Connect with us

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada nesta sexta-feira (22), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que, em 2021, 51,1% da população brasileira era do sexo feminino. O dado representa 4,8 milhões de mulheres a mais que homens no país.

O trabalho aponta a existência de 108,7 milhões de mulheres e 103,9 milhões de homens, em um contingente populacional de 212,6 milhões de pessoas. A participação feminina na população é superior à masculina desde o início da série histórica, em 2012.

Segundo o IBGE, há 95,6 homens para cada 100 mulheres no Brasil. Uma lógica que se reproduz em quase todas as regiões do país. Apenas no Norte a lógica é diferente: há 102,3 homens a cada 100 mulheres.

“Nos grupos de idade de 0 a 4 anos e de 5 a 9 anos é observada uma razão de sexo (população masculina em relação à população feminina) mais elevada quando comparados aos demais grupos etários, sendo, respectivamente, de 104,8 e 104,7 homens para cada 100 mulheres nesses grupos”, diz um trecho do relatório da pesquisa.

No entanto, o órgão ressalta que, como a mortalidade dos homens é maior em cada uma das faixas etárias, a razão de sexo tende a reduzir com o aumento da idade.

“No grupo etário de 25 a 29 anos, o contingente de homens e de mulheres era similar, correspondendo, cada um, a 4,0% da população total. A partir dos 30 anos, o percentual de mulheres era superior ao dos homens em todos os grupos de idade, sendo a proporção de 26,6% e 29,5%, respectivamente, de homens e mulheres”, explica a pesquisa.

Entre os idosos, também há uma concentração maior de mulheres. Segundo o IBGE, a razão de sexo calculada para as pessoas a partir dos 60 anos é de aproximadamente 78,8 homens para cada 100 mulheres. Em relação à população a partir dos 70 anos, a razão é ainda menor. São 71,8 homens para cada 100 mulheres.

Leia mais:   Cáceres no Mato-grossense Feminino: FMF divulga regulamento e tabela detalhada da competição

Segundo o instituto, a explicação para o fenômeno é o fato de a expectativa de vida entre as mulheres ser maior.

Fonte:

Iuri Corsinida CNN

no Rio de Janeiro

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Cáceres no Mato-grossense Feminino: FMF divulga regulamento e tabela detalhada da competição

Published

on

Cáceres no Mato-grossense Feminino: FMF divulga regulamento e tabela detalhada da competição

Por: Olhar Esportivo

A Federação Matogrossense de Futebol divulgou nesta semana o regulamento e a tabela básica do Campeonato Mato-grossense de Futebol Feminino – Edição 2022.

Segundo a FMF, sete clubes estarão na disputa pelo título da temporada: Ação, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Cuiabá, Mixto, Nova Mutum e Operário Várzea-grandense.

A 1ª fase da competição será disputada em turno único entre as sete equipes, classificando as duas primeiras colocadas para as finais (jogos de ida e volta).

A abertura será no próximo dia 20 de agosto. O Nova Mutum folgará na rodada.

O campeão será o representante de Mato Grosso no Brasileirão Feminino da Série A3, em 2023.

Confira a 1ª rodada:

Campo Novo x Ação – Sábado (20), às 16h / Estádio Ary Tomazelli

Cuiabá x Cáceres – Domingo (21), às 16h / CT Sesc Balneário

Mixto x Operário – Segunda-feira (22), às 19h / Estádio Presidente Dutra

Tabela completa do Campeonato Mato-grossense Feminino 2022

Fonte: https://olharesportivo.com.br/mato-grossense-feminino-2022-fmf-divulga-regulamento-e-tabela-detalhada-da-competicao/

Comentários Facebook
Leia mais:   Cáceres no Mato-grossense Feminino: FMF divulga regulamento e tabela detalhada da competição
Continue Reading

Cáceres e Região

Prefeitura lança a campanha Agosto Lilás “Cáceres por Elas”, que combate à violência contra mulher

Published

on

 

Assessoria

A Prefeitura de Cáceres, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS,  lançou a campanha “Agosto Lilás. Diversos parceiros integram as atividades. Com o tema “Cáceres por Elas”, a ação busca intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, que em 2022 completa 16 anos, além de sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o fim da violência contra a mulher, divulgar os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncias existentes.

A secretária de Assistência Social, Fabíola Campos, observou que o mês de agosto é nacionalmente marcado pela luta em alusão ao combate à violência contra a mulher. “ Precisamos combater à violência contra a mulher em todos os setores e locais. A  campanha irá acontecer durante todo mês com diferentes mobilizações, todas levando mensagens e reflexões desta luta que não cessa”, ressaltou Fabíola.

A prefeita de Cáceres, Eliene Liberato Dias, se juntou ao movimento e disse da importância desta campanha  de conscientização, que visa, sobretudo, educar a população cacerense sobre este tema abominável, que é a violência contra a mulher. “Precisamos dar um fim na violência contra a mulher. Durante todo o mês de agosto diversas atividades serão desenvolvidas em Cáceres, pela prefeitura e parceiros”, noticiou Eliene.

Leia mais:   Cáceres no Mato-grossense Feminino: FMF divulga regulamento e tabela detalhada da competição

Entre as principais atividades estão palestras, serviços sócioassistenciais, cidadania, assessoria jurídica, embelezamento, vitrine feminina, atividades físicas ao ar livre, jogos de beach tennis, cinema e um baile de encerramento com show da cantora Pamela Emanuelle.

A abertura da campanha acontece nesta quinta-feira (04/08) com o Projeto Mato Grosso tem Cor Lilás, na Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, com o ônibus lilás, das 14 às 17h30, em uma parceria da prefeitura com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania.

Esdras Crepaldi / CCOM

 

Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana