conecte-se conosco


Destaque

Unemat oferece 2.420 vagas para candidatos que fizeram Enem 2019

Publicado

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) oferece 2.420 vagas para ingresso no primeiro semestre de 2020 para quem realizou o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) deste ano. São 60 cursos de graduação presencial da Instituição e a seleção é feita por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) do Ministério da Educação, que utiliza as notas do Enem.

As inscrições no SiSU ocorrerão de 21 a 24 de janeiro.

Quem desejar participar da Lista de Espera para a 2ª Chamada deve manifestar interesse pelo site do SiSU de 29 de janeiro a 4 de fevereiro.

O resultado da 1ª Chamada será publicado no dia 28 de janeiro, e os aprovados devem realizar a matrícula nos dias 29, 30 e 31 de janeiro e nos dias 3 e 4 de fevereiro.

O procedimento de verificação para estudantes negros e estudantes com deficiência será nos dias 3 e 4 de fevereiro, com divulgação do resultado do procedimento já no dia 5.

A 2ª Chamada ocorrerá no dia 7 de fevereiro.

Os interessados em participar da lista de espera para a 3ª chamada e chamadas subsequentes devem manifestar interesse pessoalmente no dia 18 de fevereiro.

As aulas iniciam no dia 10 de fevereiro, com exceção do curso de Medicina, que inicia o período letivo no dia 16 de março. A 2ª Chamada de Medicina ocorrerá no dia 4 de março.

Para conferir o edital com as informações dos cursos oferecidos pela Unemat para ingresso em 2020/1 por meio das notas do Enem, clique aqui.

O cronograma de inscrição, seleção e matrícula dos estudantes também pode ser acessado clicando aqui.

Cotas

Além das cotas para alunos oriundos de escolas públicas, dentro das quais estão inseridas cotas para indígenas e para estudantes pretos ou pardos, a Unemat também passa a incluir reserva de vagas para pessoas com deficiência (PCD) a partir deste ano.

Leia mais:   Sicredi veta uso de logo em camiseta do Operário após contratação de Bruno

Com a nova política, 60% das vagas ficam reservadas para alunos oriundos de escolas públicas e 40% das vagas para ampla concorrência. Dentre as vagas reservadas para alunos da rede pública de ensino, estão inseridas as cotas do Programa de Integração e Inclusão Étnico-Racial (Piier) para pretos e pardos e para indígenas, bem como as cotas para pessoas com deficiência.

Cursos com 30 vagas reservam 18 vagas para alunos de escola pública, das quais 8 são para pretos e pardos, 1 para indígenas e 1 para pessoas com deficiência, com 8 para os demais candidatos. 12 vagas serão destinadas à ampla concorrência.

Em cursos com 40 vagas, 24 são reservadas para alunos que cumpriram integralmente o Ensino Médio em escola pública. Destas 24 vagas, 10 são para estudantes negros, 2 para estudantes indígenas, 1 para estudantes com deficiência e 11 para os demais candidatos. A ampla concorrência terá 16 vagas.

Já nos cursos de 50 vagas, a ampla concorrência terá 20 vagas, enquanto os alunos de escola pública terão 30. Destas 30, os candidatos pretos e pardos terão 13 vagas, os candidatos indígenas terão 2, as pessoas com deficiência terão 1 e os demais estudantes de escola pública terão 14 vagas.

Ao todo, 119 vagas são destinadas para indígenas, 607 vagas para estudantes pretos ou pardos, 60 para pessoas com deficiência, 666 para alunos da rede pública e 968 para ampla concorrência. As vagas estão distribuídas em 60 cursos, divididos entre 11 câmpus da Unemat.

CURSOS OFERTADOS

Administração: Diamantino, Juara, Nova Mutum, Sinop, Tangará da Serra/Matutino e Tangará da Serra/Noturno

Leia mais:   Governo federal anuncia aumento do piso dos professores

Agronomia: Alta Floresta, Cáceres, Nova Mutum, Nova Xavantina e Tangará da Serra

Arquitetura e Urbanismo: Barra do Bugres

Ciência da Computação: Alto Araguaia, Barra do Bugres e Cáceres

Ciências Biológicas: Alta Floresta, Cáceres, Nova Xavantina e Tangará da Serra

Ciências Contábeis: Cáceres, Nova Mutum, Sinop e Tangará da Serra

Ciências Econômicas: Sinop

Direito: Alta Floresta, Barra do Bugres, Cáceres, Diamantino e Pontes e Lacerda

Educação Física: Cáceres e Diamantino

Enfermagem: Cáceres, Diamantino e Tangará da Serra

Engenharia Civil: Nova Xavantina, Sinop e Tangará da Serra

Engenharia de Alimentos: Barra do Bugres

Engenharia de Produção Agroindustrial: Barra do Bugres

Engenharia Elétrica: Sinop

Engenharia Florestal: Alta Floresta

Geografia: Cáceres e Sinop

História: Cáceres

Jornalismo: Tangará da Serra

Letras: Alto Araguaia, Cáceres, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra

Matemática: Barra do Bugres, Cáceres e Sinop

Medicina: Cáceres

Pedagogia: Cáceres, Juara e Sinop

Sistemas de Informação: Sinop

Turismo: Nova Xavantina

Zootecnia: Pontes e Lacerda

CURSOS OFERTADOS (por câmpus)

Alta Floresta: Agronomia, Ciências Biológicas, Direito e Engenharia Florestal

Alto Araguaia: Ciência da Computação e Letras

Barra do Bugres: Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Direito, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção Agroindustrial e Matemática

Cáceres: Agronomia, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Enfermagem, Geografia, História, Letras, Matemática, Medicina e Pedagogia

Diamantino: Administração, Direito, Educação Física e Enfermagem

Juara: Administração e Pedagogia

Nova Mutum: Administração, Agronomia e Ciências Contábeis

Nova Xavantina: Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia Civil e Turismo

Pontes e Lacerda: Direito, Letras e Zootecnia

Sinop: Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Geografia, Letras, Matemática, Pedagogia e Sistemas de Informação

Tangará da Serra: Administração/Matutino, Administração/Noturno, Agronomia, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Enfermagem, Engenharia Civil, Jornalismo e Letras

Comentários Facebook

Destaque

MEC corrige falhas e inscrições para o Sisu começam nesta terça e vão até domingo

Publicado

Brasília (DF) – 20-09-2019 – MLabs pré-vestibular escrita unica, professora Sharlene Leite Foto Myke Sena/Especial para o Metrópoles

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta segunda-feira (20) que haverá mais tempo para inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A data inicial continua a ser terça-feira (21), mas o período segue até as 23h59 de domingo (26), dois dias a mais do que o estipulado no edital.

Para concorrer, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e não zerado a redação. Gratuito, o procedimento deve ser feito na página do Sisu na internet. Como há o uso da nota do Enem, o Ministério da Educação (MEC) resolveu dar mais tempo para solucionar todos os problemas com as correções das provas.

Leia também – Governo convoca candidatos classificados em seletivo do Hospital Regional de Rondonópolis

“O Sisu vai estar aberto no prazo que era previsto. Faça sua inscrição e, para quem tiver problema, estamos estendendo em mais dois dias”, reforçou o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Leia mais:   Município em alerta com casos de dengue; PAM já realizou 178 notificações de 1 a 14 de janeiro

Ao se inscrever, o candidato deve escolher até duas opções de cursos ofertados pelas instituições participantes. Ao final, o sistema seleciona os mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula.

Os resultados serão divulgados no dia 28 de janeiro. As outras datas são: matrícula ou registro acadêmico nas instituições participantes: até 4 de fevereiro; lançamento da ocupação nas vagas pelas instituições participantes: até 7 de fevereiro; manifestação de interesse para constar na lista de espera: até as 23h59 de 4 de fevereiro.

O cronograma foi publicado na edição de 3 de dezembro, do Diário Oficial da União (DOU). O edital completo está na página do Sisu.

Segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, as notas do Enem já foram corrigidas e estão disponíveis na Página do Participante, seja no portal, seja no aplicativo do Enem.

Leia mais:   Hospital São Luiz promove semana especial sobre empoderamento do farmacêutico

“Nós pegamos todos os quase 4 milhões de participantes e corrigimos as provas deles com todos os gabaritos possíveis e calculamos todas as proficiências possíveis”, disse o titular do instituto responsável pela aplicação do exame.

Sisu 

O Sisu é uma das formas de ingresso à educação superior com a nota do Enem. Trata-se do sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a participantes do exame.

(Com assessoria) GD

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Sicredi veta uso de logo em camiseta do Operário após contratação de Bruno

Publicado

A cooperativa Sicredi, que é patrocinadora da Federação Mato-Grossense de Futebol (FMF), vai retirar sua marca da camiseta do Operário Futebol Clube, de Várzea Grande. A decisão ocorre logo após o clube anunciar a contratação do goleiro Bruno Fernandes.

Bruno foi condenado pela morte da ex-namorada e mãe de seu filho, Eliza Samudio. O crime ocorreu em 2010. Mesmo com a repercussão negativa da torcida, o Operário não desistiu da contratação do goleiro. Negociação é conduzida por Roberto Moraes, diretor da equipe do time de Várzea Grande.

Leia também – Mulheres realizam ato contra goleiro Bruno no Operário VG

De acordo com assessoria do Sicredi, a cooperativa retirou a logo da camiseta em razão de uma estratégia de marca. Em nota de posicionamento, a Sicredi afirmou ainda que o patrocínio é para a Federação Mato-grossense de Futebol, que distribui o valor repassado entre os times.

Além disso, a cooperativa não comenta sobre eventuais contratações dos clubes.

O goleiro mora no interior de Minas Gerais e já teve recomendação do Ministério Público daquele estado para que a Justiça autorize sua vinda, já que ele ainda está em regime semiaberto.

Leia mais:   Hospital São Luiz promove semana especial sobre empoderamento do farmacêutico

Um grupo de mulheres organiza um ato contra a vida do goleiro para o Operário. A manifestação está marcada para terça-feira (21), às 19h, na Arena Pantanal.

Outro lado

A reportagem do tentou entrar em contato com o presidente do clube, Eder Taques, mas até o fechamento dessa matéria não obteve resposta.

Veja na íntegra a nota do Sicredi

O patrocínio do Sicredi é com a Federação Mato-Grossense para o Campeonato Estadual de Futebol 2020. A exposição da Marca nas camisetas do clube Operário não ocorre em função da nossa estratégia de marca. O Sicredi não comenta as contratações de jogadores feitas pelos Clubes.

GD

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana