conecte-se conosco


Cáceres e Região

“Unidade do Incra em Cáceres não será fechada”, informa Dr. Leonardo

Publicado

Informações extraoficiais de um possível fechamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Cáceres levaram o deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) a defender o papel da Unidade Avançada no município.

Após oficiar a situação, o parlamentar esteve na sede do órgão em Brasília, nesta quarta-feira (27.11), e recebeu a notícia de que Cáceres não será prejudicada pela reestruturação nacional do órgão, que inclui o fechamento de unidades em todo o país.

“No primeiro semestre, tivemos uma forte atuação junto a outras lideranças políticas que impediu o fechamento da unidade de Rondonópolis. Estou ao lado dos municípios, sou um parceiro em Brasília em busca de investimentos e melhorias nas estruturas que já existem. Fico satisfeito de poder levar a informação à população de Cáceres de que o Incra será mantido”, afirmou Dr. Leonardo.

O superintendente do Incra-MT, Ivanildo Teixeira Thomaz, destacou a importância estratégica da “Princesinha do Paraguai” para as ações do Instituto.

“O deputado nos apresentou a preocupação. Informamos que Cáceres é muito importante para nós, principalmente porque está situada na região de fronteira. Gostaríamos que a unidade fosse reestruturada para que a gente possa beneficiar os trabalhos na região dos assentados”, afirmou.

Leia mais:   Soldados envolvidos em acidente podem ser excluídos do Exército, afirma coronel

Em comunicado oficial de julho deste ano, várias Unidades Avançadas em todo o país foram fechadas com a justificativa de equilibrar as contas, já que um decreto do governo federal solicitou redução nos custos dos servidores comissionados do órgão. Desde então, o deputado Dr. Leonardo tem atuado para impedir que Mato Grosso seja afetado negativamente com o novo planejamento.

Jardel P. Arruda
Assessoria de Imprensa
Deputado Dr. Leonardo
(65) 99267 9309

Jean Campos

Assessoria de Imprensa
Deputado Dr. Leonardo
(61) 99967-1232
Fanpage – Facebook: Dr Leonardo
Instagram: @Drleonardomt
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Em mensagem de despedida, Marcinho diz que Adriano deixa um legado de idealismo e perseverança

Publicado

A partida prematura do nosso amigo e companheiro Adriano Silva irá proporcionar uma lacuna, não impossível, mas muito difícil de ser preenchida nos meios socais, familiares e políticos, em Cáceres.

Idealista, o professor e ex-reitor da nossa Unemat, Adriano deixa ao povo mato-grossense, um legado de homem público honesto e justo.

A população, as autoridades, mas principalmente, a comunidade acadêmica, certamente, reconhecerá, para sempre, a realização do seu grande sonho de tornar realidade os cursos de Direito e Medicina da instituição.

Mas, não foram só isso, Adriano será lembrado pela sua perseverança, nos meios políticos. O desejo de ajudar no desenvolvimento de sua cidade natal, fez com que ele pleiteasse galgar passos largos no cenário político.

Embora, não tenha obtido sucesso, nos pleitos que disputou, Adriano jamais desistiu em se perseverar. A sua bandeira era estar presente; era somar; era defender os interesses de Cáceres.

O povo mato-grossense, mas, em especial, o cacerense, o terá para sempre no coração e na memória como um grande homem, pai, companheiro, profissional e amigo.

Leia mais:   ​​​​​​​Comissão Especial discute impactos da Covid-19 no financiamento da educação

Que Deus conforte a família.

Marcinho Lacerda!

Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

OMS decide retomar pesquisas com cloroquina

Publicado

METROPOLES

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, nesta quinta-feira (04/06), que a entidade vai retomar as pesquisas com cloroquina e hidroxicloroquina contra o coronavírus. Tedros Adhanim Ghebreyesus explicou que o Comitê de Segurança e Monitoramento do ensaio clínico Solidaridade revisou os dados e decidiu manter o protocolo original do estudo.

O trabalho havia sido suspenso na semana passada depois que os resultados de uma pesquisa com 96 mil pacientes foram publicados na revista científica The Lancet. Segundo os pesquisadores, o medicamento não tinha eficácia contra a Covid-19 e aumentava o risco de arritmia cardíaca e morte.

Porém, nesta segunda (02/06), a publicação científica anunciou em editorial que os resultados passariam por auditoria e que os editores estariam “preocupados”.

Nos bastidores, governo admite que novo protocolo da cloroquina “fracassou”. Mais de 3.500 pacientes em 35 países farão parte do ensaio clínico da OMS. Segundo Soumya Swaminathan, cientista-chefe da entidade, não há evidência de que qualquer remédio diminua a mortalidade em pacientes com coronavírus.

Ela reforçou que a OMS não está fazendo uma recomendação acerca do uso da medicação, e sim autorizando investigações para descobrir se a cloroquina funciona ou não contra a doença.

Comentários Facebook
Leia mais:   Projeto que prevê plano emergencial para enfrentamento à Covid-19 nos territórios indígenas é aprovada pela AL
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana