conecte-se conosco


Destaque

Com vagas quase esgotadas, Circuito Mato-grossense de Tênis 2021 encerra inscrições nesta sexta

Publicado

Assessoria
O Circuito Mato-grossense de Tênis 2021 terá o torneio de abertura na próxima semana, de segunda-feira (01), com 1ª rodada a partir das 17h, até domingo (07.03), chamado de EMHA Open de Tênis, em honra a patrocinadora EMHA Construtora e Incorporador, na academia Tennis Company, em Cuiabá-MT. E o período de inscrições encerrará nesta sexta-feira (26.02) ou antes, em caso de esgotarem-se as últimas menos de 20 vagas.

“Atenção tenistas! Estamos convocando vocês para as últimas inscrições. Restam menos de 20 vagas. Tão logo encerremos as inscrições avançaremos para os sorteios dos jogos e divulgaremos as chaves já neste sábado. Com início do torneio previsto para segunda-feira, com a primeira rodada marcada para as 17h”, avisa o diretor do torneio, professor de tênis e tricampeão da 1ª Classe, Givanildo Almeida.

Não perca tempo, não fique de fora, entre em contato para se inscrever. Inscrições são feitas por contato com a Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT), por WhatsApp (65)99925-5536 ou site http://www.tenismatogrosso.com.br/, e por contato com a Tennis Company, nos números (65)3623-1311 e (65)98405-9685. E o valor das inscrições são de R$100,00 (primeira inscrição) e R$70,00 (segunda inscrição por pessoa).

Leia mais:   Terça-feira (11): Mato Grosso registra 376.305 casos e 10.249 óbitos por Covid-19

O Circuito Mato-grossense de Tênis terá o total de 19 torneios em 2021, sendo 18 etapas abertas para a participação de todos e classificatórias e, por fim, um master fechado para apenas os oito líderes de cada categoria do ranking estadual. Um ranking composto por Classes, Classe Sênior e Infanto-Juvenil, organizadas em várias categorias por nível técnico e por sexo (masculino e feminino). E o EMHA Open de Tênis é o primeiro deles.

Pai e Filho

A 1ª Classe Pro, a categoria de maior nível técnico da competição, contará com dois tenistas tradicionais das quadras de MT, o professor de tênis, Emerson Gonçalves (o pai) e o tenista, Richard Gama (o filho prodígio). Ambos inscritos na mesma categoria, ambos jogando em alto nível, com possibilidade de se confrontarem, e o filho sendo um dos favoritos ao troféu de campeão. E, segundo o pai, a situação é um sonho concretizado.

“Tenho um orgulho imenso de ver meu filho jogando na principal categoria e sendo um dos favoritos de Mato Grosso. Essa jornada começou lá atrás, quando ele ainda era uma criança, e eu já visualizava que esse dia chegaria, o dia dele dominar o tênis do estado. E, vou além, também chegará o dia dele ser referência nacional e internacional. Vamos sonhar alto”, comenta o pai, Emerson Gonçalves, feliz pelo crescimento do filho.

Leia mais:   Governador anuncia polo da Unemat em Cuiabá com três cursos

Próximos Torneios

1ª Etapa – Tennis Company, 01 a 07/03, EMHA Open de Tênis, em Cuiabá-MT;
2ª Etapa – Ponto do Tennis, de 24 a 28/03, em Lucas do Rio Verde-MT;
3ª Etapa – Clube Monte Líbano, de 05 a 11/04, em Cuiabá;
4ª Etapa – Sinop Tênis Clube, de 21 a 25/04, em Sinop-MT;

FMTT

A Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT) foi fundada, em 31 de março de 1979, com o objetivo de desenvolver as práticas das modalidades esportivas Tênis e Beach Tennis no Estado de Mato Grosso. E a diretoria (2018-2022) é composta pelo presidente, Rivaldo Barbosa, vice-presidente técnico, Bruno França, vice-presidente administrativo e de finanças, Maria do Carmo Mendes e pelo vice-presidente de relações esportivas, Joilson Borges. E a sede localiza-se no Clube Monte Líbano, em Cuiabá-MT.

Crédito Fotógrafo (Lei 9610/98): Junior Martins/FMTT

Comentários Facebook

Cáceres e Região

CENÁRIO TRISTE -114 mil pessoas sofreram violência sexual em MT, diz pesquisa

Publicado

Assessoria

Segundo o IBGE, 114 mil pessoas em Mato Grosso sofreram algum tipo de violência sexual em 2019. Os dados foram divulgados na Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) e mostram a situação vivida por homens e mulheres em todo o país.

O cenário dessa violência tem quesitos em comum. A maioria das vítimas são mulheres e foram agredidas por pessoas próximas, como o companheiro ou o ex-companheiro, dentro da própria casa.

Segundo a pesquisa, das 114 mil vítimas de violência sexual no estado, 98 mil eram mulheres e 16 mil homens. A faixa etária em que mais aconteceram os abusos foi dos 30 aos 30 anos, cerca de 34 mil vítimas.

Foi considerada violência sexual pela pesquisa atos como tocar ou beijar à força, ter partes do corpo expostas contra à vontade, além de ser forçado/ameaçado a praticar relações sexuais. Em muitos casos as vítimas passam por todos esses abusos.

Ainda segundo a PNS, a maioria das vítimas tem baixa escolaridade, com 27 mil delas tendo apenas o ensino fundamental ou ensino médio incompleto. Com relação à raça, os pretos foram os mais violados, estando em 16 mil casos.

Leia mais:   17% DOS ÓBITOS DO BRASIL - Mato Grosso registra 114 mortes de indígenas pela covid-19

No Brasil, estima-se que a violência sexual fez 1,2 milhão de vítimas em 2019, bem acima dos registros oficiais, já que muitas das pessoas que sofrem o abuso não denunciam por medo ou vergonha. Dos casos de abuso, em 72,7% das situações a vítima era mulher, o que corresponde a mais de 885 vítimas do sexo feminino.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Fórum de Cáceres reabre no próximo dia 20 para atendimento presencial

Publicado

Por Coordenadoria de Comunicação do TJMT

A partir do dia 20 deste mês, 74 comarcas de Mato Grosso vão passar a trabalhar em regime presencial, com atendimento aos membros do Ministério Público, Defensoria Pública, advogados e procuradores, que terão acesso aos prédios das 14h às 18h. As comarcas deverão observar o percentual máximo de 40% de servidores e colaboradores em cada setor.

A decisão adotada pela Administração do Tribunal de Justiça leva em consideração a classificação de risco epidemiológico dos municípios, disponibilizada no Painel Epidemiológico nº 429, de 11 de maio de 2021, que relacionou cinco comarcas com risco “Alto” e 74 comarcas com risco “Moderado”.

Voltarão à segunda etapa do Plano de Retorno Programado às Atividades Presenciais (PRPAP) as seguintes comarcas: Água Boa, Alta Floresta, Alto Araguaia, Alto Garças, Alto Taquari, Apiacás, Araputanga, Arenápolis, Aripuanã, Barra Do Bugres, Barra Do Garças, Cáceres, Campinápolis, Campo Novo Do Parecis, Campo Verde, Canarana, Chapada Dos Guimarães, Cláudia, Colíder, Comodoro, Cotriguaçu, Cuiabá, Diamantino, Dom Aquino, Feliz Natal, Guarantã Do Norte, Guiratinga, Itaúba, Itiquira, Jaciara, Jauru, Juara, Juscimeira, Lucas Do Rio Verde, Matupá, Mirassol D’oeste, Nobres, Nortelândia, Nova Canaã Do Norte, Nova Monte Verde, Nova Mutum, Nova Ubiratã, Nova Xavantina, Paranaita, Paranatinga, Pedra Preta, Peixoto De Azevedo, Poconé, Pontes e Lacerda, Porto Alegre Do Norte, Porto Dos Gaúchos, Porto Esperidião, Poxoréu,  Primavera Do Leste, Querência, Ribeirão Cascalheira, Rio Branco, Rondonópolis, Rosário Oeste, Santo Antônio De Leverger, São Félix Do Araguaia, São José Do Rio Claro, São José Dos Quatro Marcos, Sapezal, Sinop, Sorriso, Tabaporã,  Tapurah, Terra Nova Do Norte, Várzea Grande, Vera, Vila Bela Da Santíssima Trindade e Vila Rica.

Leia mais:   Terça-feira (11): Mato Grosso registra 376.305 casos e 10.249 óbitos por Covid-19

Excepcionalmente, as sessões de julgamento do Tribunal do Júri em processos que envolvam réu preso poderão ser realizadas na forma presencial nas comarcas classificadas com risco “Baixo” ou “Moderado”, assim que iniciada a segunda etapa do Plano de Retorno Programado às Atividades Presenciais, desde que sejam observadas as medidas sanitárias necessárias para prevenir a contaminação pelo Novo Coronavírus.  A portaria conjunta relativa ao retorno destas 74 comarcas ao regime presencial deve ser publicada ainda nesta semana.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana