conecte-se conosco


Política

Defensor da independência econômica em terras indígenas, Cattani visita lavoura de etnia Bakairi

Publicado


Deputado Gilberto Cattani visitou a Terra Indígena Santana

Foto: Daniel Silva / Assessoria de Gabinete

Defensor do desenvolvimento da agricultura sustentável em terras indígenas e da independência econômica dos índios, o deputado estadual Gilberto Cattani (PSL) visitou, nesta quinta-feira (22), a Terra Indígena Santana, no município de Nobres (280 km de Cuiabá), e viu de perto a produção de arroz realizada pelos agricultores da etnia Bakairi.

A ida até a lavoura também contou com as presenças dos deputados federais José Medeiros (Podemos) e Neri Geller (Progressistas), assim como do presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier.

Para Cattani, a iniciativa que é incentivada pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) está trazendo dignidade aos indígenas e representa uma nova fase na história do Brasil.

“Conhecemos a lavoura, só que o diferencial é que é cultivada pelos índios da etnia Bakairi. Eles estão colhendo arroz de primeira qualidade, com alta tecnologia, produzido pelos indígenas. Vieram também o Neri Geller e o Medeiros para dar apoio a isso, que é uma nova fase da história do nosso país e para todos nós, promovida por um governo que realmente se preocupa com seus cidadãos. O índio é um cidadão como qualquer outro e isso está sendo provado”, disse o parlamentar.

Leia mais:   Hospital São Luiz pede apoio da ALMT para reposição de insumos

“Nesta aldeia os índios plantam arroz. O Governo Bolsonaro está fazendo de tudo para que o índio tenha sua dignidade também. Temos como exemplo os índios da etnia Parecis, em Campo Novo, que já fazem isso e estão conseguindo dar dignidade a suas famílias e estão conseguindo suas independências”, afirmou.

O deputado federal Neri Geller, que também é produtor rural, se mostrou bastante satisfeito com o trabalho que está sendo desenvolvido pelos indígenas, com o apoio da Funai, e parabenizou a atuação de Cattani, que tem sido uma voz na defesa de assentados, assim como da independência econômica dos povos indígenas, na Assembleia Legislativa.

“Estou muito satisfeito. Estamos conseguindo no Congresso Nacional, junto com o Medeiros, dar sustentação ao presidente Bolsonaro, para que se implemente esta fórmula de fazer com que o índio tenha a opção de escolher o modelo de desenvolvimento. Se quiser viver de uma forma primitiva, que o faça, mas com a opção de poder produzir e se desenvolver. Parabéns Cattani por sua atuação na Assembleia Legislativa, saímos daqui bastante felizes”, declarou.  

Leia mais:   Deputado Claudinei visita Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis

Já o deputado federal José Medeiros afirmou que o modelo já aplicado pelo povo Bakairi, como por outras etnias em Mato Grosso, é uma revolução. “Isso é uma verdadeira revolução, uma mudança de modelo que até agora, o que se pensava era o índio tutelado. Agora não, temos que agradecer muito ao presidente Jair Bolsonaro, pois é uma revolução que ele está fazendo neste país. Os índios se sentem cidadãos e com dignidade”, frisou.

A produção de arroz realizada pelos indígenas da etnia Bakairi tem o apoio da Coordenação Regional da Funai de Cuiabá, que disponibiliza maquinário e fornecimento de combustível.

A plantação do alimento possui cerca de 72 hectares, sendo que a área total do território indígena é de aproximadamente 35.470 hectares.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Política

Procon estadual conta com apenas 8 servidores para atender 141 municípios em MT

Publicado


Thiago na plenária da AL

Foto: Marcos Lopes

O presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa, deputado Thiago Silva (MDB), está cobrando junto ao Estado um novo concurso para aumentar o número de servidores do Procon para o atendimento da população. Na terça-feira (13),  a Comissão recebeu o secretário adjunto de Proteção ao Consumidor, Edmundo Taques, responsável pelo Procon estadual, para falar dos trabalhos realizados pela Instituição entre 2020 e 2021.

Durante a primeira reunião ordinária da Comissão, o adjunto do Procon apresentou um relatório de ações de fiscalização realizadas em Mato Grosso. De 2015 a 2019 o Procon tem atendido uma média de 20 mil pessoas por ano e durante a pandemia a demanda aumentou diante de denúncias recebidas.

De acordo com Taques, houve denúncias da população sobre preços abusivos durante a pandemia no setor de alimentos com o óleo diesel, feijão, carne e também em remédios como azitromicina, ivermectina, combustível e consulta médica. 

O secretário também informou que hoje o Procon Estadual possui 17 servidores, sendo que alguns estão afastados e apenas oito atendem a demanda de 141 municípios. De acordo com Thiago Silva é preciso um novo concurso e fortalecer o Procon nos municípios.

Leia mais:   Comissão de Defesa do Consumidor recebe secretário-adjunto do Procon-MT

“Acredito que o governo deva fazer um concurso para atender a demanda, pois 8 servidores por mais competentes que sejam, não consegue atender a demanda de um estado continental como Mato Grosso. Defendo também a informatização e o investimento em tecnologia para que o Procon possa estar mais próximo do cidadão. O Procon municipal das cidades do estado também merece uma atenção especial, para complementar o trabalho realizado pelo órgão estadual”, disse o deputado Thiago.

Edmundo disse durante a reunião que, entre março e abril de 2021, durante as autuações cerca de R$ 400 mil reais em multas foram aplicadas a supermercados de Mato Grosso por não coibirem aglomeração e o uso de máscara. “O Procon tem atuado junto da polícia no trabalho de fiscalização orientativa em bares e restaurantes com objetivo de conscientizar a população sobre a importância do distanciamento social e o uso de máscara”, disse Taques.

Thiago Silva também recebeu na terça-feira, em seu gabinete, o diretor do Procon de Cuiabá, Genilto Nogueira, para debater ações conjuntos entre Executivo e a Comissão para que não ocorra os preços abusivos praticados de forma injusta no mercado. O deputado defende o fortalecimento da rede de proteção e o aparelhamento dos órgãos de defesa do consumidor.

Leia mais:   CST para discutir políticas de inclusão de pessoas com deficiência debate plano estratégico em primeira reunião do ano
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Rotam recebe EPIs, fardamento e armamento

Publicado


Foto: ELIEL TENORIO PEREIRA

Com direito a R$ 6 milhões, por meio de emendas apresentadas ao Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2020, o deputado estadual Elizeu Nascimento (PSL) priorizou a destinação de suas emendas livres para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiro Militar do Estado de Mato Grosso. Desse total, mais de R$ 3 milhões estão sendo destinados para as duas corporações. Na quarta-feira (12), o deputado participou da entrega de fardamento e equipamentos aos policiais do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), adquiridos com recursos de emendas do parlamentar.

O deputado Elizeu Nascimento destinou R$ 2,5 milhões para a PMMT. “Essa verba foi destinada para minha honrosa Polícia Militar, onde servi durante 18 anos. Tenho um diálogo muito aberto com meus irmãos de farda, sei das necessidades que a polícia tem, também sei que esse recurso não é o suficiente para resolver todos os problemas da Corporação, mas é um pontapé inicial”, destacou Elizeu.

Por meio da destinação de emenda parlamentar do deputado Elizeu Nascimento de nº 307, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, através do processo nº 273295/2020, foi possível a aquisição de conjunto completo de equipamentos de proteção individual (EPIs) aos militares do batalhão Rotam. Foram entregues fardamento camuflado combat shirt; capa de colete modular de última geração com os acessórios para a atuação no patrulhamento tático; cinto de guarnição e coldre, e kit de aph tático, com todos os materiais de primeiros socorros necessários. Também foram entregues sete fuzis calibre 556 modelo TaurusT4, somando um total de R$ 350.746,99.

Leia mais:   Projeto que cria rede de atenção a pessoas com esquizofrenia é aprovado ALMT

“Mesmo nesses tempos críticos que estamos vivendo, a Policia Militar não deixou de atuar na linha de frente no combate à criminalidade. Hoje o policial irá passar a utilizar equipamentos padronizados, equipamentos de última geração, hoje isso é possível através da contribuição da emenda do deputado Elizeu Nascimento”, declarou o comandante do batalhão Rotam.

O comandante do quartel do Comando-Geral, coronel PM Jonildo José de Assis, destacou o trabalho da 19ª Legislatura da ALMT. “No passado, nossos parlamentares estaduais tinham receio em entregar emendas para a instituição, sei que nessa legislatura contagiada pelo deputado Elizeu Nascimento, eles entenderam as nossas necessidades de equipar homens e mulheres para atender e dar segurança à população. A nossa responsabilidade aumenta com os parlamentares e com a população. Mais uma vez agradeço ao deputado”, disse o comandante da PM.

“Investir na segurança pública é investir no cidadão que paga seus impostos. Esse investimento quem ganha é o cidadão, que contará com policiais capacitados e equipados para garantir a segurança da população”, enfatizou o secretrário de estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Leia mais:   Deputados aprovam PLC que trata de subsídio dos membros da Defensoria Pública
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana