conecte-se conosco


Sem categoria

Vila Nova x Bragantino – O acesso é realidade para quem?

Publicado

Após vê o sonho de voltar à elite do futebol paulista ir por água abaixo, oBragantino junta os cacos para conquistar o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro, que começa nesta sexta-feira. O Massa Bruta estreia na competição diante do Vila Nova às 19h15, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Assim como o Bragantino, o Vila Nova não fez um bom Estadual. O Tigre não conseguiu vaga na final e se conteve em reservar suas forças para a Série B. O Massa Bruta, porém, chega em alta ao se garantir na terceira fase da Copa do Brasil ao passar pelo Avaí.

MISTÉRIO NO TIGRE!
Faltando um dia para a estreia no Campeonato Brasileiro da Série B, o Vila Nova ainda não está definido pelo técnico Rogério Mancini, que deve divulgar a escalação titular apenas momentos antes da partida diante do Bragantino.

Rogério Mancini vai manter a base que terminou o Campeonato Goiano, mas estuda promover a entrada de três jogadores recém-contratados, casos do lateral-direito Jeferson Feijão (ex-Caldense), do esquerdo Marcelo Cordeiro (ex-São Bento) e do meia Jean Carlos (ex-São Bernardo).

Leia mais:   Danos ambientais: Vereadores requerem remoção dos resíduos recicláveis do aterro sanitário; Autarquia contesta

Existe ainda a possibilidade do treinador promover duas alterações em relação ao time que vem treinando nos últimos dias, como as entradas de Frontini e Thiago Brito nos lugares de Diego Cardoso e Jean Carlos, respectivamente.

BRAGA PRONTO!
Ainda sem Leandro Brasília, o técnico Léo Condé definiu o time que vai enfrentar o Vila Nova no treinamento realizado nesta quinta-feira, no Estádio Nabi Abi Chedid. Satisfeito com a apresentação no empate com o Avaí, por 1 a 1, pela Copa do Brasil, o comandante não vai realizar mudanças.

Os únicos jogadores que não estão à disposição de Léo Condé, além do recém-contratado Leandro Brasília, são Ivan e Geandro, que seguem se recuperando de lesões no departamento médico alvinegro.

Contestado por parte da torcida devido a suas últimas atuações, Elder Santana corria o risco de perder a vaga nos 11 iniciais, mas ganhou mais uma oportunidade do treinador.

Fonte: FI

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Danos ambientais: Vereadores requerem remoção dos resíduos recicláveis do aterro sanitário; Autarquia contesta

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias

    Danos ambientais e sociais no aterro sanitário em Cáceres levam os vereadores a requerer da prefeitura, através da Autarquia Águas do Pantanal, a remoção dos resíduos recicláveis do local. O requerimento, assinado pela maioria dos vereadores, é de autoria da vereadora Mazéh Silva (PT), apresentado na sessão plenária de segunda-feira (25/10).

     Além de cessar os danos, a proposta da parlamentar visa proporcionar aos catadores das organizações, excluídos da chamada pública, alternativa para que eles possam fazer a coleta e separação, para dar destino adequado aos recicláveis, gerando emprego e renda aos profissionais do setor.

     Diretora da autarquia Maria Aparecida Nepomuceno dos Santos contesta as denúncias sobre danos ambientais e sociais decorrentes da má condução do aterro sanitário.

    Em Nota Técnica (no fim da reportagem) encaminhada ao site Expressão Notícias ela diz que as informações não têm nenhuma procedência e que o todo trabalho de reciclagem dos resíduos é feito de forma correta, através do serviço de coleta seletiva, realizado diariamente, no município.

    Diante da gravidade do problema, o requerimento da vereadora petista foi devidamente avalizado pelos demais integrantes do legislativo. Além da autora, assinaram o documento os vereadores Franco Valério, Cesare Pastorello, Marcos Ribeiro, Luiz Landim, Rubens Macedo, Manga Rosa, Pastor Júnior, Domingos dos Santos e Celso Silva.

    Os danos ambientais, de acordo com a Mazéh Silva, foram constatados em visita técnica realizada no local no dia 18.

    Acompanhada pela promotora do Meio Ambiente, Liane Amélia Chaves e do presidente da Cooperativa de Catadores de Reciclável Cidade Limpa, Aurino Castro, Mazéh disse que “a população está pagando uma fortuna na taxa de lixo quando na verdade, o tratamento não acontece. A autarquia precisa responder por isso. Estão de fato, enterrando dinheiro. Isso aqui, geraria renda aos catadores”.

    Presidente da cooperativa, por sua vez disse que iria solicitar da promotora do Meio Ambiente, uma forma de isentar a população da taxa de lixo. “Vou pedir a promotora a isenção da taxa de lixo. Porque pagar se eles pegam o lixo e jogam fora. A taxa é para dar um destino certo ao lixo. Estão fazendo exatamente o contrário. Tudo errado” disse Aurino.

            Em Nota Técnica a diretora da Autarquia Águas do Pantanal contesta as denúncias. Veja abaixo a integra da nota:

Leia mais:   Danos ambientais: Vereadores requerem remoção dos resíduos recicláveis do aterro sanitário; Autarquia contesta

NOTA TÉCNICA Nº 002/2021-SSAAP – Cáceres/MT, 20 de Outubro de 2021.

 INTRODUÇÃO

O Serviço Autônomo de Água, Esgoto, Drenagem e Resíduo Sólidos do Município de Cáceres, do Estado de Mato Grosso, criado como entidade autárquica de direito público pela Lei nº 2.476, de 05 de maio de 2015, cuja nomenclatura foi alterada pela Lei nº 2.520, de 02 de fevereiro de 2016, passando a se denominar Serviço de Saneamento Ambiental Águas do Pantanal. A criação da autarquia municipal “Águas do Pantanal”, veio para identificá-la como responsável pelo fornecimento, manutenção e execução dos serviços de água, esgoto, drenagem e resíduo solido do município de Cáceres-MT.

 ASSUNTO

Está sendo veiculado nas redes sociais um vídeo intitulado: “DENÚNCIA: DANO AMBIENTAL E SOCIAL NO ATERRO SANITÁRIO DE CÁCERES/MT” e  enfatiza:  “…hoje aqui a gente denuncia a mentira da Autarquia e da gestão municipal sobre reciclagem”, dentre outras indagações.

REFERÊNCIA

Foi realizado recentemente um monitoramento com o intuito de levantar dados referentes à coleta seletiva no município, para certificar sobre a adesão do serviço junto à população que já é atendida com o serviço em questão.  O município tem a coleta seletiva presente em 19 bairros, correspondendo a 46% dos bairros, porém nem todos os moradores atendem ao chamamento para realizar a separação dos resíduos em sua casa, destinando corretamente os recicláveis à coleta seletiva.

A expansão da coleta seletiva para mais bairros da cidade, está prevista a acontecer, pois se encontra em andamento uma Chamada Pública – Edital nº 01/2021, cujo objeto visa o CREDENCIAMENTO COOPERATIVAS/ASSOCIAÇÕES DE CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS COM O OBJETIVO DE FIRMAR TERMO DE COLABORAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DE COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO MUNICÍPIO DE CÁCERES/MT, com planejamento para realizar no município de Cáceres, 3 tipos de coletas seletivas: a coleta seletiva porta a porta: nas residências, nos comércios e, principalmente  coleta seletiva nos contêineres dispostos em vários lugares de nossa cidade, sendo todas essas modalidades realizadas por Catadores de Materiais Recicláveis, vislumbrando a ascensão social e econômica desta classe de trabalhadores.

Com o credenciamento de mais Associações de Catadores de Materiais Recicláveis, será executado uma divulgação ainda mais ampla sobre  a coleta seletiva, através de Educação Ambiental porta a porta, nas escolas e instituições parceiras e, utilizando-se dos canais de informação, mídias sociais, para uma maior participação da população.

Leia mais:   Mega-Sena acumula em R$ 33 milhões: confira as dezenas sorteadas no sábado

 DOS FATOS

As declarações constantes no vídeo divulgado não se coadunam com a verdade, uma vez que todas as informações sobre a importância da separação dos resíduos estão constantemente sendo divulgados pela Autarquia através dos meios de comunicação.  Afirmar que a autarquia não realiza o seu papel corretamente, que direciona materiais recicláveis ao aterro sanitário e que por isso comete crime ambiental, é um tanto imprudente.

Isto por que, a coleta seletiva no município de Cáceres atende as residências e comércios em um percentual de 46% da população e todos resíduos coletados são destinados ao Centro de Triagem, onde ocorre a separação dos mesmos onde APENAS os rejeitos são destinados ao aterro sanitário, enquanto que os materiais recicláveis são comercializados como fonte de renda às famílias de Catadores/as de materiais recicláveis.

    Os materiais recicláveis que chegam de forma irregular ao aterro sanitário são provenientes de empreendimentos e munícipes que, por não ter o caminhão da coleta seletiva em sua porta ou comércio, descartam junto a coleta de resíduos sólidos, não possuem a consciência ambiental, a sensibilidade necessária, para proceder corretamente o descarte dos resíduos, pois mesmo sem o serviço em 100% dos bairros, todos aqueles que entram em contato com a Autarquia para que se recolha materiais recicláveis, a Cooperativa atende prontamente.

Sendo Cáceres um município com mais de 90.000 habitantes, destaca-se que há muitas frentes de atuação para a efetivação da coleta seletiva e que ações estruturantes e também ações de Educação Ambiental já estão acontecendo para obter cada vez mais a adesão da população.

A autarquia, só em 2021, já promoveu 03 mutirões de limpeza com a finalidade de orientação, que percorreu todos os bairros da cidade. Atualmente, acontece o mutirão para entrega voluntária de materiais recicláveis nos Contêineres que estão em pontos estratégicos.

 

O trabalho de informação e conscientização da importância de se reciclar deve continuar, pois não é fácil convencer o que outrora era uma atitude comum.  A Autarquia preza pelo  cumprimento de leis e medidas que visam o bem comum , a preservação do meio ambiente e por isso possui investe em ações de orientação e sensibilização da população.

_________________________________________

MARIA APARECIDA NEPOMUCENO

Diretora Autarquia Águas do Pantanal

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

OPERAÇÃO CAMAROTE – Polícia cumpre 11 mandados contra traficantes em São José dos IV Marcos

Publicado

Da Redação

A Polícia Civil está nas ruas de São José dos Quatro Marcos, na manhã desta terça-feira (26), cumprindo mandados de busca e apreensão contra 11 pessoas investigadas por tráfico de drogas na cidade.

A Operação Camarote é fruto de uma investigação focada no envolvimento com crime e com o tráfico.

Além da delegacia da cidade, estão envolvidas a Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), Regional de Cáceres e a Especial de Fronteira (Defron).

As buscas ocorrem com o auxílio de cães do Canilfon. As informações são preliminares, já que a operação está em andamento. Mais detalhes serão repassados à imprensa ao final do cumprimento dos mandados.

Comentários Facebook
Leia mais:   Mega-Sena acumula em R$ 33 milhões: confira as dezenas sorteadas no sábado
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana