conecte-se conosco


Mato Grosso

Unemat oferta nova Seleção Especial para ingresso no semestre 2019/2

Publicado

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) publicou, nesta segunda-feira (09.09), o Edital Complementar nº 13/2019 para os interessados em ingressar, por intermédio de Seleção Especial, no semestre letivo 2019/2 em um dos três cursos da Instituição que não tiveram candidatos suficientes para o preenchimento de vagas.

As inscrições começaram na terça-feira (10) e vão até as 18h da sexta-feira (13). As inscrições são gratuitas.

Há 12 vagas para o curso de Engenharia Florestal dos câmpus de Alta Floresta, 33 vagas para o curso de Engenharia de Alimentos em Barra do Bugres e 17 vagas para o curso de Engenharia de Produção Agroindustrial em Barra do Bugres.

O edital pode ser acessado clicando aqui.

A Seleção Especial será realizada por uma Carta de Intenção, a ser anexada no ato da inscrição. Após, será marcada uma entrevista com os candidatos aprovados na Carta de Intenção.

A data e local das entrevistas serão publicados no dia 19 de setembro.

Podem concorrer as 62 vagas portadores de Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou equivalente, por meio de ampla concorrência.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre mandados para apurar homicídio cometido a mando de facção criminosa

As inscrições serão feitas unicamente via internet em www.unemat.br/vestibular.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Polícia Civil cumpre mandados para apurar homicídio cometido a mando de facção criminosa

Publicado

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), deflagrou na manhã desta terça-feira (19.11) uma operação com objetivo de cumprir sete ordens judiciais, entre mandados de prisão e de busca e apreensão, relativos à investigação do homicídio que vitimou Nelson Wolfred Shug Neto.

Durante os trabalhos, foram cumpridos mandados de prisão temporária contra os suspeitos, E.D.N.S., 26, C.A.M.,20, e E.S.D., 26, apontados nas investigações da DHPP como envolvidos no crime. 

O corpo da vítima foi encontrado no dia 08 de março, em uma região de mata, no bairro Santa Terezinha, na Capital, local que seria conhecido como cemitério de uma facção criminosa, atuante no Estado. A vítima estava decapitada, com a cabeça ao lado do corpo e com sinais de tortura.

De acordo com as investigações da DHPP, o crime foi motivado por uma suposta rixa entre facções criminosas, uma vez que vítima veio do estado de São Paulo e dizia  pertencer a um grupo criminoso rival ao qual teria praticado o crime.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre mandados para apurar homicídio cometido a mando de facção criminosa

Segundo o delegado que coordenou os trabalhos, Olímpio da Cunha Fernandes Junior, foi uma investigação extremamente difícil, uma vez que inicialmente não havia indícios de quem poderia ter praticado o crime. 

“Como a vítima veio de outro estado e não conhecia ninguém na região, tentava contar vantagem dizendo ser membro de uma facção, fato que teria motivado a sua morte”

Com a identificação dos autores, o delegado representou pelos mandados de prisões e de buscas e apreensões contra os suspeitos, que foram deferidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da DHPP nesta terça-feira (19), em endereços freqüentados pelos investigados nos bairros Santa Terezinha II, em Cuiabá e Jardim Maringá II, em Várzea Grande. 

Durante as buscas foram apreendidos aparelhos celulares e porções de maconha, crack e cocaína para consumo próprio. Após terem a ordem de prisão cumprida, os suspeitos E.D.N.S., e C.A.M., foram encaminhados à delegacia onde serão interrogados pelo delegado. 

O terceiro envolvido no crime, E.S.D., já estava preso por outro crime e teve a ordem de prisão cumprida dentro da unidade prisional na Capital. 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mulher grávida é presa transportando cloridrato de cocaína de MT para Maranhão

Publicado

Uma jovem grávida, tentando transportar mais de 2 quilos de cloridrato de cocaína para o Estado do Maranhão, foi presa pela Polícia Judiciária Civil nesta terça-feira (19.11), no Terminal Rodoviário de Cuiabá.

O trabalho foi realizado por equipes da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), em conjunto com a Delegacia Especial de Fronteira (Defron). A suspeita, J.L.L. (20 anos), foi autuada em flagrante delito por tráfico interestadual de drogas.

As diligências começaram após troca de informações entre a delegacia de Cuiabá e a do município de Caxias, no Estado maranhense, sobre uma pessoa do sexo feminino que havia saída da região da fronteira mato-grossense carregando entorpecente.

Com base nas informações levantadas, policiais civis da DRE passaram a monitorar a Rodoviária de Cuiabá, quando na manhã desta terça-feira, conseguiram identificar a suspeita que transportava dois pacotes de cloridrato de cocaína em uma mala.

Entrevistada, a jovem contou que levaria a droga para a cidade de Caxias para ser comercializada, bem como receberia o valor de R$ 2 mil pelo transporte, assim que desembarcasse no Maranhão.

Leia mais:   Sesp inicia reforma do Centro Socioeducativo de Cáceres

Diante dos fatos, J.L.L., que está gestante de seis meses, foi conduzida para a DRE, interrogada e posteriormente autuada por tráfico interestadual de drogas. Após a confecção dos autos, a mulher foi conduzida para audiência de custódia ficando à disposição da Justiça.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana