Todo o trabalho, determinação e empenho da comunidade cacerense, em implantar uma universidade, em Cáceres, há 40 anos, podem ser jogados fora. Delegados eleitos pela comunidade acadêmica da universidade votam na próxima quinta-feira (16/11) no 3º Congresso Universitário, a transferência da sede da reitoria da Unemat de Cáceres para Cuiabá.

A Assessoria de Comunicação da Unemat, que acompanha o desenrolar do congresso, não informa quem foi o autor da proposta. Explica apenas que existem duas propostas: uma para transferir a sede de Cáceres para Cuiabá e a outra para manter a reitoria, em Cáceres. Também não esclarece as razões do Congresso ser realizado em Cuiabá.

O Congresso Universitário, de acordo com o estatuto da universidade, acontece de 6 anos. Essa está sendo a segunda-vez que ele é realizado em Cuiabá. A outra foi em 2008. Conforme a assessoria, todos os assuntos que estão sendo apreciados e votados foram, previamente, aprovados no Consuni – Conselho Universitário, que ocorreu no ano passado em Cáceres.

O congresso teve início no sábado. As votações das proposituras que compõem o documento orientador e também as análises feitas nos grupos de trabalho tiveram início na manhã desta segunda-feira. O encerramento está previsto para a próxima sexta-feira. Está sendo realizado no auditório da Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT), na Avenida do CPA.

Somente os delegados têm direito a voto, mas os interessados em participar das discussões sobre as macropolíticas da Unemat podem participar com direito a voz.

No congresso universitário, cada segmento acadêmico (docente, discente e servidores técnico-administrativos) possui 52 delegados eleitos, além dos delegados natos (reitor e vice-reitor) que possuem direito a voto. Após a elaboração da tese final, o documento será submetido ao Conselho Universitário (Consuni) para homologação e implementação das macropolíticas institucionais.

A reitora da Unemat, professora Ana Maria Di Renzo, destaca a importância desse momento para a instituição. “Em cada um dos congressos anteriores, a Unemat teve um legado deixado. E neste congresso esperamos que a gente pense que universidade queremos, e como podemos torná-la mais acessível”, afirma.

Neste primeiro dia de plenária e votações estão sendo analisadas as propostas do eixo de Graduação.  O 3º Congresso Universitário trabalha com sete eixos: graduação, pós-graduação, pesquisa, extensão e cultura, gestão, política estudantil e política de financiamento.

Sinézio Alcântara

C/Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here