conecte-se conosco


Destaque

TRE estima gastar R$ 9 milhões em eleição suplementar para o Senado

Publicado

Gazeta Digital

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso, Gilberto Giraldelli, afirmou que a convocação de uma nova eleição para o Senado só será feita após a publicação do acórdão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que confirmou a cassação de Selma Arruda (Pode) por 6 votos a 1.

De acordo com o desembargador, após a publicação oficial do resultado, o TRE terá que realizar as eleições em até 90 dias. “O tempo de campanha tem que ser realizado dentro desses 90 dias , é isso que foi estabelecido dentro dessa resolução que disciplina a eleição suplementar, a partir do recebimento agora nós vamos nos reunir e fazer uma trajetória de todos esses atos e também para as campanhas que vão ser menores evidentemente que tem que ser mais rápido”, disse Giraldelli em coletiva a imprensa desta quarta-feira (11).

Giraldelli ainda acredita que o custo da eleição suplementar deverá ficar torno de R$ 9 milhões e que o recurso extra será disponibilizado pelo próprio TSE. Porém, não descarta que os gastos sejam cobrados de Selma Arruda e seus suplentes.

Leia mais:   Primavera começa na manhã desta terça-feira com previsão de chuvas para o Centro Oeste

Isso porque a Justiça Eleitoral possui um convênio com a Advocacia Geral da União (AGU) que poderá responsabilizar Selma pelos custos da eleição suplementar.

“A partir do momento que o Tribunal Regional Eleitoral realizará as eleições, que tiver uma descrição dos custos da realização da eleição, nós remetemos as informação para o Tribunal Superior Eleitoral que em seguida faz esse contato com a AGU, que ao receber o comprovante todas as despesas e entender necessário ingressar com uma ação na justiça e buscar esse ressarcimento, fará na justiça federal”, explicou.

Datas

De acordo com resolução do próprio TSE, existem datas estabelecidas para a realização de eleição suplementar. A portaria nº 821 de 22 de outubro de 2019 estabelece que as datas que seriam possíveis para a realização das eleições suplementares para um ano de 2020 são de 12 de janeiro, 2 de Fevereiro, 8 de Março, 26 de abril, 10 de maio e 21 de junho.

Selma Arruda

Na noite de terça-feira (10), por 6 votos a 1, o TSE decidiu manter a cassação da senadora, com encaminhamento de uma nova eleição para a vaga do Senado, tendo em vista que a chapa da ex-juíza (senadora e suplentes) foi cassada.

Comentários Facebook

Destaque

Marqueteiros de Eliene Liberato e Paulo Donizete prometem estratégias semelhantes; apresentando propostas de trabalho

Publicado

Os marqueteiros dos dois principais candidatos que disputam a prefeitura de Cáceres, nas eleições de 15 de novembro – o publicitário Bruno Bini e o jornalista e publicitário Agnello de Mello e Silva – pretendem, pelo menos, teoricamente, adotar estratégicas de marketing semelhantes, sem ataques pessoais, destacando apenas as propostas de trabalho.

“O trabalho da comunicação é o de auxiliar o eleitor no exercício de comparação. Vamos trabalhar pra mostrar através de propostas e histórico do candidato porque ele é o que tem as melhores condições de administrar a cidade” explica o publicitário Bruno Bini, responsável pela campanha do candidato tucano Paulo Donizete.

“Vamos fazer uma campanha propositiva focando nas principais demandas da população e da cidade como um todo, observando os aspectos técnicos necessários para o desempenho da máquina pública, mas, sem perder o olhar humana que uma administração precisa ter” enfatiza Agnello encarregado da campanha da candidata Eliene Liberato Dias (PSB).

Tanto Agnello quanto Bruno são profissionais experientes que já coordenaram várias campanhas eleitorais, principalmente, em Mato Grosso. Consta no currículo de Bruno, coordenação nas campanhas vitoriosas de prefeito de Ricardo Henry, em Cáceres, Blairo Maggi, senador, Mauro Mendes, prefeito de Cuiabá, Rosana Martinelli, prefeito em Sinop, entre outras.

Leia mais:   Dr. Leonardo sela compromisso para buscar obras junto ao Governo Federal para operacionalização do Porto de Cáceres

No histórico de Agnello de Mello, também não são poucas as coordenações de campanhas vitoriosas. Entre outros trabalhos constam participação na eleição de Rondonópolis, prefeito Percival Muniz, do deputado Max Russi, do senador Welington Fagundes, do prefeito de Tangará da Serra, Júlio Cesar Ladeia e do prefeito de Jaciara, Valdizete Nogueira.

O candidato do PSC, José Eduardo Torres, diz que não daria informações à reportagem sobre o trabalho de marketing do partido. Se limitou a informar que irá realizar “um trabalho profissional, sem amadorismo”. Os candidatos do PRTB, o engenheiro Takao Nakamoto e o professor James Cabral do PT, não responderam as ligações da reportagem.

Sinézio Alcântara, Jornal Expressão.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Águas do Pantanal amplia rede de abastecimento beneficiando 13 bairros

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias  

Uma adutora de 150 milímetros está sendo implantada na Avenida Nossa Senhora do Carmo, bairro do Junco, para aumentar a vazão e garantir o abastecimento de água tratada na região. O trabalho realizado pela Autarquia Águas do Pantanal irá beneficiar cerca de quatro mil famílias de 13 bairros.

A canalização está sendo instalada, na lateral da avenida, paralelamente a tubulação de 100 milímetros já existente, duplicando a capacidade de abastecimento de água à população.

A rede será estendida em cerca de mil e quinhentos metros contemplando moradores dos bairros do Junco, Vila Real, Jardim União, Luz do Sol, 12 de Agosto, Nova Era, Cidade Nova, Vitória Régia, Santo Antônio, Bem Viver, Panorama, Vila Fifia, e Walter Fidelis.

“Estamos buscando solucionar, de uma vez por todas, o problema da falta de água nesses bairros, fazendo com que, mesmo com o baixíssimo volume do rio Paraguai, possamos fazer com que a água chegue às torneiras de todos os moradores” explica o diretor da autarquia Júnior Trindade.

Leia mais:   Chuva diminui focos de incêndio no Pantanal de MT após 4 meses de estiagem

Toda extensão da rede está sendo realizada com recursos próprios da autarquia na ordem de R$ 150 mil.

O trabalho teve início na segunda-feira e a previsão é de que estará concluído até na primeira quinzena do mês de outubro. O objetivo, de acordo com Trindade é evitar que os moradores padeçam por falta de água, principalmente, nesse período de estiagem e calor excessivo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana