conecte-se conosco


Mato Grosso

ZIKA E CHIKUNGUNYA Dr. Leonardo cobra do Ministério da Saúde investimento no combate ao mosquito dengue em MT

Publicado

O deputado federal Dr. Leonardo apresentou requerimento ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, de informações sobre estratégia e atuação no combate a dengue, zika e chikungunya em Mato Grosso. O documento contém solicitação dos valores repassados ao Estado e aos municípios entre 2016 e 2018, das operações financiadas com esses valores e outros detalhes necessários para a confecção de um diagnóstico dessas endemias tropicais.

“Esse assunto é preocupante. Como médico, tenho convicção de que o combate ao aedes aegypti, o mosquito da dengue, é fundamental para saúde pública em Mato Grosso. Não podemos esperar chegar novamente o período endêmico, precisamos nos antecipar e é por isso que solicitei essas informações. Em posse da estratégia do Governo Federal poderemos atuar para ajudar os municípios nas políticas de saúde”, afirmou Dr. Leonardo.

Conforme informações do Governo do Estado de Mato Grosso, ao final de 2018 um total de 98 dos 141 municípios estavam em situação de alerta ou risco de surto de dengue, zika ou chikungunya. As três doenças já causaram surtos em Mato Grosso e, por isso, o parlamentar quer estudar como tem sido a estratégia de combate ao principal vetor de transmissão.

Leia mais:   MTI discute boas práticas de inovação durante evento em Cuiabá

A maior parte dos focos do mosquito da dengue são depósitos de lixo, seguido de depósito de água. Os focos domiciliares aparecem como terceira maior concentração de criadouros do aedes aegypti. Nesse último caso, a atuação dos Agentes de Combate às Endemias é crucial no controle da endemia.

Confira o requerimento na íntegra:

https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2195227

Jardel P. Arruda
Assessoria de Imprensa
Deputado Dr. Leonardo
(65) 99267 9309

Jean Campos

Assessoria de Imprensa
Deputado Dr. Leonardo
(61) 99967-1232
Comentários Facebook

Mato Grosso

PM prende homem por dirigir em zigue-zague na rodovia

Publicado

Policiais militares de Barra do Garças (a 509 quilômetros de Cuiabá) prenderam, na manhã desta terça-feira (23), homem de 38 anos por dirigir em zigue-zague na MT 100. Durante abordagem foi constatado que V.B.S estava em visível estado de embriaguez alcoólica na direção do veículo.

Os militares foram informados via 190 que o homem dirigia sentido Araguaiana para Barra do Garças. Imediatamente eles se deslocaram para a rodovia, quando se depararam com o suspeito. No teste com o etilômetro, foi constatado a quantia de 0.99 miligrama por litro. O homem foi preso em flagrante e conduzido à delegacia. O veículo foi encaminhado para ao pátio do Batalhão de Trânsito.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Exposição "O Egito sob o olhar de Napoleão" fica em cartaz até dia 29 de junho
Continue lendo

Mato Grosso

Atualização cadastral de servidores cedidos termina nesta quinta-feira (25)

Publicado

Termina nesta quinta-feira (25.04) o prazo para a atualização cadastral de servidores ativos do Estado, civis e militares, que estão cedidos ou que foram requisitados por outros órgãos e Poderes. Dos 715 servidores cedidos, 478 realizaram o recadastramento e 237 ainda não o fizeram.

Quem não fizer o recadastramento no prazo estipulado terá sua cessão ou requisição revogadas e deverá retornar ao seu órgão de origem imediatamente, e irá responder Processo Administrativo Disciplinar para apurar o ocorrido. A inserção de dados inverídicos também poderá gerar procedimento disciplinar e outras penalidades previstas em lei. 

Passo a passo

Para se recadastrar o servidor deverá preencher o formulário que está disponível no site da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e entregar na Gestão de Pessoas de seu órgão de origem.

Este documento deve conter informações pessoais e funcionais, como órgão cedente e cessionário, ato administrativo da cessão, carga horária, licenças prêmio e férias a usufruir, atividades que desenvolve, se exerce cargo em comissão, além da assinatura do chefe imediato do órgão cessionário.

Leia mais:   Governadores defendem Fundeb permanente na Constituição Federal

Caso o servidor seja professor da educação básica, a assessoria pedagógica da unidade em que se encontra o professor é que deverá assinar o formulário.

As unidades de Gestão de Pessoas dos órgãos e entidades do Executivo cedentes ficarão responsáveis em repassar essas informações completas a Seplag, por meio da Superintendência de Gestão de Pessoas, no prazo de 30 dias, a partir da publicação do decreto nº 45/2019.

Clique aqui para ter acesso ao formulário de atualização.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana