conecte-se conosco


Sem categoria

CBF implanta credenciamento de imprensa no Brasileiro Série B

Publicado

A Diretoria de Competições da CBF realizou nesta quarta-feira (11) o Seminário de Operações do Campeonato Brasileiro das Séries A e B. O diretor Manoel Flores, o gerente Gustavo Pessôa e o supervisor de Projetos Especiais, Ronilson Carvalho, apresentaram o novo protocolo de imprensa e de entrada em campo.

s protocolos foram implementados pela entidade no segundo turno do Brasileirão em 2014 em caráter experimental. Em 2015, foi utilizado na Série A e, em experiência, na Série B. Para este ano, foram feitos alguns ajustes, por exemplo, haverá uma padronização dos coletes da imprensa: uma cor para fotógrafos, outra para TV com direito de transmissão, outra para as demais TVs, entre outros.

Uma das novidades para este ano é o Minuto a Minuto, documento em que estarão previstas todas as ações do jogo, desde as ativações de marketing de cada clube, como o aquecimento, entrada em campo, hino, por exemplo.

Os representantes da CBF apresentaram as novidades para este ano. O objetivo é deixar no gramado apenas as pessoas que devem trabalhar durante o jogo, priorizando as emissoras de TVs detentoras dos direitos de transmissão, mas também dando espaço e organização às rádios e aos fotógrafos.

Leia mais:   Francis diz que atual administração não quer executar projeto de saneamento porque foi elaborado e lançado em sua gestão

Para o segundo turno das Séries A e B deste ano está prevista a implantação do credenciamento dos prestadores de serviços, como os funcionários da CBF, das federações, da arbitragem, dos clubes que não são da imprensa, mas que têm necessidade de estarem no campo durante a partida.

– Consideramos muito importante esse evento não só por todas as regras e orientações para os clubes, mas também pela interação entre nós. Eu acho que isso só tem a acrescentar para o espetáculo, além da padronização das formas de ações de marketing, acesso ao campo. Tudo vem melhorar o entretenimento – concluiu o diretor de Marketing do América Mineiro, Ronan Soares.

REGRAS CREDENCIAMENTO:

De acordo com as normas expedidas pela Confederação Brasileira de Futebol, o credenciamento de imprensa para o entorno do gramado nos jogos dos campeonatos brasileiros das séries A e B deverá ser solicitado da seguinte forma:

As solicitações devem ser feitas até às 19h do penúltimo dia útil antes da partida. Para o acesso ao estádio, o credenciamento continua sendo enviado para a federação do clube mandante.

 Fonte: FI
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Francis diz que atual administração não quer executar projeto de saneamento porque foi elaborado e lançado em sua gestão

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias

      O ex-prefeito Francis Maris Cruz não poupou críticas à atual administração por prorrogar, para setembro de 2022, o desembolso da primeira parcela do financiamento do Projeto para Coleta e Tratamento de Esgoto Sanitário de Cáceres e, automaticamente, adiar o início das obras.

     “Eu sempre digo que quem fazer arruma jeito, quem não quer arruma desculpas” disse em pronunciamento durante a audiência pública, realizada na manhã de sexta-feira (17/09), na Câmara Municipal. O projeto orçado em mais de R$ 136.7 milhões foi elaborado e lançado em sua gestão em 2017.

      Após alfinetar a diretora da autarquia Águas do Pantanal, Maria Aparecida Nepomuceno e demais integrantes do staff da prefeita Eliene Liberato Dias, presentes ao ato, em contato com a reportagem Francis disse que “na verdade não querem executar o projeto porque foi elaborado e lançado em minha gestão”.

     E acrescentou: “A atual gestão não está preocupada com o grande benefício que o saneamento sanitário trará ao município, em especial a saúde da população. Está mais preocupada com a questão política. Não importa que cada dólar investido no saneamento, economiza-se quatro na saúde ”.

     O ex-prefeito também diz ter ficado surpreso quando indagou e foi informado pela direção da autarquia que ela não está dando lucro e que as despesas estão equiparadas com a receita.

     “Não dá para entender. Quando deixamos a administração, há menos de um ano, a Águas do Pantanal, estava totalmente equipada, e dava lucro mensal de mais de R$ 300 mil. Hoje, as despesas estão empatadas com a receita? Me desculpem, mas isso é problema de gestão” assinalou.

Leia mais:   Francis diz que atual administração não quer executar projeto de saneamento porque foi elaborado e lançado em sua gestão

      Francis disse que “se houvesse boa vontade, a administração poderia dar início a execução do projeto, mesmo os valores estando defasados, como argumentam. Era só pactuar a diferença junto à Caixa Econômica Federal. Eu já liguei lá e me informei sobre isso”.

      A audiência para debater sobre o sistema de saneamento do município foi proposta pelo bancário Renan Amedi, insatisfeito com a demora na execução do projeto, mesmo já existindo recursos disponíveis, através de financiamento, pela CEF e já estar devidamente aprovado pela Câmara Municipal.

O Projeto  

    Orçado em R$ 136,7 milhões, o Projeto para Coleta e Tratamento de Esgoto Sanitário de Cáceres, irá contemplar todos os bairros da cidade. Serão mais de 370 quilômetros de rede coletora, 29 Estações Elevatórias e a Estação de Tratamento de Esgoto seria construído na área do Distrito Industrial.

     O investimento é financiado pela CEF com recursos do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) a juro de 6% ao ano, mais 2.5% de custo financeiro da caixa. O prazo para pagamento do empréstimo será de 24 anos. Sendo quatro de carência para o início do pagamento e mais 20 anos para quitação total do empréstimo.

     A prefeitura investiria aproximadamente R$ 7 milhões em contrapartida. A previsão de conclusão das obras é de cinco anos, período em que iniciará a cobrança da taxa do esgoto. O projeto prevê a instituição de tarifa social, onde os consumidores de baixa renda terão benefício de desconto de 30% do valor, tanto na tarifa de água como de esgoto.

Leia mais:   Francis diz que atual administração não quer executar projeto de saneamento porque foi elaborado e lançado em sua gestão

     A lei federal nº 11.445 obriga os municípios a universalizar – realizar 100% do saneamento- no máximo até o ano de 2030. Se o trabalho não for realizado através de financiamento, o município terá que privatizar da execução do projeto.

Reajustes e adequações 

    Preocupada com algumas adequações e reajustes financeiros para execução do gigantesco empreendimento estrutural, a prefeita Eliene Liberato Dias, conseguiu prorrogar para setembro de 2022, o primeiro desembolso do financiamento, junto a CEF.

    A revelação foi feira na manhã de sexta-feira (17/09), durante audiência pública realizada na Câmara Municipal, pela diretora da autarquia Águas do Pantanal, Maria Aparecida Nepomuceno. Ela disse que estudos técnicos apontam que, os recursos financiados não serão suficientes para bancar a obra.

    “O projeto é de 2017. Não há como executar a obra com os recursos aprovados na época que são de R$ 129,7 milhões. Serão feitas muitas adequações; falta aprovação do Iphan, titulação da área e vários licenciamentos ambientais. Estudos apontam para uma atualização de pelo menos 40% do valor” justificou.

     Assessor Especial da prefeitura, o advogado Helbert Dias, disse que a administração está empenha em executar o projeto.

     “O município não refuta o compromisso de executar o projeto. É um grande desafio. Mas, vamos fazer de forma responsável. De forma que não comprometa as finanças do município, e tampouco lese a população. Sabemos que o valor financiado está defasado” explicou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Sem categoria

Caminhão Pipa da prefeitura de Cáceres auxilia combate de incêndio no pantanal mato-grossense

Publicado

 

Assessoria

As equipes de combate aéreo e terrestre, que estão mobilizadas em apagar o incêndio na região do  pantanal mato-grossense , na  fronteira do Brasil com a Bolívia, receberam  a ajuda de um caminhão pipa da prefeitura de Cáceres, com capacidade de 15 mil litros de água.

Segundo o Secretário Municipal  de infraestrutura, engenheiro Wesley Lopes, o envio deste veículo é mais uma ferramenta de auxílio  e cooperação nesta difícil ocorrência de conter focos de incêndio no pantanal.

“Com o apoio deste caminhão pipa, contribuímos no transporte de água. São 15 mil litros que abastecerão  a aeronave da Defesa Civil, enviada para ajudar no combate,  que tenta apagar os pontos de calor”, observou Wesley.

O engenheiro ainda informou que a prefeitura também disponibilizou uma camionete para transportar bombeiros e brigadistas nas frentes de combate ao fogo.

A coordenadora da Defesa Civil, Andrelina Magali, noticiou que esse incêndio florestal já destruiu mais de 20 mil hectares de vegetação.

“Ele teve início na última terça-feira (16), e após ser controlado por Bombeiros Militares,  fazendeiros e voluntários, reacendeu e neste momento, mesmo com todo empenho de dezenas de bombeiros, brigadistas, fazendeiros e muito maquinário,   a escassez de água na região dificulta o combate” anunciou Magali.

Leia mais:   Francis diz que atual administração não quer executar projeto de saneamento porque foi elaborado e lançado em sua gestão

A prefeita Eliene Liberato está sensibilizada e muito preocupada com esse incêndio.  “Estamos atentos e monitorando esta situação. O pantanal é nosso grande patrimônio, aliás  é um patrimônio natural da humanidade, abriga uma fauna e flora riquíssimas e todos os esforços e parcerias para combater esse incêndio para preservar a vida humana, de animais, aves e repteis, e toda uma vegetação serão realizadas”, anunciou Eliene Liberato.

Eliene parabenizou a forma que a Tenente Coronel do Corpo de Bombeiros Luciana Brandão Silva, conduz os trabalhos. “Parabéns ao Corpo de Bombeiros na pessoa de sua comandante regional , a Coronel Luciana, pela  presteza e coragem nesta difícil, mas nobre missão de conter o fogo no pantanal”, reconheceu Eliene.

Esdras Crepaldi – CCom

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana