conecte-se conosco


Brasileirão Série A

Após triunfo em casa, Mancini destaca recuperação de jogadores criticados

Publicado

 

O triunfo do Vitória sobre o Sport, na noite desta
quarta-feira, teve protagonistas que até pouco tempo era alvo de críticas da
torcida. Vander fez um gol e deu passe para outro, enquanto Euller também
balançou as redes e ajudou o time baiano a vencer por 3 a 2 no Barradão. O
desempenho da dupla não passou despercebido pelo técnico Vagner Mancini. Após a
partida, o treinador destacou o processo de recuperação da confiança dos
atletas.

– Tenho muito cuidado com o Euller. Ele tem potencial. Cara
que tem um setor ofensivo muito forte. Deveria melhorar na parte defensiva e o
fez. Não tem dado oportunidade aos adversários no seu setor. Isso mostra o
crescimento do atleta. Fico feliz pelo gol e pela bela atuação. É um atleta que
vai nos ajudar ao longo do ano. O Vander fez o gol, e humildemente reverenciou
a torcida. Isso é fruto de um jogo que tivemos na Arena, onde o Vander saiu
chateado, fez gesto que não deveria para a torcida. Espero que tenha se redimido
hoje. Dentro desse contexto de série A difícil, com ausência de peças
importantes, aparecem outros jogadores que estavam esquecidos e foram fundamentais
na vitória ? pontuou o treinador.

Mancini falou sobre a utilização de jovens atletas na
partida contra o Sport. Com muitos desfalques, o treinador compôs um banco de
reservas inteiramente com atletas formados no clube. Sem citar nomes, ele
aprovou o rendimento de uns, enquanto criticou a atuação de outros.

– Tenho falado muito com os jovens. Tive a oportunidade de
usá-los, esperando que eles amadureçam o mais rápido possível. Alguns estão
mais maduros que outros. (…) Os atletas da base estão aqui para amadurecer,
entrar no jogo e demonstrar o que são capazes. Hoje alguns mostraram maturidade
e outros mostraram que dependem de mais experiência, que vai ser dado ao longo
do tempo ? comentou.

Sobre a partida, o técnico apontou um Vitória superior ao
Sport na maior parte dos 90 minutos. A avaliação de Mancini é de que o time
poderia construir um placar mais elástico. No entanto, com base nas
circunstâncias, um triunfo magro ficou de bom tamanho.

– Foi uma página escrita que muitas vezes a gente já leu. O
Vitória vez um belo primeiro tempo, saiu atrás do marcador mesmo jogando bem, e
em um lance de desatenção, sofremos o gol. Foi uma cobrança de escanteio, nossa
zaga tirou, o Rodney Wallace inverteu e pegou o Matheus Ferraz sozinho na área.
O Vitória jogava bem, e passou a encurralar o Sport. Após a expulsão acentuou.
Na segunda etapa voltou, aumentou a pressão, fez os gols, tentou administrar o
jogo e tomou os gols. Sofreu o segundo gol em uma situação atípica. Foi um
lance de erro de marcação. Tomamos um gol de um time que tinha nove jogadores. Óbvio
que isso desagrada. Mas não posso tirar os méritos de uma equipe que venceu mesmo
sem Kieza e Marinho, jogadores que todos falavam da importância. O Vitória
construiu uma vitória importante. Não importa se foi contra dez ou nove
jogadores. Foi uma vitória essencial para o momento. Dos últimos nove pontos fizemos
sete. Tudo isso tem que ser analisado. Saímos achando que o Vitória poderia ter
goleado. Não goleamos, mas foi uma vitória essencial.

Confira outras declarações de Vagner Mancini durante a coletiva:

01

acidente com filho do massagista

– Falar de uma coisa que tem mexido com o pessoal aqui dentro,
que foi no último jogo contra a Ponte Preta, o filho do Tuquinha
sofreu um acidente e está sob cuidados no hospital. Estou dizendo aqui também
ao Tuquinha, ao filho e para a família, que a vitória tem um gosto especial em função
da recuperação do filho dele. Que ele rapidamente esteja em casa junto com a família

01

confusão com Diego Souza

– Foi um lance onde o Diego do nada chutou a bola na minha
direção. Logo em seguida olhou para mim e se desculpou. Óbvio que estava nervoso.
Não vou nem falar mais sobre isso. É um atleta sensacional, onde jogou teve destaque. Estava dando muito trabalho. Temos que ficar com essa imagem, de um cara que
brigou, mas, felizmente para o Vitória, não chegou a seu objetivo.

01

opção por nickson

– Eu já estava esperando oportunidade de usar om Nickson. Ele vem
mostrando maturidade muito grande. É um jogador guerreiro, tem chute de fora da
área. A opção era justamente por isso. Ter em campo mais um jogador de profundidade.
Não tinha o Kieza, o Nickson era uma opção para fazer a bola circular, jogador
que arremata de longe. Fico feliz pelo gol e pela atuação. (…) O
Amaral naquele momento onde tínhamos um a amais ele penetrava na área. A bola sobrou
para ele duas vezes em condições de finalização. O Nickson bate bem na bola, se movimenta
rápido, é guerreiro. Assim como era o pai, Jackson, que também jogou aqui no
Vitória. A intenção era fazer a bola circular mais rápido, ter uma atleta de definição
de jogada, que entrasse na área. 

01

controle da partida

– Naquele momento, tínhamos dois gols de diferença. Natural o
atleta saber que tem que desgastar a outra equipe. Não é fácil jogar com dois a
menos e corre atrás da bola. Qualquer time se abre em campo. Tocar para atacar
de um lado, faz a bola rodar para chegar ao outro lado. Muitas vezes chegava e
não tinha atleta dentro da área. Dagoberto e Thiago Real saiam da área. Por
isso coloquei Rafaelson, queria fazer mais gols. Há neste momento uma coisa que
tem que ser dita. O time vem de empate que deveria ter vencido, não venceu por
erro de arbitragem. Estamos em uma sequência que sabemos de necessidade de
somar pontos. Tivemos desgaste, tinha jogadores no limite de desgaste. Vou
citar um exemplo. O Dagoberto vem em sequência de jogos. Tomamos o segundo gol
e achei melhor deixar ele em campo para que os nervos voltassem ao lugar. Óbvio
que o torcedor queria que o Vitória fosse para cima. Mas o contexto pedia um
time que tocasse a bola.

01

maicon silva e vander

– Maicon é assunto definido no clube. O contrato dele vai ser
rescindido. Vai voltar ao time de origem ou jogar em outra equipe. Sobre o
Vander, é um atleta que tem nos ajudado bastante. Teve a humildade de
reconhecer que no outro jogo se excedeu. Atleta de definição de jogadas, fez
gol, deu passe para outro. Está totalmente inserindo no nosso contexto. Ficou
fora por alguns jogos. Achei que deveria dar um descanso. Hoje retornou e nos
ajudou, mostrou que pode ajudar muito o Vitória. Se vai sair ou não, não
sabemos. Espero que fique. Na escassez de atletas que temos, ele pode nos
ajudar.

SAIBA MAIS
Atletas do Vitória destacam união do time e importância dos três pontos
Vitória aproveita vantagem numérica e derrota o Sport por 3 a 2 no Barradão
Clique aqui e assista a vídeos do Vitória
Fique por dentro das notícias do esporte baiano

Comentários Facebook

Brasileirão Série A

Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Publicado

A Gazeta

Após 12 jogos sem derrotas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Cuiabá perdeu a longa invencibilidade que acumulava na série A para o líder Atlético-MG neste domingo (24), em Belo Horizonte, pela 28ª rodada do Brasileirão. O galo venceu por 2 a 1 e pôs fim a longa série do auriverde sem derrotas longe de casa.

O Dourado continua com 35 pontos, em décimo lugar na tabela de classificação. O Galo, por sua vez, chegou aos 59 tentos e é mais líder do que nunca.

A mil por hora, assim começou o início do jogo entre Cuiabá e Atlético-MG no Mineirão. Logo aos 2 minutos, Nathan Silva, contra, inaugurou o marcador em recuo infeliz para Everton, que viu a bola entrar lentamente no gol. Aos 4, Hulk, dentro da pequena área, deixou tudo igual após jogada ensaiada de escanteio.

O time mineiro conseguiu a virada com Jair, que completou de cabeça para as redes após assistência de Guilherme Arana.

No início da etapa final, Hulk marcou o terceiro para o Atlético, mas o gol foi anulado após a arbitragem pegar um toque de mão do atacante. Daí em diante o Atlético continuou pressionando, mas sempre parando nas defesas seguras do goleiro Walter.

À medida que o relógio foi passando, o Atlético deixou o Cuiabá mais a vontade para trabalhar com a bola e passou a contar com os contra-ataques. O Dourado martelou, porém não conseguiu criar chances claras de gol.

O próximo compromisso do Cuiabá no campeonato brasileiro é contra o Red Bull Bragantino no dia 1º de novembro, na Arena Pantanal, às 19h30 (de MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasileirão Série A

Seleção Brasileira encerra preparação para amistoso contra República Tcheca

Publicado

Programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) também destacou a reta final dos principais campeonatos estaduais do país; ouça na íntegra

O programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) destacou o amistoso da Seleção Brasileira com a República Tcheca. Waldir Luiz, Márcio Guedes, Bruno Mendes e toda a nossa equipe também analisaram a reta final dos principais campeonatos estaduais do país e as principais notícias do esporte nacional e internacional.

Clique no player e ouça o programa na íntegra:

No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919.

Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.

Agencia Brasil
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana