conecte-se conosco


Mato Grosso

Unidade escolar implanta projeto “A Rádio na Escola” como intervenção pedagógica

Publicado

A Escola Estadual Francisco Dourado, localizada em Barra do Garças (a 509 quilômetros de Cuiabá), está trabalhando com os alunos o projeto “A Rádio na Escola” como forma de intervenção pedagógica. Com o projeto, está sendo criado um laboratório para serem utilizadas estratégias de comunicação de rádio, onde o aluno poderá mostrar seu talento, além de sua capacidade criativa e de trabalhar em equipe.

No projeto será trabalhado o uso adequado da voz, utilização dos gêneros midiáticos, podcasts como recursos de áudio para facilitar a transmissão, adaptação de processos educativos, além da criação.

Todos os professores e alunos estão envolvidos no projeto. Eles participam de palestras com professores do curso de jornalismo, radialistas, visitas a rádios da cidade e aulas interdisciplinares. “O fechamento do projeto se dará por meio de uma mostra dos trabalhos desenvolvidos e a primeira transmissão da rádio escolar”, explica a diretora da escola Simone Silva.

As transmissões da rádio serão feitas durante o recreio escolar. Os 15 minutos de intervalo serão divididos e destinados para as notícias, músicas, entrevistas duas vezes na semana e prestações de serviços, como avisos, recados, divulgação de eventos, achados e perdidos.

Leia mais:   Ouvidoria-Geral da DPMT amplia em 154% o número de atendimento no primeiro semestre de 2020

Conforme a diretora da escola, Simone Silva, o aumento da interatividade dos meios de comunicação exige o desenvolvimento de habilidades específicas pelos seus usuários, sobretudo no contexto educacional, o rádio não é uma mídia ultrapassada como alguns podem imaginar, pelo contrário, é a mídia mais utilizada e abrange todas as classes sociais.

“O desenvolvimento tecnológico tem causado profundas modificações culturais que podem trazer melhorias sociais, sobretudo quando se ampliarem às oportunidades de apreensão do saber por meio das variadas mídias existentes”, ressalta.

Para o coordenador Pedagógico, Valtenes Saturnino, a problemática no processo de comunicação entre escola e aluno é tida como um dos entraves na concretização do processo ensino-aprendizagem e o planejamento do projeto “a rádio na escola”, surgiu a partir desse diagnóstico.

A gestora de formação do Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação (Cefapro) de Barra do Garças, Pricila Moraes, acredita que o projeto Rádio Escolar será um meio democrático para troca de saberes e experiências. “Vai favorecer o protagonismo dos estudantes e será muito importante para explorar a oralidade”.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Destaque

Cáceres diminui número de mortes e internações após distribuição de kit-covid, diz Francis

Publicado

O ritmo de contágio da covid-19 em Mato Grosso perdeu velocidade e o registro de novos casos caiu cerca de 77%. A incidência continua crescendo, mas abaixo que já foi registrado no Estado. Em meados de julho, 1.502 novos casos foram notificados por dia. No último domingo (9), 334 casos deram positivo.
Em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, a covid-19 dá os mesmos sinais. No ranking de municípios com o maior número de casos, a cidade caiu cinco posições e foi de 11º para 16º.
O resultado é avaliado pela prefeitura como positivo e atribuído aos kits com medicamentos distribuídos gratuitamente.

A distribuição teve início no dia 22 de julho. No município, os moradores receberam ivermectina – para tratamento preventivo – e azitromicina e cloroquina quando o teste para a covid-19 fosse positivo.

“Deu certo, deu resultado e vai além do número de infectados. Caiu o nosso número de internação hospitalar, de mortos. A distribuição influenciou positivamente a ‘não infecção’ da população e melhorou os nossos índices”, avalia o prefeito Francis Maris (MDB).

Leia mais:   MÁSCARA INCLUSIVA: Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Atualmente, o município soma 525 casos em monitoramento, 271 pacientes recuperados e 43 óbitos por covid-19.

A prefeitura estima já ter gastado R$ 500 mil com os medicamentos. Todavia, o gasto é visto como investimento.
“Salvamos vidas e tudo que se faz pela vida vale a pena. Agora a população tem que colaborar”, afirma, citando as aglomerações em locais públicos. “Não precisa de lei, de decreto de governador ou prefeito. Os moradores têm que se precaver, usar máscara”, finaliza.

Com o resultado, a prefeitura prevê a continuidade e extensão da distribuição dos medicamentos. Agora, os moradores da zona rural também vão receber os remédios.

Por André Souza/O Livre
Comentários Facebook
Continue lendo

Estadual

MÁSCARA INCLUSIVA: Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Publicado

Para ajudar as pessoas com deficiência auditiva a se comunicarem melhor com seus familiares, a Audax Aparelhos Auditivos doará máscaras com espaço labial transparente (máscaras inclusivas), para facilitar o entendimento e a comunicação no dia-a-dia.


Há relatos de que com o uso da máscara normal, os pacientes com aparelho auditivo possuem dificuldades de compreensão, pois o som fica mais abafado, piorando sua qualidade quando chega no ouvido, além da carência do apoio visual para entendimento.

“A máscara facial é um acessório indispensável para proteção contra a covid 19. Mas as pessoas com problemas de audição, principalmente os idosos, que fazem parte do grupo de risco, estão sofrendo dificuldade de entendimento com o som abafado e é o nosso dever social poder ajudar essas famílias nesse momento de pandemia”, explica a fonoaudióloga Samia Helena Ribeiro, responsável pela empresa.

Inicialmente serão disponibilizadas 100 máscaras transparentes. Aqueles que desejarem receber deverão ligar ou enviar um WhatsApp para o número (65) 98111-4900 e fazer o agendamento. O interessado receberá um formulário a ser preenchido, deverá apresentar o exame de perda auditiva do familiar e poderá retirar o item a partir de hoje, segunda-feira (10/08), na sede da Audax Aparelhos Auditivos, na Avenida Coronel Escolástico em Cuiabá.

“A Audax é uma empresa que atua há mais de 10 anos em Cuiabá atendendo de forma humanizada as pessoas que possuem problemas de audição e tem a responsabilidade social de poder ajudar a população”, completa Ribeiro.

Vale ressaltar que o uso de máscara facial se tornou obrigatória em Mato Grosso desde o final de abril e a medida tem validade enquanto o durar o estado de calamidade decretado pelo Governo.
Assessoria
Comentários Facebook
Leia mais:   Cáceres diminui número de mortes e internações após distribuição de kit-covid, diz Francis
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana