conecte-se conosco


Destaque

Cacerense é escolhido para concorrer a vaga de juiz substituto no TRE

Publicado

O Pleno do Tribunal de Justiça escolheu durante sessão extraordinária administrativa, realizada nesta quinta-feira (23 de junho), o nome dos três advogados que irão disputar uma vaga para juiz-membro substituto do Tribunal Regional Eleitoral (TRE- MT), categoria jurista.

A lista tríplice é composta pelos advogados Armando Biancardini Cândia, Silvio Queiroz Teles e Júlio César Moreira Silva Júnior. Os três foram os mais votados pelos desembargadores, que escolheram entre sete candidatos que se inscreveram para concorrer à vaga.

A substituição se realizará em razão do término do segundo biênio da gestão do membro André Luiz de Andrade Pozeti, que encerrou sua atuação no dia 16 de junho de 2016.

No dia 8 de junho de 2016, o presidente do TJMT, desembargador Paulo da Cunha, proferiu decisão deferindo os seguintes nomes para o pleito: Armando Biancardini Cândia, Dilceu Roberto Rodrigues Cardoso, Flávio Marcos Asvolinsque Peixoto, Valéria Castilho Munhoz Vivian, Júlio César Moreira Silva Junior, Silvio Queiroz Teles e Nestor Fernandes Fidelis.
 
As providências para o preenchimento da vaga se deram a pedido da presidente do TRE-MT, desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas.

Leia mais:   Violência leva MPMT requisitar reforço das polícias Civil e Militar em Mirassol

A lista tríplice será encaminhada agora para o TRE-MT, em seguida para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e para a Presidência da República, que escolherá o candidato, conforme prevê o artigo 120 da Constituição Federal.

Janã Pinheiro
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Governador avalia ‘vetar’ festas de ano novo e Carnaval em cidades de MT

Publicado

A Gazeta

Governador Mauro Mendes (DEM) não descarta decretar novas medidas restritivas para evitar aglomerações no Réveillon e no Carnaval em Mato Grosso. O assunto começou a ser repensado por autoridades de todo país com a disseminação da nova cepa da covid-19, dominada de variante ômicron.

Ao ser questionado sobre o assunto na manhã de quarta-feira (1º), Mendes disse que vai avaliar a situação com a equipe técnica da da Saúde.

“Nós estamos estudando isso, existem muitos rumores no país e no mundo de que algo diferente parece estar acontecendo. Graças a Deus no Brasil muitas pessoas se vacinaram enquanto existe um grupo que reluta em acreditar no imunizante. A maioria das mortes são de pessoas que tem outras doenças ou que não se vacinaram”, disse durante o almoço de para apresentação do balanço do terceiro ano de gestão.

Com a quarta onda de coronavírus na Europa e o avanço da variante ômicron, governos têm cancelado festas de Réveillon pelo Brasil. Salvador, Fortaleza, Florianópolis, João Pessoa e Belo Horizonte são exemplos de cidades que cancelaram eventos públicos de ano novo.

Leia mais:   Cuiabá suspende festas de Réveillon e Carnaval e institui passaporte da vacina

Durante a manhã, o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) também anunciou a suspensão das festividades de fim de ano e do carnaval do ano que vem. Diante do atual cenário, o chefe do Executivo reiterou que o assunto precisa ser pensado com responsabilidade.

Ele também deixou claro que qualquer medida será orientava, ou seja, cada prefeito poderá decidir se adotará ou não. “Eu vou ouvir nossa área técnica de Brasil aquilo que ciência está recomendando e vai ser assim que vamos dar uma orientação aos prefeitos. Caberá aos gestores de cada cidade tomarem essas decisões”, finalizou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

MT não registra mortes por covid nas últimas 24 horas, diz SES

Publicado

A Gazeta

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) não notificou novas mortes pela covid-19 em Mato Grosso nas últimas 24 horas. Porém, dados divulgados pela pasta na quarta-feira (1) mostram que há 1.303 pessoas em isolamento domiciliar por conta da doença.

Com a atualização, Mato Grosso passou a contabilizar 553.025 contágios, dos quais em 537.230 casos as pessoas infectadas se recuperaram da doença. Contudo, outras 14.011 pessoas não resistiram ao vírus e morreram.

Hoje, a taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) é de 23,03%. O mesmo índice relativo às enfermarias está na casa dos 5%. Ambas as taxas têm apresentado queda ao longo dos últimos meses.

As cidades com mais casos são: Cuiabá (114.322), Várzea Grande (41.902), Rondonópolis (38.524), Sinop (26.819), Sorriso (18.600), Tangará da Serra (17.870), Lucas do Rio Verde (15.779), Primavera do Leste (14.867), Cáceres (12.016) e Alta Floresta (11.356).

Até terça-feira (30), o governo federal confirmou o total de 22.094.459 casos da covid-19 no Brasil e 614.681 óbitos oriundos da doença. Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quarta-feira.

Comentários Facebook
Leia mais:   MT não registra mortes por covid nas últimas 24 horas, diz SES
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana