Turismo… Placas Interpretativas

439

Recentemente concluí mais um projeto importante para o município de Cáceres, e cada vez que deixo um legado ou uma ideia me sinto realizado e agradecido por ter finalizado e atingido o objetivo; objetivo que consiste basicamente em melhorar o lugar que vivemos. Sabemos que precisamos de muito mais, é verdade, mas sabemos também que a construção é lenta e depende da união de vários esforços.
As placas interpretativas de patrimônio turístico instaladas recentemente em pontos estratégicos possibilitam que o turista e/ou morador melhore seu conhecimento ou desperte o interesse em pesquisar sobre o patrimônio cultural/natural do município. A Catedral São Luiz, Marco do Jaurú, Centro Histórico, Rio Paraguai, Praça Barão e o Rio Paraguai representam a origem e a cultura de nossa cidade, e nos enche de orgulho quando queremos despertar o interesse daqueles que nos visitam.
Quero aproveitar e agradecer aqueles que dedicaram o precioso tempo e me ajudaram a construir e concluir o referido projeto. Inicialmente agradecer os gestores, Prefeito Francis Maris Cruz e o Secretário de Indústria, Comércio, Meio Ambiente e Turismo, Junior Trindade, que entenderam a necessidade e a importância da iniciativa na estruturação turística, pois o município apresentava deficiência nesse quesito, conforme apontamento apresentado no Relatório Analítico de 2015 do Programa de Regionalização, impactando negativamente no índice de competitividade do destino.
Como não faço nada sozinho, agradeço o COMTUR- Conselho Municipal de Turismo, que através do Presidente Fransérgio Piovesan juntamente com todos os conselheiros não mediram esforços para execução do projeto, agradecer também os proprietários do CNA- Escola de Línguas, Sr Ledson e esposa; Auto Escola Dunga- Sr Leilton Galdino de Melo e Silva e sua espôsa Glória Sulema de Melo e Silva; ao conselheiro Luis Lemos que diagramou e disponibilizou as fotografias atuais; ao Prof. Jânio Celso Silva e Veiga da UNEMAT, Profª. Raquel de Pinho, aos colegas de trabalho da SICMATUR- Secretaria de Industria, Comercio, Meio Ambiente e Turismo; agradeço a colega Ronilce da Biblioteca Municipal; Dr. Adilson Reis, a Jornalista Clarice e nosso agradecimento a empresa World Print, através do seu diretor Mauro, pela paciência e educação que nos dispensou. Várias visitas na empresa foram necessárias e sempre fomos muito bem atendidos.
Para finalizar, quero pedir a todos os munícipes, sem exceção, que ajude a cuidar do nosso patrimônio. Todos nós somos responsáveis na conservação. Não podemos permitir que vândalos destruam nossos monumentos, nossos equipamentos de apoio turístico. Precisamos ser multiplicadores de boas ações, e mostrar a geração futura que ainda é possível construir um lugar para se viver com qualidade, harmonia e educação.
Vou continuar trabalhando, como disse no início do texto, ainda tenho muita coisa para fazer. Os obstáculos são imensos, os recursos são escassos, mas se observar que o turismo sustentável é uma atividade econômica geradora de novos postos de trabalho, distribui riquezas e contribui na preservação do meio ambiente, devemos pensar no desenvolvimento turístico de forma organizada e priorizar as ações com o trade turístico do município.
André Couto
Turismólogo da SICMATUR- Secretaria de Indústria, Comércio, Meio Ambiente e Turismo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here