conecte-se conosco


Botafogo

Análise: apático no início, insinuante no fim, Bota volta a pecar na pontaria

Publicado

 

Mais do que irritar, o primeiro tempo contra o Cruzeiro preocupou o torcedor do Botafogo. Pelo segundo jogo seguido o time repetiu uma atuação apática, com a defesa vulnerável e o ataque inofensivo. Ricardo Gomes subiu o tom no intervalo, cobrou, e a equipe voltou com nova postura. Se não esbanjou técnica, pressionou o clube mineiro, acertou duas bolas na trave e merecia melhor sorte. Um velho problema, no entanto, foi novamente decisivo. A falta de pontaria impediu que o Alvinegro deixasse Brasília com ao menos um ponto na bagagem.

O primeiro tempo foi assustador. As novidades de Ricardo Gomes não funcionaram. Anderson Aquino mal foi visto em campo. Recuado para o meio de campo, Salgueiro nada criou. A entrada de Diérson não fez com que a defesa ficasse menos exposta. Pelo contrário, o Cruzeiro poderia ter ido para o intervalo com uma vantagem ainda maior.

Os números traduzem bem a atuação apática do Botafogo na etapa inicial. O clube carioca, que teve apenas 36% de posse de bola, não finalizou a gol.

– O time estava aceitando a postura do Cruzeiro. No primeiro tempo, o Cruzeiro não teve nenhuma dificuldade. Até eu jogaria como zagueiro. O Botafogo não incomodou… Falei que nunca mais queria ver esse primeiro tempo – resumiu o técnico Ricardo Gomes.

Lucas Romero Cruzeiro; Botafogo;Mané Garrinch (Foto: Ueslei Marcelino/Light Press)Botafogo bateu cabeça no primeiro tempo, melhorou no segundo, mas não evitou derrota em Brasília
(Foto: Ueslei Marcelino/Light Press)

Na volta do intervalo, o Botafogo retornou com Leandrinho no lugar de Salgueiro. No entanto, mais do que nomes, o que mudou foi a postura do time. O jovem meia, porém, foi peça fundamental na engrenagem alvinegra. Pilhado, chamou o time para cima e participou de quase todos os lances de perigo do time carioca.

Mais foi aí que um velho problema voltou à tona: a falta de pontaria. Anderson Aquino, em cobrança de falta, e Sassá, de cabeça, mandaram no travessão. Bruno Silva mandou perto. O próprio Leandrinho tentou, mas Bruno Rodrigo evitou o empate. A pressão levantou um pouco a autoestima do torcedor alvinegro, mas não surtiu efeito.

– Já falei sobre esse problema (falta de pontaria) e já usei esse discurso. Não tem jeito, temos que treinar mais e tentar mais nos jogos – lamentou Ricardo.

A dúvida agora é: qual é o verdadeiro Botafogo? O apático do primeiro tempo ou o insinuante da etapa final. Fato é que, com apenas quatro pontos e três gols marcados em cinco jogos, o clube começa a ficar para trás na tabela. E isso é preocupante.

Fonte: Globo Esporte

Comentários Facebook

Botafogo

Bota abre negociações com Cruzeiro. "Vendo o que pode fazer", diz Neilton

Publicado

Neilton, Botafogo (Foto: Marcelo Baltar)Neilton, Botafogo (Foto: Marcelo Baltar)

O Botafogo quer ficar com Neilton para disputar a Libertadores em 2017. A diretoria já procurou o empresário do jogador, Hamilton Bernard, para abrir negociações com o Cruzeiro, clube onde o atacante tem mais um ano de contrato. A multa rescisória é alta, mas valores não foram revelados, e a Raposa não aceitaria um novo empréstimo para não perder o atleta de graça ao fim do vínculo. A negociação é considerada difícil, mas não impossível.

Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, Neilton admitiu que os contatos entre as diretoria já começaram. E o atacante não esconde qual é o seu desejo.

? Já está sendo conversado. Prioridade é do Botafogo, está vendo o que pode fazer para me manter. Espero que dê tudo certo e eu fique. É inexplicável. A minha felicidade fala tudo. Passei momentos de dificuldades. Aqui no Botafogo reencontrei minha felicidade, meu futebol e espero dar continuidade a esse trabalho.

Em instantes, outras informações.


Comentários Facebook
Continue lendo

Botafogo

Empresário assume carreira de Sidão, prioriza Botafogo e revela sondagens

Publicado

Sidão, Botafogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)Abre o olho! Botafogo já negocia para manter Sidão em 2017 (Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo)

O bom momento e a grande visibilidade levaram Sidão a procurar um profissional para ajudá-lo na gestão de sua carreira. Fábio Mello, empresário de jogadores como Réver (Flamengo) e Victor (Atlético-MG), acertou recentemente com o goleiro do Botafogo e assumiu as rédeas das conversas de renovação com o clube carioca. 

Sidão, que vinha conversando pessoalmente com o gerente Antônio Lopes, tem contrato com o Audax até o término do Campeonato Paulista e está emprestado ao Botafogo até dezembro. Em um primeiro momento, o clube carioca ofereceu um novo vínculo de um ano. O goleiro planeja renovar até o fim de 2018. Segundo o empresário, Sidão recebeu sondagens, mas a prioridade é do clube carioca. 

? Os resultados conquistados não são por acaso. O fato de ser o melhor goleiro do segundo turno gera muita especulação e interesse de vários clubes, mas o objetivo agora é manter o foco total nesta reta final de Campeonato Brasileiro. Vamos dar a tranquilidade necessária para ele buscar as melhores oportunidades, mas é claro que a preferência é do Botafogo por ter acreditado no Sidão desde o início ? disse Fábio Mello. 

O Botafogo planeja renovar logo com o goleiro, não quer arrastar as tratativas, mas evita falar em negociações no momento em que o clube está buscando uma vaga na Libertadores. Sidão, no entanto, não esconde que seu desejo é seguir em General Severiano. 

Sempre falei da minha vontade de renovar com Botafogo, todos sabem do meu carinho pelo clube”
Sidão, goleiro do Botafogo

? Sempre falei da minha vontade de renovar com Botafogo, todos sabem do meu carinho pelo clube. Mesmo com o contrato terminando em dezembro, meu foco é classificar o clube para Libertadores para que 2017 seja novamente um grande ano ? afirmou Sidão. 

Contratado em maio após se destacar na campanha que terminou com o vice-Campeonato Paulista pelo Audax, Sidão chegou a General Severiano para suprir a ausência de Jefferson. Rapidamente conquistou a titularidade e o carinho do torcedor alvinegro. Desde então, disputou 29 jogos e sofreu 34 gols. 


Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana