pouco essa vergonha, não ficar comprando um avião de quase R$ 8 milhões. Isso é um absurdo!”, revolta o parlamentar.

Em relação à emenda de n.º 307, o veto do governo estadual foi mantido pelos deputados, que iria garantir a abertura de edital para a realização de concursos públicos para atender a Polícia Judiciária Civil (PJC), Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Politec. “Mais uma vez, propusemos através da Segurança Pública, a abertura de edital de concurso público. Tem instituição que está há mais de seis ou oito anos sem concursos. Quem sofre é a população. Tivemos 16 delegacias fechadas. Já tem um estudo da diretoria geral da PJC para fechar mais delegacias por falta de efetivo”, comenta Claudinei.

Leia mais:   Botelho solicita informações sobre medidas para a restauração do Pantanal

O parlamentar que presidiu a Comissão de Segurança da Casa de Leis, ano passado, conta que foi identificado durante as visitas aos polos regionais, um policial militar sozinho atendendo o destacamento que está lotado e outro servidor de sobreaviso em casa. Também, citou sobre um investigador que fica sozinho cuidando do prédio que presta serviço, sem nenhuma segurança. 

“Isso são exemplos que identificamos nas visitas dos 13 polos regionais. O relatório foi entregue ao governador em mãos, mas não temos a previsão da realização de concurso público. Como vamos colocar uma Delegacia da Mulher, em Rondonópolis, para atendimento 24 horas, sem efetivo? Não adianta ficar fazendo politicagem, fazer uma delegacia, como essa, se não tiver novos concursos públicos. A solução será o governo estadual fazer a abertura de concursos”, conclui o parlamentar. 

Os valores propostos para as emendas de n.º 256 e 307 foram de, respectivamente, R$ 3 milhões e R$ 6 milhões, que seriam alocados de recursos da propaganda institucional da Casa Civil de Mato Grosso. 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Política

Proposta da Previdência está bem avançada na ALMT

Publicado


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

A nova alíquota de contribuição previdenciária dos servidores aposentados e pensionista está bem avançada e deverá ser formatada até a próxima segunda-feira (17). A afirmação foi dada pelo presidente da Comissão especial criada para acompanhar e elaborar o novo percentual, primeiro-secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), nesta quarta-feira (12).  

Botelho informou que a intenção é a de formatar o texto de acordo com o esperado pela categoria, amenizando as dificuldades que enfrenta desde que passou a ser taxada em 14% da alíquota previdenciária, com a Reforma da Previdência, que entrou em vigor no início deste ano. Um dos avanços é a isenção dessa contribuição para portadores de doenças raras.  

Ressaltou que recebeu do governo a nova proposta e a encaminhou para a comissão especial, que pediu nova rodada de discussão até a próxima semana. “Vamos fechar isso. A proposta está bem avançada, mas vamos passar somente quando estiver bem aceita, 100% fechada”, informou.

O deputado encampou essa força-tarefa para buscar solução que ajude a categoria. Desde então, vem debatendo com Fórum Sindical, professores, dentre outros representantes. A categoria passou a ser taxada devido à manutenção do veto do governo ao Projeto de Lei Complementar 36/2020, que revogava esse desconto até o valor do teto do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

Leia mais:   Deputado articula derrubada de veto para garantir vacinação de professores
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Thiago Silva viabiliza melhorias para Jaciara

Publicado


Reunião no DNIT

Foto: HENRIQUE COSTA PIMENTA BRAGA

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) realizou na quarta-feira (12)  reuniões com o vereador Ivaneis Tamanho (MDB) para promover melhorias para Jaciara. O parlamentar, em conjunto com deputado Carlos Bezerra (MDB), garantiu a destinação de R$ 300 mil para o custeio da saúde no município.

Thiago Silva já havia destinado R$ 100 mil para compra de ambulância e R$ 250 mil para aquisição de um ônibus escolar que irá atender professores e alunos da rede pública.

“Temos o compromisso de trabalhar por Jaciara e todo o Vale do São Lourenço e nosso objetivo é atender as reivindicações da população, tanto na área da saúde, quanto na logística e educação”, disse o deputado Thiago.

Em um segundo momento, o vereador Ivaneis e Thiago reuniram com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Antonio Gabriel, para cobrar a pavimentação e sinalização do acesso da BR 364 próximo ao bairro Flamboyant, com objetivo de melhorar a segurança de pedestres e condutores de veículos na região.

Leia mais:   Secretário presta informações à Comissão de Agropecuária da ALMT

O superintendente afirmou que, neste primeiro momento, será feita uma operação paliativa neste ponto e, até o segundo semestre, o Dnit irá pavimentar este trecho. Thiago Silva também vai solicitar apoio da bancada federal de Mato Grosso para destinar emendas para o órgão terminar as obras do contorno viário em Jaciara. O deputado Thiago também cobrou a necessidade de um retorno próximo ao distrito de Irenópolis em Juscimeira, demanda da comunidade local.

O vereador Ivaneis agradeceu o apoio do deputado Thiago e superintendente Antonio nas tratativas que irão ajudar na logística do município.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana