conecte-se conosco


Cáceres e Região

Crossfit: modalidade que ganha adeptos em Primavera

Publicado

Assim como em todo o país, Primavera do Leste também possui adeptos ao Crossfit, uma modalidade que vem crescendo a cada ano. A estudante Danielle Prestes tinha o objetivo de queimar gorduras e definição, por isso optou pela modalidade. “O crossfit é muito ativo. Fará um mês que pratico e consegui reduzir medidas. Se eu estivesse na academia também iria mudar, mas, lá você treina sozinho e no crossfit você treina em equipe, ou seja, um incentivo a mais”, conta.

Elielson Bortolanza também treina o crossfit há um ano e meio. Nesse período ele conseguiu emagrecer 30 quilos. “O crossfit mudou tudo na minha vida. Antes de iniciar era obeso, sedentário, não queria saber de nada e, uma amiga falou sobre essa modalidade mas eu não aceitei. Certo dia resolvi ir à uma academia de crossfit fazer uma aula, comecei a treinar e fui gostando cada vez mais. Não tem como parar de treinar. Vicia mesmo. Todos os dias é um novo desafio para nós”, relatou o jovem.

O coach e proprietário de uma Box de Crossfit, em Primavera, Tiago Caovilla contou que para ministrar as aulas é preciso seguir algumas regras. “Para dar aula precisa ser um educador físico formado e, passar por um curso dentro da crossfit. Nos Estados Unidos que foi onde surgiu a modalidade, a única coisa que eles exigem é que você passe em uma prova”, disse.

Ele explicou a diferença entre uma academia comum e uma Box de Crossfit. “A modalidade em si é um tipo de treinamento que une várias modalidades, como ginástica olímpica, atletismo e levantamento de peso olímpico. A maioria dos exercícios que o Crossfit usa são dessas modalidades. A principal diferença é a dinâmica dos treinamentos”, relatou Caovilla.

Leia mais:   Equipes femininas de Vôlei e Futsal do IFMT Cáceres são campeãs dos Jogos Escolares Cacerenses Por Edna Pedro

O profissional garante que “é comprovado cientificamente que o crossfit lesiona menos do que várias outras atividades físicas”.

O QUE É O CROSSFIT? 

Crossfit é um regime de fitness desenvolvido por Greg Glassman ao longo de várias décadas.

Glassman, fundador e CEO do Crossfit, foi a primeira pessoa na história a definir a aptidão de uma forma significativa, mensurável: aumento da capacidade de trabalho em toda a ampla domínios do tempo e modais. Ele então criou um programa especificamente desenhado para melhorar a saúde e fitness.

Crossfit é movimentos funcionais constantemente variados realizados em intensidade relativamente alta.

Todos os exercícios Crossfit são baseados em movimentos funcionais, e esses movimentos refletem os melhores aspectos de ginástica, halterofilismo, corrida, remo e muito mais.

Estes são os principais movimentos da vida. Movem-se as maiores cargas mais longas distâncias, por isso são ideais para maximizar a quantidade de trabalho feito no menor tempo possível.

Atletas de Primavera do leste/Foto:Aline Olean

Atletas de Primavera do leste/Foto:Aline Olean

A intensidade é essencial para obter resultados e é mensurável como trabalho dividido pelo tempo ou energia.

Quanto mais trabalho que você faz em menos tempo, ou quanto maior a potência, mais intensa o esforço. Ao empregar uma abordagem constantemente variada à formação, movimentos funcionais e chumbo intensidade para ganhos dramáticos na aptidão.

A comunidade que espontaneamente surge quando as pessoas fazem estes exercícios juntos é um componente-chave de por que Crossfit é tão eficaz, e deu à luz a uma rede global de afiliadas Crossfit esse número mais de 11 mil.

Leia mais:   Censo 2022 - IBGE abre processo seletivo complementar com 133 vagas

Aproveitando a camaradagem natural, competição e diversão de esporte ou jogo produz uma intensidade que não pode ser igualada por outros meios.

BEBÊS PODEM SIM!

Quem conhece o Crossfit sabe a quantidade de benefícios que a atividade traz para corpo e mente. E por que não trazer isso para os pequenos também?

Glassman, fundador do Crossfit, disse uma vez que “nossas necessidades não se diferem por tipo e sim por grau”.

Ou seja, todos necessitam e são capazes de realizar os mesmos movimentos, o que diferencia é a intensidade e o volume a ser aplicado para cada um. Isso pode ser facilmente traduzido para as crianças. Qualquer um que  tenha visto um grupo de crianças brincar em um parque ou no recreio da escola sabe que a corrida, o equilíbrio, as escaladas e os saltos são movimentos mais do que presentes na rotina dos nossos pequenos.

O Crossfit Kids nada mais é do que realizar todos esses movimentos de forma a aprender sua técnica correta e postura adequada.  O grande diferencial em realizar isso em um local com profissionais especializados é que, com o acompanhamento do coach, seu filho é estimulado a desenvolver suas necessidades neurológicas, cognitivas e motoras, próprias e adequadas para cada uma das idades.Além disso, as crianças vão crescer sabendo utilizar o seu corpo da forma correta ao movimentar-se e ao mover cargas. Afinal, tudo é técnica.

Fonte: Clickf5

Comentários Facebook

Cáceres e Região

TESTE DAS URNAS – Quais federais correm risco de não se reeleger

Publicado

Por – RDnews

Sete dos oito federais mato-grossenses vão à reeleição. E quais deles correm risco de reprovação nas urnas, considerando uma série de fatores, entre eles montagem das chapas, estrutura e o quociene eleitoral de quase 200 mil votos?

As maiores dificuldades de reeleição são de Leonardo Albuquerque, praticamente isolado no Republicanos, e dos deputados do PL, que dificilmente reconduzirá Nelson Barbudo e José Medeiros, mesmo ambos tendo sido os mais votados em 2018.

O cenário é similar no MDB, que não conseguirá manter os atuais parlamentares (Bezerra, Juarez e Emanuelzinho), já que a projeção é de fazer dois.

A petista Rosa Neide, por sua vez, caminha mais confortável pelas condições criadas dentro da federação composta pelo PT, PV e PCdoB em que figura como principal nome.

Comentários Facebook
Leia mais:   Criminosos invadem residência e matam jovem a tiros em Cáceres
Continue lendo

Cáceres e Região

TJ reafirma decisão que manda Estado recontratar servidores demitidos da Empaer

Publicado

Assessoria

O desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Marcos Machado, relator do pedido de Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) que determinou que o governo de Mato Grosso recontratasse o grupo de servidores exonerados da Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), voltou a reafirmar a decisão unânime pela Orgão Especial da Corte Estadual.

A nova decisão foi referente aos embargos de declaração ingressado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), que solicitava que o TJ elucidasse “a extensão dos efeitos da decisão proferida na presente Ação Direta de Inconstitucionalidade, especificamente a respeito de sua aplicabilidade direta”.

Isso porque o  Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT) havia determinado, com trânsito em julgado, justamente o desligamento destes mesmos servidores públicos ligado à Empaer.

O magistrado lembra que a decisão do Órgão Especial resultou suficientemente delimitada no sentido de “preservar/restabelecer” os vínculos jurídicos dos empregados públicos estaduais contratados no interregno entre a Constituição de 1988 e antes da promulgação da Emenda Constitucional nº 19, de 1998”, ao considerar a forma [“regime jurídico próprio das empresas privadas”] e o período [“não exigência de realização de concurso público, mas sim prévia habilitação pública de provas”] de contratação”.

Leia mais:   Censo 2022 - IBGE abre processo seletivo complementar com 133 vagas

“Logo, a coisa julgada da decisão do TRT 23 foi superada pela edição superveniente de uma Emenda Constitucional, que foi apreciada pelo poder judiciário em sede de controle abstrato de constitucionalidade, ocasião na qual, como dito logo acima, se prolatou decisão para preservar os vínculos”, como concluiu a Subprocuradoria-Geral de Justiça (Deosdete Cruz Junior, subprocurador-Geral de Justiça Jurídico e Institucional – ID 118367014). Com essas considerações, recurso conhecido e PROVIDO para esclarecer que o julgamento da ADI nº 1017975-06.2021.8.11.0000 abrange a preservação/restabelecimento dos vínculos jurídicos dos empregados públicos estaduais da EMPAER, contratados entre a Constituição de 1988 e antes da promulgação da Emenda Constitucional nº 19, de 1998”, completa.

Em junho do ano passado, o Estado iniciou a demissão em massa com a exoneração de 61 pessoas para cumprir uma decisão judicial. Os trabalhadores ingressaram via processos seletivos há mais de 30 anos e tiveram suas contratações questionadas por meio da Justiça do Trabalho de Mato Grosso.

Diante disso, a Assembleia Legislativa chegou a aprovar uma Emenda Constitucional com o propósito de reverter a demissão abrupta dos servidores e alterou o regime jurídico para fins de contratação de pessoal das empresas públicas de Mato Grosso, equiparando-as a empresas privadas. No entanto, o texto foi questionado pelo Ministério Público Estadual.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana