conecte-se conosco


Destaque

Adriano Ferreira, coordenador do Centro de Treinamento Valdívia “Não vendemos sonhos, formamos atletas” veja entrevista

Publicado

Destaque

Seduc prorroga prazo para distribuição dos kits alimentação escolar

Publicado

Seduc – MT

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) prorrogou o prazo de entrega dos kits alimentação escolar. A previsão inicial era que as 365 mil unidades do kit fossem entregues aos pais ou responsáveis pelos estudantes até esta sexta-feira (26.02). Entretanto, problemas com documentação de algumas escolas e até mesmo com fornecedores acabaram atrasando as compras que são feitas pela direção de cada unidade.

O novo prazo para a entrega dos kits será definido individualmente, em acordo com as necessidades específicas de cada unidade escolar.

No início de fevereiro, a Seduc repassou duas parcelas para a compra dos kits alimentação para todas as escolas de Mato Grosso. A primeira parcela foi liberada no dia 8 de fevereiro, no valor de R$ 4.104.000,50. A segunda foi liberada no dia 11 de fevereiro, no valor total de R$ 6.936.913,00.

Regularização

Para a escola ter acesso ao recurso liberado pela Seduc ela precisava cadastrar no sistema da Seduc o Conselho Deliberativo da Comunidade (CDCE) e o número da conta corrente. Quando os repasses foram feitos, 300 escolas não tinham regularizado a situação. Hoje, todas possuem o CDCE.

Leia mais:   Centro de Iniciação ao Esporte terá obras retomadas

Fornecedores

Os fornecedores de cada cidade são escolhidos por meio de pregão. Há situações em que os fornecedores não conseguiram entregar em tempo hábil os produtos, devido à grande demanda. Um exemplo aconteceu com o arroz. São dois pacotes em cada kit. Uma escola com 1 mil alunos, por exemplo, vai precisar de dois mil pacotes. Para todo Mato Grosso serão 730 mil pacotes de arroz.

Um kit por aluno

A Seduc reforça que todos os alunos matriculados têm direito a um kit de alimentação escolar. Famílias com três filhos matriculados, por exemplo, têm direito a três kits.

As equipes gestoras das escolas devem fazer o agendamento com os pais para a retirada dos alimentos, para evitar aglomeração.

Produtos

Os kits têm valor médio de R$ 100, valor 30% maior que no ano passado, e são montados com os seguintes itens:

– dois pacotes de 5 kg de arroz;

– um pacote de um 1 kg de feijão carioca;

– um litro de óleo de soja;

Leia mais:   'Maratona de jornalismo cultural' traz palestras, debates e oficinas onlines e gratuitas

– 1 kg de sal;

– 1 kg de frango (podendo ser coxa, sobrecoxa ou peito);

– 1 kg de vegetal (podendo ser abobrinha verde, cenoura, chuchu, beterraba, maxixe, quiabo ou abóbora cabotiã;

– 1 kg de fruta (laranja, banana nanica ou banana maçã);

– 1 kg de tubérculo (podendo ser mandioca in natura, mandioca descascada, batata doce, bata inglesa, inhame ou cará).

Os tipos de vegetais, frutas e tubérculos variam de acordo com a disponibilidade contratada pela escola na chamada pública.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Volta às aulas presenciais: Conheça 3 tecnologias “anticovid” essenciais para manter a segurança das instituições de ensino

Publicado

Assessoria

A volta às aulas presenciais ainda é alvo de debate entre os brasileiros. Desde o início do mês de fevereiro, diversos estudantes retornaram às salas para o começo do ano letivo. No entanto, há uma dúvida que ainda impera entre pais, alunos e até funcionários das escolas. Será que apenas o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento entre os alunos são capazes de controlar a propagação do coronavírus?

Para o tecnólogo, Rubens Branchini, Diretor Comercial da Dealer Shop, Distribuidora de Soluções em Projetos e Produtos de Segurança Eletrônica, a tecnologia aliada à inteligência artificial (IA) é mais uma opção que garante a segurança de todos no combate à covid-19.  Existem aparelhos que monitoram o fluxo de pessoas e verificam o uso de máscara, câmeras térmicas que fornecem leituras de temperatura corporal enviadas em tempo real ao sistema de monitoramento das escolas.

Abaixo, o especialista lista os benefícios das três principais tecnologias “anticovid” indicadas às instituições de ensino:

Câmeras térmicas:

Facilitam a medição de temperatura das pessoas em lugares de grande movimento, por serem fixadas na entrada das escolas e evitarem aglomeração (diferente daqueles aparelhos manuais, que tornam inviável a aferição de aluno por aluno). As câmeras conseguem medir a temperatura de até 15 alunos ao mesmo tempo e se alguém estiver com a temperatura de 37,8 graus ou mais, disparam um alerta. Branchini ressalta que se as câmeras alertarem para alta temperatura, fica a critério da instituição definir quem pode ou não entrar.

Leia mais:   Auxílio emergencial deve ser de até quatro parcelas de R$ 250

 

Direct Flow – Dispositivo que controla a entrada e acusa lotação máxima de pessoas: 

 

Colocado geralmente na porta das escolas, o sistema direct flow (fluxo direto) é um painel que avisa quantas pessoas ainda cabem num determinado ambiente da instituição, autorizando apenas o limite programado. Depois disso, avisa aos alunos que eles vão precisar esperar mais um pouquinho para entrar. O dono do estabelecimento pode receber informações online sobre a lotação do local.

Câmeras de reconhecimento facial e identificação do uso de máscaras: 

As câmeras que fazem o controle de acesso facial liberam as catracas sem que os alunos precisem tocá-la. O dispositivo ainda mede a temperatura,  checa se estão sem febre e ainda acusa o uso ou não de máscara. De acordo com Branchini, as câmeras também são ideais para condomínios residenciais, centros empresariais ou clubes. “Você faz o pré- cadastro dos que frequentam o local e eles nem precisam avisar o porteiro”, afirma o especialista.

 

Dealer Shop

A Dealer Shop Distribuidora é uma empresa jovem, moderna e entrega a melhor Solução quando o assunto é desenvolvimento de projetos. Situada na Zona Norte de São Paulo, possui a melhor infraestrutura interna para atender em diversas frentes de mercado como Segurança Eletrônica, Comunicações, Câmeras térmicas, Controle de Acesso, Infraestrutura, Redes, Soluções de Softwares e Equipamentos de Incêndio em parceria com os principais fabricantes do território nacional e internacional. Tem como objetivo oferecer a melhor solução integrada nas áreas em que atua, dando suporte e atendimento de alta qualidade. https://dealershop.com.br

Leia mais:   SURTO DE DENGUE: Laboratório São Matheus oferece teste preciso e com o menor preço

Instagram:

@dealershopdistribuidora

https://www.instagram.com/dealershopdistribuidora/

Facebook

https://www.facebook.com/dealershopdistribuidora/

@dealershopdistribuidora

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana