conecte-se conosco


Destaque

Atlético-PR goleia Dom Bosco pela Copa do Brasil

Publicado

Sem dificuldades, o Atlético-PR venceu por 5 a 0 o Dom Bosco-MT na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, e confirmou a vaga para a terceira fase da Copa do Brasil. Depois do empate em 2 a 2 no primeiro jogo, o Rubro-Negro só precisava de um resultado simples, mas foi com tudo abrindo 3 a 0 no primeiro tempo com André Lima (duas vezes) e Pablo. No segundo tempo, Hernani e Anderson Lopes, de pênalti, fecharam o placar. Com o resultado, o Furacão pega a Chapecoense, que despachou o Paraná Clube. A primeira partida ainda não tem data prevista pela CBF.

Sem o zagueiro Paulo André e o meia Vinicius, lesionados, além da ausência de Jadson, que não teve o seu contrato renovado, e Walter, que foi poupado, o técnico Paulo Autuori montou um time misto e que teve a volta de Marcos Guilherme no lugar de Ewandro. Apesar das mudanças, o Furacão não teve problemas em encontrar entrosamento e mandou na partida do início ao fim e em ritmo de passeio para os 8.213 mil torcedores pagantes (renda de R$ 95.680 mil).

Leia mais:   MPF aciona Supremo Tribunal Federal para impedir toque de recolher em Mato Grosso

O time misto do Atlético-PR entrou em campo querendo mostrar e mostrou. O primeiro gol veio aos 12 minutos com André Lima e a pressão permaneceu sem riscos ao dono da casa até que o segundo gol apareceu aos 3 minutos com Pablo. O terceiro – segundo de André Lima – foi quatro minutos depois fechando o passeio do primeiro tempo.

O Dom Bosco-MT veio com duas alterações e tentando dificultar a saída de bola do Atlético-PR, mas não conseguiu mudar o panorama do jogo construído na primeira partida. Na troca de passe e envolvendo o time adversário, Hernani marcou aos 14 minutos com assistência de André Lima. O que estava fácil ficou mais ainda com a expulsão de Jean do Dom Bosco-MT, que fez pênalti em Anderson Lopes, para ele marcar o quinto. O Atlético-PR ainda teve um gol anulado de Crysan, que estava em posição de impedimento. O jogador fez sinal de silêncio para a própria torcida e foi alvo de xingamentos e vaias até o final do jogo.

Fonte: CNE/G1

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Policiais e fiscais autuam em flagrante lanchonete Copo Sujo por descumprimento do decreto

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias

Policiais militares e ambientais, acompanhados por agentes da Vigilância em Saúde e Corpo de Bombeiros, autuaram em flagrante, proprietários da lanchonete e pizzaria “Copo Sujo”, por descumprimento do decreto estadual 836 de 01 de março que determina o fechamento do comércio ou qualquer outra atividade comercial a partir das 19 horas.

O fechamento da lanchonete e pizzaria Copo Sujo, localizada na avenida São Luiz, faz parte da Operação Dispersão, realizada desde o a noite de quarta-feira, quando o decreto governamental entrou em vigor. A medida faz parte das ações restritivas, impostas pelo governo estadual, para conter a disseminação da pandemia do coronavirus.

Além do descumprimento do decreto que estabelece o fechamento do comércio com horário definido, no local, policiais e fiscais da Vigilância em Saúde, flagraram pessoas, em aglomeração, consumindo bebidas alcoólicas. O estabelecimento foi autuado e os clientes dispersados. Não há ainda informação sobre aplicação de multa, conforme prevê o decreto.

Os órgãos fiscalizadores têm agido com rigor no cumprimento do decreto. Além da vigilância nos bares, lanchonetes, churrascarias e pizzarias, na noite de quarta-feira (3/3) a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros já haviam interrompidos a realização de um culto religioso na avenida Talhamares. A princípio, a polícia e os fiscais fizeram orientação e solicitaram dispersão dos clientes, agora a ordem é autuar e multar

Leia mais:   Sine MT disponibiliza quase mil vagas de emprego nesta semana

Confira as medidas do decreto: 

– De segunda à sexta, proibição de todas as atividades econômicas das 19h às 5h. Aos sábados e domingos, a proibição será após o meio-dia. A exceção fica por conta das farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de gasolina (exceto conveniências), indústrias, transporte de alimentos e grãos, e serviços de manutenção de atividades essenciais, como água, energia e telefone.

– Nos horários permitidos, as atividades econômicas deverão respeitar as medidas de segurança, como o uso de máscara, distanciamento e limitação de 50% da capacidade máxima do local. – Eventos podem ocorrer dentro do horário permitido, respeitado o limite 30% da capacidade do local, e número máximo de 50 pessoas.

– Os serviços de entrega por delivery seguem autorizados até às 23h. – O transporte coletivo e congêneres (Uber, 99, etc) podem funcionar normalmente. – Toque de recolher a partir das 21h até às 5h, com proibição de circulação – Projeto de lei que prevê multa a pessoas físicas e às empresas que descumprirem as normas, bem como notificação à Polícia Civil e Ministério Público.

Leia mais:   Governo decreta toque de recolher das 21h às 5h em todo o estado

– Nos órgãos públicos estaduais, fica suspenso o atendimento presencial em todas as secretarias e órgãos do governo, com exceção das unidades finalísticas. Quanto a jornada de trabalho, cada secretaria/autarquia vai disciplinar medidas para redução do fluxo de pessoas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Temor pelo contágio e ameaça de multa muda de forma repentina estilo de vida da população

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias

O temor pelo contágio pelo coronavirus e a ameaça de multa, para quem descumprir as medidas restritivas de combate ao covid-19, mudou de forma repentina, o estilo de vida da população, em Cáceres.

Desde a noite de quarta-feira (3/3), a primeira da edição do toque de recolher, baixado através de decreto governamental, a maioria do comércio fechou e pouca gente ousou em sair de casa.

O pouco comércio que ainda permaneceu aberto – algumas pizzarias e lanchonetes – se limitaram a cumprir as normas do decreto, realizando vendas somente, através do sistema delivery (pronta entrega).

“Felizmente as pessoas começaram a entender a necessidade de cumprir as normas sanitárias para conter a disseminação do coronavirus” afirmou o coordenador da Vigilância em Saúde, Alberto Garcete.

Disse que, a Polícia Militar – que fez as operações à noite – e a equipe da Secretaria de Fazenda – que realizou fiscalização durante o dia – tiveram pouco trabalho porque pouca gente esteve na rua, principalmente, à noite.

Uma das poucas ações da Polícia Militar foi impedir a realização de um culto religioso, na avenida Trabalhamares. Porém, ninguém foi detido ou multado. Os policiais agiram apenas para acabar com a aglomeração.

Leia mais:   Sine MT disponibiliza quase mil vagas de emprego nesta semana

Ainda não foi feito um balanço das ações dos órgãos fiscalizadores, após as primeiras 48h do decreto. Contudo, as informações, até o momento, são de que a população, pela primeira vez, demonstra interesse em cumprir as determinações.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana