conecte-se conosco


Mato Grosso

Unidade escolar implanta projeto “A Rádio na Escola” como intervenção pedagógica

Publicado

A Escola Estadual Francisco Dourado, localizada em Barra do Garças (a 509 quilômetros de Cuiabá), está trabalhando com os alunos o projeto “A Rádio na Escola” como forma de intervenção pedagógica. Com o projeto, está sendo criado um laboratório para serem utilizadas estratégias de comunicação de rádio, onde o aluno poderá mostrar seu talento, além de sua capacidade criativa e de trabalhar em equipe.

No projeto será trabalhado o uso adequado da voz, utilização dos gêneros midiáticos, podcasts como recursos de áudio para facilitar a transmissão, adaptação de processos educativos, além da criação.

Todos os professores e alunos estão envolvidos no projeto. Eles participam de palestras com professores do curso de jornalismo, radialistas, visitas a rádios da cidade e aulas interdisciplinares. “O fechamento do projeto se dará por meio de uma mostra dos trabalhos desenvolvidos e a primeira transmissão da rádio escolar”, explica a diretora da escola Simone Silva.

As transmissões da rádio serão feitas durante o recreio escolar. Os 15 minutos de intervalo serão divididos e destinados para as notícias, músicas, entrevistas duas vezes na semana e prestações de serviços, como avisos, recados, divulgação de eventos, achados e perdidos.

Leia mais:   Festival de Lambadão segue com inscrições abertas até dia 31 de janeiro

Conforme a diretora da escola, Simone Silva, o aumento da interatividade dos meios de comunicação exige o desenvolvimento de habilidades específicas pelos seus usuários, sobretudo no contexto educacional, o rádio não é uma mídia ultrapassada como alguns podem imaginar, pelo contrário, é a mídia mais utilizada e abrange todas as classes sociais.

“O desenvolvimento tecnológico tem causado profundas modificações culturais que podem trazer melhorias sociais, sobretudo quando se ampliarem às oportunidades de apreensão do saber por meio das variadas mídias existentes”, ressalta.

Para o coordenador Pedagógico, Valtenes Saturnino, a problemática no processo de comunicação entre escola e aluno é tida como um dos entraves na concretização do processo ensino-aprendizagem e o planejamento do projeto “a rádio na escola”, surgiu a partir desse diagnóstico.

A gestora de formação do Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação (Cefapro) de Barra do Garças, Pricila Moraes, acredita que o projeto Rádio Escolar será um meio democrático para troca de saberes e experiências. “Vai favorecer o protagonismo dos estudantes e será muito importante para explorar a oralidade”.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo convoca candidatos classificados no processo seletivo do Hospital Regional de Rondonópolis

Publicado

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), publicou no Diário Oficial que circula nesta segunda-feira (20.01), a convocação de mais cinco candidatos que foram classificados no processo seletivo N°001/SES/2019 do Hospital Regional de Rondonópolis (HRR).

De acordo com o documento, estão sendo convocados quatro enfermeiros e um maqueiro. O edital contendo os nomes de cada candidato pode ser encontrado neste link.

Os convocados devem apresentar-se, durante o período que vai de 20 a 24 de janeiro, no setor de recursos Humanos do Hospital, das 8h às 11h e das 13h às 17h, para a entrega dos documentos obrigatórios, conforme consta especificado no anexo I do Diário Oficial, publicado no dia 12 de março de 2019, página 46 e 47.

Os candidatos aprovados na fase final, após a entrega de documento, estarão habilitados para iniciar suas atividades profissionais no dia 27 de janeiro. O contrato é por tempo determinado, e visa atender à necessidade emergencial de suprir profissionais na área.

Leia mais:   Retábulos da igreja demolida em 1968 são destaque do Museu de Arte Sacra de Mato Grosso

Serviços

O Hospital Regional de Rondonópolis está localizado na Rua 13 de maio, número 2366, bairro Jardim Guanabara.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Entenda quais multas são aplicadas pelo Detran e quais cabem aos demais órgãos do trânsito

Publicado

A autuação de infração de trânsito pode ser aplicada por diversos órgãos que integram o sistema nacional de trânsito, tais como a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), ambos na esfera federal; o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT); e na esfera municipal pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob), no caso da capital, Guarda Municipal de Várzea Grande e, no interior do Estado, pelas prefeituras. 

As infrações relacionadas à estacionamento irregular de veículos em vias públicas, flagrantes de infrações identificados por meio de radar eletrônico e avanço de sinal vermelho do semáforo, por exemplo, são de competência municipal, podendo as respectivas multas serem aplicadas pelos agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob), no caso da capital, dos agentes da Guarda Municipal de Várzea Grande e, no interior do Estado, pelas prefeituras, nos municípios onde não tenha a Guarda Municipal. 

Já quando o motorista trafega por rodovias estaduais ou federais, caso cometa qualquer tipo de infração de trânsito, as multas são aplicadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) ou pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). 

Leia mais:   Pesca do dourado segue proibida em MT

Quanto ao Detran-MT, a essência das abordagens está voltada para as ações de fiscalização de trânsito, que normalmente acontecem em Cuiabá e Várzea Grande, com apoio do Batalhão de Polícia Militar de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTran) e da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob). 

Durante a ação, os agentes do Detran, policiais militares e agentes de trânsito da Semob realizam barreiras e bloqueios (blitz), orientando motoristas e verificando as condições de circulação dos veículos que possam colocar em risco a segurança no trânsito de toda a coletividade. 

Nessas ações conjuntas, os agentes de trânsito do Detran podem aplicar a multa ao condutor que for flagrado e constatado dirigindo veículo sob influência de álcool ou demais sustâncias psicoativas, nas situações em que o veículo esteja com suas características modificadas e veículos com débitos em atraso.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana