Connect with us
kleber  grêmio (Foto: Diego Guichard  / GLOBOESPORTE.COM)Kleber recebe capacete de gladiador em apresentação em meio à obras da Arena (Foto: Diego Guichard)

Novembro de 2011. Com um capacete de proteção personalizado, Kleber recebe a camisa 7 do Grêmio das mãos do então presidente Paulo Odone em meio às obras de uma Arena ainda em construção. Em uma apresentação com pompa, o Gladiador chegava para ser o símbolo da nova casa gremista. Para ser o ídolo que nunca foi. Longe disso.

LEIA MAIS
> Três jogadores têm lesões constatadas
> Dupla Gre-Nal lidera ranking de cartões
> Grêmio mira “touca” contra o Coritiba

Quase cinco anos mais tarde, o atacante retorna ao moderno estádio tricolor para um primeiro reencontro. Um capítulo a mais numa verdadeira novela povoada por rusgas, decepção dos dois lados e longo imbróglio judicial.

Neste domingo, às 18h30, o Gladiador, com sua armadura verde e branca, cores do Coritiba, retornará à Arena pela primeira vez desde que deixou o Grêmio, no ano passado. Deverá incitar apupos por parte dos torcedores e, claro, atenção de sobra dos zagueiros gremistas. Entre um mundaréu de atritos com o Tricolor, o atacante deu a volta por cima em Curitiba. Tem 16 gols anotados em 17 jogos no ano. Mais que o dobro de Luan e Bobô, maiores artilheiros da equipe de Roger Machado, com sete cada.

Kleber despertará ainda lembranças de seus conturbados anos de contrato com o Grêmio, com enredo de filme, resgatados pelo GloboEsporte.com abaixo. Confira:

01

pompa, início promissor e lesões

 

Da pompa com a apresentação na Arena, Kleber iniciou sua trajetória no Grêmio ainda no velho Estádio Olímpico com uma arrancada arrasadora no Gauchão de 2012. O atacante anotou nove gols em 16 jogos no estadual e parecia afixar as pedras para uma passagem de idolatria, até sofrer uma grave lesão no tornozelo direito, fraturado em dividida com o zagueiro Léo Carioca, do Cruzeiro-RS, em 25 de março. (Relembre no vídeo acima)

Foram seis longos meses de recuperação da cirurgia no local, até o retorno, já no Brasileirão, mas sem o nível de atuações do começo do ano. Ainda assim, foi titular da equipe com Vanderlei Luxemburgo e alcançou a terceira colocação, com vaga na Libertadores do ano seguinte.

Em 2013, viveu uma boa fase logo depois da chegada do técnico Renato. Chegou, inclusive, a conquistar o posto de artilheiro da Arena, com sete gols anotados no estádio, mas encerrou a temporada em baixa, com um jejum de gols iniciado em 7 de setembro daquele ano. 

Logo no início de 2014, sofreu outra lesão, desta vez no ligamento do joelho direito, e ficou afastado da equipe mais de três meses. Ao retornar, já havia perdido espaço, fator que pavimentou sua saída rumo ao Vasco.

01

empréstimo ao vasco

 

Restou ao Gladiador disputar a Série B pelo Vasco no segundo semestre de 2014. Apesar de ser titular da equipe carioca em toda a competição, esteve longe do rendimento que se esperava de um jogador badalado. Participou de 27 partidas e marcou apenas seis gols – o mais importante deles contra o Icasa, em empate que garantiu o retorno cruz-maltino à primeira divisão (relembre no vídeo acima). Também não ficou longe de uma de suas marcas registradas: polêmicas.

Mas como nada é simples na carreira de Kleber, a saída do Rio de Janeiro foi tumultuada. Depois de declarar que seu ciclo no Vasco havia acabado, o atacante voltou atrás e disse não saber sobre o futuro. Naquele final de 2014, o clube passava por uma mudança na direção, e o atleta entrou em acordo com Vasco e Grêmio para encerrar o contrato de empréstimo, que só terminaria na metade de 2015.

Porém, no retorno ao tricolor gaúcho, havia seu desafeto no comando: Felipão. Não existia clima para sua permanência. Ou seja, ao final de 2014 o Grêmio já tinha desembolsado R$ 27 milhões por Kleber, entre salários e compra junto ao Palmeiras, e seu destino era incerto.

01

retorno, geladeira e novela na justiça

 

Sem um rumo para o futuro, Kleber retornou ao Grêmio no início de 2015. Tão logo chegou, foi avisado que treinaria separado do elenco principal, em horários alternativos. Foi uma decisão de Felipão, que disse não ter problemas com o jogador, mas não trabalharia com ele. Tudo isso fruto de um desentendimento entre os dois na época do Palmeiras.

Na mesma situação de Kleber, o volante Edinho foi resgatado na metade do ano por Roger Machado e tornou-se peça fundamental no grupo tricolor. Mas o Gladiador se tornara assunto do passado. Sem sucesso na tratativa com outros clubes, Kleber decidiu entrar na Justiça do Trabalho contra o Grêmio. Cobrou R$ 30 milhões por danos morais, considerando o tratamento recebido como “humilhante e vexatório”.

Depois de seu agente falar em salários atrasados, o atacante, enfim, entrou em acordo com o clube e a Justiça. Em junho de 2015, ficou acertado que o Tricolor pagará R$ 13 milhões ao atleta pela rescisão do contrato, que se encerraria somente ao final deste ano. No total, segundo as contas do GloboEsporte.com, o time gaúcho desembolsará R$ 41 milhões no caso Kleber.

Neste domingo, o Gladiador retorna à Arena em uma nova fase. Transferiu-se para o Coritiba na metade do ano passado e, aos 32 anos, tenta renascer para o futebol. Na atual temporada, tem 16 gols em 17 jogos. Em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com em abril (veja no vídeo acima), Kleber falou sobre a saída traumática do Tricolor e a intenção de se divertir em campo. Mas os gremistas esperam que, ao menos neste domingo, a diversão esteja do outro lado.

>> GRÊMIO x CORITIBA

Local: Arena do Grêmio
Data e horário: domingo (26/05), às 18h30 (de Brasília)
Escalação provável: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Bressan e Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Giuliano, Douglas e Everton; Luan 
Desfalques: Fred, Marcelo Oliveira, Henrique Almeida, Bobô, Miller Bolaños, Douglas Friedrich, Moisés e Wesley 
Transmissão: SporTV (com Jader Rocha e Batista)
Arbitragem: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC), auxiliado por Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE)

Confira as notícias do esporte gaúcho no globoesporte.com/rs

Fonte: Globo Esporte

Comentários Facebook

Entretenimento

Eclipse lunar traz ‘Lua de sangue’ no domingo (15); saiba mais

Published

on

No próximo domingo (15), acontecerá o primeiro eclipse lunar de 2022. Será um eclipse do tipo total, que ocorre quando a Lua cheia se move para a chamada sombra umbral profunda da Terra (parte mais interna e escura). Isso ocorre porque nosso planeta passa em frente à luz solar enviada para o nosso satélite natural.

De acordo com o astrofísico americano Fred Espenak, conhecido por prever eclipses, como a Lua cheia do dia 15 de maio é a chamada superlua, por estar no perigeu, o ponto mais próximo da Terra, esse eclipse será considerado uma superlua de sangue. O fenômeno, que poderá ser visto em todo o Brasil, ocorre quando a luz do sol passa pela atmosfera terrestre, mas desvia pelos comprimentos de onda para refletir de forma avermelhada na Lua.

Diagrama da sombra do eclipse lunar do dia 15 de maio. (Fonte: NASA/Divulgação.)Fonte:  NASA 

Quando acontecerá o eclipse total da Lua no domingo?

Conforme o perfil Astronomiaum no Twitter, nas cidades com fuso horário de Brasília, o eclipse lunar de domingo terá início às 22h32, e terá o seu ápice na madrugada de segunda-feira (16) à 1h11, com o término ocorrendo às 3h51. Além do Brasil, a Lua de sangue poderá ser vista também nos EUA e Canadá, além de partes da África e Europa.

Diferentemente do eclipse solar, que só é observável em uma área relativamente pequena do mundo, os eclipses lunares podem ser vistos em qualquer lugar no lado noturno da Terra. A sua visualização também é mais segura, pois esses fenômenos não necessitam de nenhum tipo de proteção para os olhos, pois são mais escuros do que a própria lua cheia em si.

Para quem mora em grandes cidades, e não pretende viajar para locais com baixa poluição visual para assistir ao eclipse total da Lua no domingo, será possível visualizá-lo através do canal oficial da NASA do YouTube. O telescópio da agência aeroespacial norte-americana irá iniciar a transmissão das imagens do fenômeno a partir da zero hora do dia 16 de maio, no horário de Brasília.

Para assistir, basta clicar no link acima para definir o lembrete e, na hora marcada, acompanhar os detalhes em alta resolução.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/ciencia/238420-eclipse-lunar-traz-lua-sangue-domingo-15-saiba.htm

Comentários Facebook
Continue Reading

Brasileirão Série A

Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Published

on

A Gazeta

Após 12 jogos sem derrotas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Cuiabá perdeu a longa invencibilidade que acumulava na série A para o líder Atlético-MG neste domingo (24), em Belo Horizonte, pela 28ª rodada do Brasileirão. O galo venceu por 2 a 1 e pôs fim a longa série do auriverde sem derrotas longe de casa.

O Dourado continua com 35 pontos, em décimo lugar na tabela de classificação. O Galo, por sua vez, chegou aos 59 tentos e é mais líder do que nunca.

A mil por hora, assim começou o início do jogo entre Cuiabá e Atlético-MG no Mineirão. Logo aos 2 minutos, Nathan Silva, contra, inaugurou o marcador em recuo infeliz para Everton, que viu a bola entrar lentamente no gol. Aos 4, Hulk, dentro da pequena área, deixou tudo igual após jogada ensaiada de escanteio.

O time mineiro conseguiu a virada com Jair, que completou de cabeça para as redes após assistência de Guilherme Arana.

No início da etapa final, Hulk marcou o terceiro para o Atlético, mas o gol foi anulado após a arbitragem pegar um toque de mão do atacante. Daí em diante o Atlético continuou pressionando, mas sempre parando nas defesas seguras do goleiro Walter.

À medida que o relógio foi passando, o Atlético deixou o Cuiabá mais a vontade para trabalhar com a bola e passou a contar com os contra-ataques. O Dourado martelou, porém não conseguiu criar chances claras de gol.

O próximo compromisso do Cuiabá no campeonato brasileiro é contra o Red Bull Bragantino no dia 1º de novembro, na Arena Pantanal, às 19h30 (de MT.

Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana