conecte-se conosco


Destaque

Vereador Claudio Henrique apresentou requerimento cobrando a regulamentação da função de motorista do transporte escolar

Publicado

Durante a sessão ordinária, realizada nesta segunda-feira (5), o requerimento nº 122 do vereador Claudio Henrique (PSDB) foi aprovado por unanimidade, e segue para a providencias do Poder Executivo de Cáceres. O texto foi lido e aprovado em Plenário.

A Propositura do Vereador ao município, que seja elaborado o projeto lei que cria o cargo específico de motorista para atendimento ao transporte escolar, haja vista que o município não tem a devida função no seu organograma.

Outro fator é que no último concurso público tomaram posse novos servidores motoristas, ficando então com 42 efetivos e 7 contratados, sendo assim justifica-se devido as características atribuídas a essa função o devido requerimento.

O motorista do transporte escolar não deve ser confundido com os demais. Pois realiza o transporte de crianças, e este necessita de uma formação especial com treinamentos específicos para o cargo.

Sendo que os treinamentos são regulamentados com suas obrigações especificas, designando maiores quadros funcionais e descentralizando serviços igualitários sem sobrecarga de horas ao setor de transporte escolar deste município tomando prioridade a garantia da educação de acordo com Estatuto da Criança e dos Adolescentes.

Leia mais:   Sancionada a lei que cria a escola militar em Mato Grosso

Segundo autor do requerimento, o vereador Claudio Henrique, tudo isso vem de encontro com as reivindicações desta categoria que anseia por regulamentação de sua função.

Da Assessoria

Comentários Facebook

Destaque

De janeiro a junho, 181 mulheres são vítimas de estupro em MT

Publicado

Dados fazem parte de um levantamento divulgado pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT). São contabilizados os casos em que as vítimas têm idade entre 18 e 59 anos de idade.

De janeiro a junho deste ano, 181 mulheres foram vítimas de estupro em Mato Grosso, segundo um levantamento divulgado pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT), nesta terça-feira (16). São contabilizados na listagem os casos em que as vítimas têm idade entre 18 e 59 anos de idade.

Em comparação do mesmo período do ano passado, quando foram registrados 196 casos, o número de registros diminuiu 8%.

De acordo com o levantamento, o número de vítimas meninas menores de 18 anos de idade diminuiu. Esse ano foram registrados 93 casos. Em contrapartida, 143 registros foram feitos no ano passado.

Essa classificação de faixa etária engloba os sexos feminino e masculino.

No primeiro semestre, Mato Grosso registrou 659 casos. No mesmo período do ano passado, 683 registros foram feitos.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Cachorros salvam homem atacado por onça

Publicado

Um homem de 58 anos foi salvo por 5 cachorros de estimação ao ser atacado por uma onça-pintada em uma fazenda de Porto Murtinho, a 440 km de Campo Grande.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o ataque foi no último domingo (14) e a vítima precisou de atendimento médico por conta dos ferimentos. Conforme a ocorrência, o homem levou uma mordida e um tapa do animal na região das costas, o que causou vários arranhões.

Segundo a corporação, o homem foi verificar um mau cheiro em uma mata, acompanhado de seus cães. Ao chegar ao local, constatou que tratava-se de um animal morto, e neste momento, foi atacado pela onça. Os cães começaram a latir e partiram para cima da onça, assustando-a, e ela fugiu.

Segundo o coronel Queiroz da Polícia Militar Ambiental (PMA), em duas outras ocasiões, funcionários de fazenda foram verificar mau cheiro e foram atacados por onças também, porque especialmente a onça pintada costuma defender seu alimento.

“Ela mata a presa, depois fica se alimentando e vigiando essa carne. Essa é uma das formas em que ela pode atacar o ser humano. A onça não encara um ser humano adulto como presa, ela tende a se afastar, mas para defender seu alimento ou seus filhotes ela ataca”, explica.

Leia mais:   Confaz prorroga prazo para reinstituição e deputado propõe ampliação de debate

De acordo com os bombeiros, o homem foi levado para o hospital da cidade. Ele foi atendido e liberado no mesmo dia. O G1 tentou contato com a vítima, mas até a publicação desta reportagem as ligações não foram atendidas.

fonte: G1

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana