Connect with us

As bebidas americanas Jack Daniel’s e Coca-Cola se encontram dentro de uma lata como uma opção de coquetel pronto para beber. Inspirado no drinque conhecido como Jack & Coke no Brasil, o produto será feito a partir de um mix entre Coca-Cola e a bebida Jack Daniel’s Tennessee Whiskey.

A novidade será comercializada mundialmente, a começar pelas gôndolas do México no final deste ano.

“Essa parceria reúne dois ícones clássicos americanos para trazer aos consumidores a experiência de sabor que eles amam, de forma consistente, conveniente e on the go”, disse Lawson Whiting, CEO e Presidente da Brown-Forman Corporation.

“A Brown-Forman é líder na categoria de bebidas prontas desde que lançamos nosso primeiro Jack Daniel’s RTD, há mais de 30 anos. A Coca-Cola complementa perfeitamente a Jack Daniel’s e nossas ofertas de RTD existentes, o que nos permite acelerar a nossa expansão e continuar o crescimento de nosso negócio em todo o mundo”, finaliza Whiting.

Todas as embalagens do produto se relacionam à parceria das duas marcas. Disponível também em versão sem açúcar, o produto contará com a referência global de 5% de teor alcóolico, com possíveis variações de acordo com o mercado comercializado.

“Os consumidores são nossa prioridade em tudo o que fazemos e, como uma empresa completa de bebidas, à medida que continuamos a desenvolver nosso portfólio, isso inclui novos produtos com nossa icônica marca Coca-Cola”, comenta James Quincey, presidente e CEO da The Coca-Cola Company.

“Estamos animados com essa nova relação com a Brown-Forman e ansiosos pelo lançamento do Jack Daniel’s & Coca-Cola”, completa Quincey.

Fonte: Por Julia StorchPublicado em 14/06/2022 15:14 | Última atualização em 14/06/2022 15:14

https://exame.com/casual/coca-cola-lanca-versao-alcoolica-com-jack-daniels/

Comentários Facebook

Artigos

Artigo: PIB PER CAPITA DO MUNICÍPIO DE CÁCERES-MT BREVE ANÁLISE ECONÔMICA COMPARATIVA NO PERÍODO DE 2010 A 2019

Published

on

PIB PER CAPITA DO MUNICÍPIO DE CÁCERES-MT:  BREVE ANÁLISE ECONÔMICA COMPARATIVA NO PERÍODO DE 2010 A 2019

Por: Adriane do Nascimento

O município de Cáceres-MT, localizado na região Sudoeste do território mato-grossense, polo de 22 municípios, tem população estimada em 95.339 pessoas, conforme informações oficiais extraídas da base de dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) datado do ano censo 2021. O município faz fronteira com a Bolívia e é a principal cidade mato-grossense abrangida pelo Pantanal, completando em 06 de outubro de 2022 seus 244 anos

Nossa bicentenária Princesinha do Paraguai, possui um dos maiores rebanhos bovinos de Mato Grosso, com forte influência econômica na atividade da pecuária, sendo também o primeiro do estado na criação de cavalos. O PIB (Produto Interno Bruto) municipal é composto por serviços, administração pública, agropecuária, indústria e impostos.

O gráfico 1 abaixo traz o comportamento do PIB per capita do município de Cáceres – MT, além da média móvel aritmética e exponencial extraído da base de dados do IBGE (2022), no período de 2010 a 2019.

 

Gráfico 1 – PIB per capita, média móvel aritmética e média móvel exponencial do Cáceres-MT (2010-2019)

Fonte: Elaboração própria via Excel, a partir de dados extraídos do IBGE.

 

A partir do gráfico 1 é possível identificar que esta série histórica do PIB per capita do município de Cáceres-MT entre 2010 e 2019 apresentou duas fases, quais são: a primeira, entre 2010 e 2016; e, a segunda, entre 2017 e 2019.  

Na primeira fase, entre 2010 e 2016, observa-se um crescimento significativo da renda por pessoa. Entre 2010 e 2016, calcula-se que a taxa média de crescimento da renda per capita foi da ordem de 10,87%, sendo a maior taxa de crescimento registrada no período de 2014, da ordem de 18,12%.

Vale ressaltar que no período supracitado, o ambiente externo era bastante favorável, com alta demanda por commodities (o famoso Boom das Commodities) e, consequentemente, alta dos preços, o que impactou positivamente nosso município.

Já na segunda fase do gráfico demonstrativo, período entre 2017 e 2019, visualiza-se uma estagnação da renda por pessoa. Entre 2017 e 2019, calcula-se que a taxa média de crescimento da renda per capita foi da ordem de 2,38%, sendo a maior taxa de crescimento registrada no período de 2017, da ordem de 5,45%. Vale destacar que neste período o ambiente externo deixa de ser favorável, de modo que os preços das commodities passam a declinar significativamente já no final de 2014/2015 e só voltam ao patamar do primeiro período em 2022 (INVESTING, 2022).

As médias móveis aritmética e exponencial revelam tendências de estagnação em relação aos valores da renda per capita a serem divulgados após 2019. O que pode expressar um comportamento de queda, sobretudo porque somado a tendência, ocorreu a crise da Covid-19 no início de 2020, que gerou queda do emprego, renda, consumo das famílias e investimentos privados. Entretanto, o comportamento de alta demanda e preços das commodities iniciado no final de 2020 pode ter surtido efeitos positivos no PIB per capita de 2021. Algo a ser observado na próxima divulgação dos dados econômicos do município.

No atual cenário econômico, surge a necessidade de estímulos ao crescimento econômico da região, através de gestão integrada dos 22 municípios da região sudoeste, caminhando no sentido da aplicação de melhorias e avanços na rede de infraestrutura – sistema logístico, para escoamento da produção com maior eficiência e produtividade.  Por fim, esforços na especialização e capacitação da mão de obra  de qualidade (investimentos em educação), maior utilização da capacidade da região, aprimoramento tecnológico (inovação), contribuem para abertura e possibilidades na elevação da renda da população, devendo ser pauta de políticas públicas de todos os municípios que compõe a região.

Notas:

  1. Média móvel aritmética Média Móvel Aritmética indica a média aritmética do PIB per capita dos últimos 3 anos. A MMA representa o valor médio real do PIB per capita para o período total. Esta formalizada da seguinte maneira: MMA = (PIB per capita 1 + PIB per capita 2 + PIB per capita 3) / 3
  2. Média Móvel Exponencial representa a divisão ponderada, ou seja, os valores recebem pesos diferentes, de modo que esta acompanha a mudança do PIB per capita com mais rapidez. Está formalizada da seguinte maneira: MME = [PIB per capita – MMA] x [2/(períodos de tempo do MMA +1)] + MMA.

Autora: Adriane do Nascimento – Sócia Administradora do Escritório Simões Santos & Nascimento – Sociedade de Advocacia, graduada em Direito pela Universidade do Estado de Mato Grosso. Especialista em Direito Societário. Especialista em Direito Individual e Coletivo do Trabalho. Mestre em Economia. Mediadora Privada. Consultora em Gestão de Conflitos Corporativos e Negociação Estratégica. 

 

REFERÊNCIAS

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Sistema de Contas Nacionais Trimestrais. PIB per capita dos municípios. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mt/caceres/pesquisa/38/46996?tipo=grafico. Acesso em: 31 de julho de 2022.

INVESTING. Preço das Commodities. Disponível em: https://br.investing.com/commodities/real-time-futures. Acesso em: 31 de julho de 2022.

GIAMBIGI, F.; VILLELA, A.; CASTRO, L. B. C.; HERMANN, J. Economia Brasileira Contemporânea [1945 -2010]. Rio de Janeiro: Elsevier, 2 ed., 2011.

Comentários Facebook
Continue Reading

Destaque

Caixa Econômica conclui distribuição do lucro de R$ 13,2 bilhões do FGTS, consulte seu saldo

Published

on

A Caixa Econômica Federal concluiu nesta terça-feira (26) a distribuição do lucro de R$ 13,2 bilhões do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Com antecedência de 30 dias do prazo legal, previsto para até 31 de agosto, o depósito foi feito para 106,7 milhões de trabalhadores, em 207,8 milhões de contas ativas e inativas.

Para calcular a parcela do lucro que será depositada, o trabalhador deve multiplicar o saldo de cada conta em seu nome em 31 de dezembro do ano passado por 0,02748761. Esse fator significa que, na prática, a cada R$ 1.000 de saldo o cotista receberá R$ 27,49.

Por exemplo, quem tinha R$ 2.000 terá crédito de R$ 54,98; para quem tinha R$ 5.000 no fim de 2021, o valor subirá para R$ 137,44.

O valor não vai direto para o bolso do beneficiário. O saque só poderá ser feito em casos previstos em lei, como demissão sem justa causa, doença grave e aposentadoria, ou em ações especiais, como o programa de saque extraordinário de R$ 1.000.

A legislação previa a distribuição do lucro até o dia 31 de agosto. Mas a medida aprovada pelo Conselho Curador do FGTS na última sexta-feira (22) determinou, além do repasse de 99% do lucro, que a vigência para os pagamentos fosse a partir da publicação da decisão no Diário Oficial da União.

Segundo a Caixa, com o crédito dos valores, as contas de FGTS contempladas alcançaram rentabilidade de 5,83% ao ano, índice que corresponde a quase o dobro da correção da poupança em 2021, que foi de 2,99%, e superior ao CDI acumulado no mesmo período, que foi de 4,42%.

O cálculo do índice de distribuição do fundo foi feito com base em 99% do resultado do exercício anterior (R$ 13,2 bilhões), dividido pelo saldo total das 207,8 milhões de contas.

Em 2021, o resultado positivo distribuído foi de R$ 8,1 bilhões, 96% do total. O repasse em 2020 foi de R$ 7,5 bilhões, equivalentes a 66,2% do resultado positivo em 2019, de R$ 11,3 bilhões.

 

Como consultar o saldo?

O trabalhador pode verificar o saldo no fundo por meio do aplicativo FGTS, disponível para os telefones com sistemas Android e iOS, ou pelo site da Caixa. Além disso, a consulta pode ser feita pessoalmente nas agências do banco.

É preciso cadastrar as informações pessoais e também informar o NIS (Número de Inscrição Social), que pode ser obtido nos extratos do FGTS, carteira de trabalho ou cartão do cidadão. Em seguida, o trabalhador deve criar uma senha numérica de seis dígitos.

Para consultar o FGTS no site:www.fgts.gov.br

Para baixar o aplicativo do FGTS:iOS e Android

 

Quem tem direito

Todos os trabalhadores com saldo no FGTS em 31 de dezembro de 2021 terão direito à participação na distribuição de resultados.

Quanto cada trabalhador vai receber?

O índice a ser aplicado sobre o saldo das contas em 31 de dezembro de 2021 será de 0,02748761.

Pode sacar?

O valor não vai para o bolso do trabalhador, que só poderá sacá-lo dentro das regras do fundo. O dinheiro é depositado na conta do FGTS de cada trabalhador e distribuído de forma proporcional. O fundo só pode ser retirado nos seguintes casos:

• saque-rescisão — É a sistemática pela qual o trabalhador, quando demitido sem justa causa, tem direito ao saque integral de sua conta FGTS, incluindo a multa rescisória;

• saque-aniversário — Permite a retirada de uma parte do saldo da conta do FGTS, anualmente, no mês de aniversário. No caso de rescisão de contrato sem justa causa, o trabalhador poderá sacar o valor referente à multa rescisória;

• necessidade pessoal, urgente e grave decorrente de desastre natural — Nessa modalidade, é preciso que o governo tenha reconhecido o evento adverso para que o trabalhador consiga sacar o seu saldo;

• aquisição de moradia própria;

• aposentadoria;

• morte do trabalhador;

• idosos maiores de 70 anos;

• pessoas com HIV;

• neoplasia maligna (câncer);

• estágio terminal por doença grave; e

• trabalhador que ficou fora do regime do FGTS por três anos consecutivos.

Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana