conecte-se conosco


Destaque

Vereadores acionam Hospital São Luiz para explicar denúncias

Publicado

Diante de várias denúncias de que o Hospital São Luiz, em Cáceres, estaria tendo dificuldade em dar atendimento à população, em especial, aos pacientes internados em UTI, a vereadora Valdeníra Dutra Ferreira (PSC), em conjunto com os vereadores José Eduardo Torres (PSC) e Cézare Pastorello (SD), encaminhou expediente à Direção do Hospital São Luiz e aos órgãos de controle, dentre eles, as promotorias estadual e federal e à Secretaria Estadual de Saúde.

No documento, são feitos questionamentos sobre o cumprimento da Resolução nº 7, de 24 de fevereiro de 2010, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que dispõe sobre o funcionamento de Unidades de Terapia Intensiva.

O vereador Cézare Pastorello explica que faz parte da competência dos vereadores fiscalizarem também os hospitais filantrópicos: “O SUS é um patrimônio nacional, tripartite, com gestão compartilhada. Ou seja, onde tem 1 Real do SUS pode e deve ser fiscalizado por vereador, reputado, conselheiro de saúde e pelos cidadãos. Portanto, além de toda a estrutura municipal que já cuidamos, temos a competência de averiguar essas denúncias e reclamações.”

Leia mais:   Túlio Fontes assume vaga na AL nesta quarta-feira

“Não podemos ficar inertes diante das pesadas denúncias que pesam sobre o hospital. Se for preciso intervenção do Estado, que tenha, o que não pode é o povo ficar na insegurança de saber o que acontece somente pela mídia. Além do medo de pegar o vírus, hoje o povo cacerense também tem medo de não ter vaga no Regional. Isso é muito complicado”, detalha o vereador José Eduardo Torres.

O expediente foi encaminhado no dia 8 de setembro, e foi dado 15 dias para resposta.

 

Ofício ao Hospital São Luiz

Da assessoria

 

NOTA
O Hospital São Luiz informa que, até o momento, não recebeu o documento mencionado pela reportagem, mas destaca que tem atuado para manter o atendimento à população de Cáceres e das 21 cidades de sua região de cobertura. Dada à sua relevância, a unidade passou a ser referência para casos graves de pacientes com a Covid-19. Até o momento, mais de 250 pessoas atendidas no hospital se recuperaram da doença. Sobre demais questões internas, também já abordadas pela imprensa, o São Luiz ressalta que tem mantido ações que visam a perenidade da instituição.
Comunicação – Hospital São Luiz
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Governo distribui 25 mil litros de água para animais do Pantanal

Publicado

Assessoria

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), com a Fundação Ecotrópica, Corpo de Bombeiros Militar (CBMMT), Defesa Civil, e a Prefeitura de Poconé, deu início no último sábado (11.09) a distribuição de água para os animais do Pantanal.

A ação começou com a inclusão de 25 mil litros de água em dois dos 84 pontos mapeados da Estrada Parque Transpantaneira, localizada em Poconé (102 km distante de Cuiabá). Dois caminhões-pipa locados pela Defesa Civil estão sendo utilizados para a ação.

A definição dos pontos e do início da distribuição de água foi tomada em conjunto com o Ibama –  órgão que detém a atribuição legal de autorizar o manejo de fauna e outras ações que interfiram no ambiente natural do Pantanal e dos animais silvestres.

Um dos pontos que recebeu água possui ariranhas, e no outro, jacarés. Para garantir o bem-estar dos animais, foi feita a análise da água antes e depois do despejo de água adequada para o consumo da fauna da região.

Leia mais:   100 leitos destinados à covid são desativados em 5 municípios de Mato Grosso

A coleta da água é realizada em um poço tubular perfurado na rodovia, e nos rios da localidade.  O poço foi perfurado como parte de um projeto piloto que facilita o abastecimento de água na região da Transpantaneira durante os períodos de estiagem.

Poço artesiano  

O poço foi viabilizado por meio de uma parceria entre a Sema-MT,  a Associação de Defesa do Pantanal (Adepan), que representa particulares da região, e o Ministério Público Estadual (MP MT).

“A Sema está avaliando o resultado alcançado com este projeto piloto, a viabilidade, a qualidade da água, a disponibilização de energia elétrica, os mecanismos de gerenciamento deste poço e os cuidados necessários, e ainda se a disponibilidade hídrica atende às necessidades da região” explica o secretário Executivo da Sema-MT, Alex Marega.

No local, há uma bomba para a retirada da água, alimentada por energia elétrica. O projeto prevê os testes com esta primeira tubulação, o monitoramento do funcionamento, das dificuldades e dos benefícios, para então avançar e implantar até 10 poços tubulares na extensão da Estrada Parque.

Leia mais:   Alta Floresta é contemplada com nova sede da Escola Militar Dom Pedro II

A construção de poços é uma importante ferramenta para obtenção de água potável, em áreas remotas. Um dos desafios do projeto é a necessidade de fornecimento de eletricidade para alimentar os motores que trazem água à superfície.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Ocupação de UTIs volta a subir e MT registra 14 mortes por covid

Publicado

A Gazeta

A taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em Mato Grosso voltou a subir, como apontam dados do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) na quinta-feira (16). Com a atualização, o estado passou a contabilizar 14 novas mortes pela covid-19.

No painel epidemiológico anterior, a SES contabilizava 51,46% de ocupação das UTIs, valor que subiu para 56,45% com a atualização. A alta se dá após anúncio de fechamento de leitos pelo Estado, em virtude do arrefecimento da pandemia.

De acordo com o novo balanço, Mato Grosso passou a contabilizar 529.808 contágios, dos quais em 510.769 casos as pessoas infectadas se recuperaram do vírus. Contudo, ao todo, 13.688 vítimas não resistiram à covid e morreram devido a complicações.

As cidades com mais casos são: Cuiabá (109.230), Rondonópolis (37.383), Várzea Grande (36.781), Sinop (25.540), Sorriso (18.049), Tangará da Serra (17.614), Lucas do Rio Verde (15.544), Primavera do Leste (14.613), Cáceres (11.682) e Barra do Garças (10.532).

Até quarta-feira (15), o governo federal confirmou 21.034.610 casos e 588.597 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.019.830 contágios e 587.797 mortes.

Leia mais:   Túlio Fontes assume vaga na AL nesta quarta-feira
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana