conecte-se conosco


Estadual

Cuiabá repatria zagueiro campeão do Mato-Grossense

Publicado

O Cuiabá garantiu mais um reforço para o setor defensivo da equipe na Série C do Campeonato Brasileiro 2016.

Trata-se do zagueiro Samuel Teram, capitão do título Mato-grossense pelo Dourado em 2014 e atual campeão pelo Santo André na Série A2 do Campeonato Paulista, também conquistando o acesso para primeira divisão do Paulistão 2017.

“É muito bom voltar a um lugar que você foi feliz. Fui campeão aqui e tive uma temporada muito importante na carreira naquele ano. Pretendo nesse ano ser muito mais feliz, para isso, temos que chegar no final da temporada classificados para a Série B ou quem sabe com o título”, afirmou o zagueiro.

Samuel foi o capitão do Cuiabá na reta final da Série C do Campeonato Brasileiro de 2014, quando o time da capital mato-grossense ficou a apenas uma vitória da classificação.

“Apesar da conquista do estadual e dos bons jogos que fizemos naquele ano, eu sai do Cuiabá chateado, até porque o objetivo principal nós não conseguimos por pouco, ficamos a um passo da classificação para as quartas de final do Brasileiro. Agradeço essa nova oportunidade e vamos lutar pelo acesso que esse clube merece”, completou Samuel.

Leia mais:   AMM acompanha tramitação de projeto que autoriza municípios a adquirir vacinas contra Covid-19

O Cuiabá estreia na Série C do Campeonato Brasileiro no próximo sábado, dia 21 de maio, contra o Remo, a partir das 18 horas, na Arena Pantanal. O jogo promete, pois será o primeiro encontro das equipes depois da final histórica na Copa Verde 2015.

Os ingressos custam R$20 e R$10(meia). Mulheres e crianças até 12 anos acompanhadas de um pagante tem direito a entrada grátis.

Fonte: Cuiabá E.C

Comentários Facebook

Destaque

Covid-19: MT está com 87,11% de ocupação de leitos de UTI na rede pública

Publicado

G1 MT

Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com Covid-19 na rede pública de Mato Grosso registraram, nesse sábado (27), 87,11% de ocupação. Nas enfermarias, o índice é de 41%. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 392 internações em UTIs públicas e 361 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 87,11% para UTIs adulto e em 41% para enfermarias adulto.

Mato Grosso já registrou, até este sábado, 250.526 casos de Covid-19 e 5.786 mortes em decorrência da doença no estado. Foram notificadas 557 novas confirmações nas últimas 24 horas.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (53.656), Rondonópolis (19.387), Várzea Grande (15.878), Sinop (12.883), Sorriso (10.302), Tangará da Serra (9.981), Lucas do Rio Verde (9.332), Primavera do Leste (7.419), Cáceres (5.545) e Nova Mutum (5.064).

Reunião

Ele destacou que Mato Grosso já está com a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em 80% e não há como abrir novos leitos porque não há profissionais disponíveis.

A primeira reunião ocorre a partir das 8h30 e contará com a participação de secretários de Estado, representantes do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas, Ministério Público, Defensoria Pública e demais instituições.

Já a segunda reunião, prevista para 11h30, será com a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) e com os prefeitos dos 141 municípios.

De acordo com Mauro Mendes, a capacidade de atendimento nas UTIs públicas e privadas em Mato Grosso já está se esgotando, realidade que já tem assolado vários outros estados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Presidente da AMM participará da reunião com os poderes para discutir a situação dos municípios devido a pandemia da Covid-19

Publicado

Assessoria

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga é um dos convidados para a reunião virtual, promovida pelo governador Mauro Mendes com os demais poderes, na próxima segunda-feira, 01/03, ás 10.30h, para tratar da situação emergencial com a pandemia da Covid-19. Em seguida, ás 11.30h, outra reunião virtual está programada com os prefeitos, para debater as  medidas emergenciais a serem tomadas em relação aos municípios. Entre estas medidas, poderá ser  adotada a quarentena obrigatória em todo Estado

O Ministério Público do Estado pediu que a Justiça determine que as prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande criem decretos com medidas mais restritivas de prevenção, em um prazo de 24 horas. Medidas como o fechamento de qualquer atividade de lazer ou eventos que gerem aglomerações.

Na opinião do presidente da AMM, além de Cuiabá e Várzea Grande, como propõe o Ministério Público, os outros municípios também tem que ter medidas mais severas, haja visto que os pacientes mais graves, acabam sendo transferidos para Cuiabá e Várzea Grande, lembrando que na maioria dos municípios, principalmente os menores não tem leitos de UTI.

Leia mais:   Nova remessa da CoronaVac contemplará idosos de 80 a 84 anos

Fraga ressaltou ainda que, inclusive uma audiência pública que estava programada para o dia 4 de março,  em Vila Bela da Santíssima Trindade, com o objetivo de discutir o Zoneamento Socioeconômico Ecológico de Mato Grosso, organizada pela AMM e a prefeitura de Vila Bela foi cancelada. Estaria também na organização deste o evento a presidente da Associação Campos do Guaporé,  Terezinha Helena Staut Costa, o presidente do Sindicato Rural, José Teixeira e o presidente da Associação Ricardo Franco, Newton Mioto, com a participação de outras entidades do Estado, além de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e demais lideranças da região.

A  AMM vem orientando os prefeitos desde o início da pandemia na adoção de medidas restritivas como toque de recolher, uso de máscaras,  álcool em gel,  o distanciamento e o isolamento social, cancelamento de eventos públicos e privados, bem como medidas de restrição de atividades que geram as aglomerações, no sentido de evitar a propagação do novo coronavírus.

Entre as recomendações, estão também as relacionadas as atividades escolares. “Realizamos um levantamento com 128 prefeitos sobre o retorno, de que forma poderiam ser a retomadas das aulas. Não recomendamos nem mesmo no sistema híbrido, pois mesmo com todos os cuidados, poderá provocar aglomerações nas escolas, podendo ser apenas remoto. Neste momento, precisamos unir esforços par salvar vidas”, alertou Neurilan.

Leia mais:   Com aumento de casos, sem UTIs e enfermarias para Covid, Estado deve decretar lockdown

De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, já foram notificados 249.969 casos confirmados da Covid-19, sendo registrados 5.769 mortes em decorrência do coronavírus. “A situação é preocupante e por este motivo, estamos sempre emitindo notas técnicas e ofícios para os gestores com as recomendações de medidas urgentes e necessárias para a população”, disse ele.

Fraga destacou que em muitos municípios a capacidade de leitos de enfermaria e de UTI já está saturada. Por outro lado, o próprio sistema de saúde do Estado já está quase colapsado, sendo necessário a tomada de medidas mais restritivas para barrar o avanço da Covid-19 nestas últimas semanas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana