conecte-se conosco


Mato Grosso

Sexta-feira (22): Mato Grosso registra 1.271 casos e 37 óbitos por Covid-19

Publicado

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (22.05), 1.271 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 37 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Os últimos três óbitos envolveram residentes de Juína, Várzea Grande e Curvelândia.

Os casos confirmados estão em Cuiabá (400), Várzea Grande (113), Rondonópolis (103), Barra do Garças (61), Primavera do Leste (56), Tangará da Serra (48), Lucas do Rio Verde (42), Sinop (34), Sorriso (34), Rosário Oeste (31), Confresa (28), Jaciara (24), Peixoto de Azevedo (21), Cáceres (19), Nova Mutum (18), Pontes e Lacerda (17), Querência (15), Alta Floresta (12), Mirassol D’Oeste (10), Tapurah (9), Jangada (7), Chapada dos Guimarães (7), Campo Verde (7), Alto Araguaia (7), Vila Rica (6), São Pedro da Cipa (6), São José dos Quatro Marcos (6), Sapezal (5), Nova Ubiratã (5), Juína (5), Aripuanã (5), Pontal do Araguaia (4), Matupá (4), Guarantã do Norte (4), Curvelândia (4), Rio Branco (3), Poconé (3), Nova Lacerda (3), Ipiranga do Norte (3), Nossa Senhora do Livramento (3), Ipiranga do Norte (3), Conquista  D’Oeste (3), Campo Novo do Parecis (3), Água Boa (3), Acorizal (3), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), Rondolândia (2), Ribeirão Cascalheira (2), Poxoréo (2), Juscimeira (2), Dom Aquino (2), Cotriguaçu (2), Canarana (2), Bom Jesus do Araguaia (1), União do Sul (1), Terra Nova do Norte (1), Sapezal (1), São José do Xingu (1), São José do Povo (1), São Felix do Araguaia (1), Santo Antônio de Leverger (1), Santa Rita do Trivelato (1), Porto Alegre do Norte (1), Ponte Branca (1), Pedra Preta (1), Novo Mundo (1), Nova Xavantina (1), Nova Olímpia (1), Nova Monte Verde (1), Nobres (1), Luciara (1), Lambari D’Oeste (1), Jauru (1), Colíder (1), Campos de Júlio (1), Alto Paraguai (1), Alto Garças (1), Alto Boa Vista (1), e residentes de outros Estados (24).

Leia mais:   Companhia Independente de Força Tática de Cáceres inaugura nova sede

Nas últimas 24 horas, surgiram 84 novas confirmações. Em Cuiabá (20), Rondonópolis (3), Várzea Grande (5), Primavera do Leste (9), Tangará da Serra (5), Peixoto de Azevedo (1), Jaciara (4), Mirassol D’Oeste (1), Alta Floresta (2), Bom Jesus do Araguaia (1), Confresa (2), Guarantã do Norte (1), Juína (5), Lucas do Rio Verde (1), Luciara (1), Nossa Senhora do Livramento (2), Nova Mutum (1), Pontes e Lacerda (9), Querência (1), Ribeirão Cascalheira (1), Sapezal (4), Sinop (2), Sorriso (3) e Terra Nova do Norte (1). 

Dos 1.271 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 691 estão em isolamento domiciliar e 444 estão recuperados. Há ainda 99 pacientes hospitalizados, sendo 54 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 44 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 269 leitos de UTI e 881 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado – sendo que esses dados já incluem os novos leitos do Hospital Metropolitano. 

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,2% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,8% masculino; além disso, 373 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 4.697 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 218 amostras em análise laboratorial.

Leia mais:   Aposentados com benefício aprovado até 30 de junho de 2020 devem realizar recadastramento

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Até a última quinta-feira (21), o Governo Federal confirmou 310.087 casos da Covid-19 no Brasil e 20.047 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 18.859 mortes e 291.579 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até o fechamento deste material, não foram atualizados os números desta sexta-feira (22).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Unemat inaugura hoje o Centro de Inovação e Redes Inteligentes

Publicado

Assessoria
A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) inaugura nesta sexta-feira (27) o Centro de Inovação Redes inteligentes e Soluções Criativas (Risc). O prédio localizado no Câmpus Jane Vanini, no centro de Cáceres, com cerca de 450 metros quadrados de área construída segue um conceito sustentável, todo feito com conteiners, é fruto de parcerias com diversos entidades e empresas.
O coordenador do Risc, professor Robson Gomes de Melo, explica que a construção do espaço físico foi possível graças a aprovação de projetos desenvolvidos por professores ligados ao Centro que acabaram gerando parcerias e convênios com entidades e órgãos públicos como a Prefeitura Municipal de Cáceres  e Caixa Econômica Federal com a intermediação da Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual (Faespe).  “Esse prédio totalmente sustentável, com construção mais rápida e barata já que utiliza materiais reciclados. Além disso, as parcerias permitiu uma construção sem que impactássemos os recursos da universidade”, afirma.
O novo espaço que está sendo inaugurado nesta sexta-feira é um ambiente destinado a promoção da inovação, tecnologia e empreendedorismo . A ideia é que o espaço atenda não só a comunidade acadêmica, mas também a comunidade externa. “Após esse período de pandemia, esperamos que a sociedade possa nos procurar para que possamos dar auxilio, assessoria, e fazermos o trabalho de mentoria,  de incubação  de projetos e fomento ao empreendedorismo e a inovação tecnológica para a comunidade local. Então o foco é promover e desenvolver tecnologia, inovação e soluções  tecnológicas que possam ser utilizadas por empreendedores local e comunidade acadêmica”, diz o professor Robson.

Leia mais:   MT Hemocentro estima que doação de sangue salva mais de 40 mil vidas por ano em MT

Estrutura física: 

O Risc, tem cerca de 450 metros quadrados área construída, e cerca de 400 metros quadrados de área externa. O espaço conta com um auditório com capacidade para até 100 pessoas; laboratório de desenvolvimento, que vai permitir até 30 pessoas trabalhando;  sala de reunião e vídeo conferência;  sala de uso compartilhado, uma espécie de co-working para atendimento a comunidade que necessita de atendimento e mentoria; sala para orientações e atendimento individualizado, além de uma sacada ou área de descompressão, destinada a atividades mais recreativas. , uma espécie de terraço.

Atendimento: 

O Risc também será o ponto de apoio ao empreendedorismo e Inovação da mesorregião centro-sul de Mato Grosso, que compreende 17 municípios. O local servirá como ambiente físico e virtual de incentivo à inovação e ao empreendedorismo para a promoção, o desenvolvimento e a realização de negócios e empreendimentos inovadores em redes inteligentes e soluções criativas.

“Esse atendimento que se estenderá para além da população de cáceres, mas deve beneficiar moradores de 17 cidades só é possível, graças ao financiamento de um projeto inovador pela Fundação de Amparo a Pesquisa de Mato Grosso, que abriu edital específico para as diferentes regiões de Mato Grosso a fim de apoiar os empreendedores,  principalmente no  almejam no período pós-COVID19”, explica.

Leia mais:   Médicos dão ultimato à Pró-Saúde: se não pagar salários até 6 de dezembro serão paralisados os atendimentos
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Oficiais colombianos e rondonienses conhecem estrutura do Gefron

Publicado

Sesp – MT

O modelo de combate aos crimes de tráfico de drogas e roubo de veículos nas regiões fronteiriças de Mato Grosso tem chamado a atenção de outros estados e até mesmo de outros países. Oficiais da Polícia Nacional da Colômbia e da Polícia Militar de Rondônia estiveram, nesta terça-feira (24.11), na base do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), em Porto Esperidião (374 km ao Oeste de Cuiabá), para conhecer a estrutura da unidade.

Na oportunidade, os oficiais foram recebidos pelo secretário adjunto de Integração Operacional da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), coronel PM Victor Fortes, que também tem acompanhado a agenda dos militares colombianos ao longo da semana. Além disso, o coordenador do Gefron, tenente-coronel PM Fábio Ricas, fez uma breve apresentação da unidade e alguns resultados obtidos neste ano.

Somente de janeiro a outubro de 2020, o Gefron atendeu 272 ocorrências. Entre as apreensões, destaque para os entorpecentes, totalizando 13,1 toneladas. Além disso, o grupo também conseguiu apreender ou recuperar 267 veículos roubados ou utilizados para o crime, 11 aeronaves, 53 armas, totalizando um prejuízo ao crime de aproximadamente R$ 262 milhões.

Os oficiais das polícias também tiveram a oportunidade de sobrevoar a região de fronteira nos postos do Limão, do Avião Caído e a região do Corixa. O voo foi realizado pelo Centro de Integração de Operações Aéreas (Ciopaer), que também participou da visita.

Leia mais:   Historiador da UFMT lança romance sobre rainha quilombola de Mato Grosso

Presentes em Mato Grosso desde o último domingo (23.11), os oficiais da Polícia Nacional da Colômbia, tenente-coronel Marco Antônio Pulido Segura e major Gustavo Aldolfo Cortes Moya, já estiveram na sede da Sesp-MT, onde foram recebidos pelo secretário Alexandre Bustamante e puderam conhecer a estrutura tecnológica empregada no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), além de conhecerem o Comando Geral da Polícia Militar (PM-MT) e a Diretoria Geral da Polícia Civil (PJC-MT).

O objetivo da vinda dos oficiais do país vizinho é, além de promover o intercâmbio de informações e conhecimento acerca da segurança pública, em especial de combate ao narcotráfico, a participação no III Encontro do Sistema de Justiça Criminal de Mato Grosso, que ocorrerá nos dias 26 e 27 de novembro, por iniciativa do Poder Judiciário.

Batalhão de Fronteira e Divisas

Os três oficiais da Polícia Militar de Rondônia, coronel PM Odinelson Braga, major PM Glauber Souto e capitão PM Jairo Carneiro, aproveitaram a visita para estreitar a relação com os militares do Gefron.

Leia mais:   Médicos dão ultimato à Pró-Saúde: se não pagar salários até 6 de dezembro serão paralisados os atendimentos

De acordo com o capitão Jairo, que é comandante do Batalhão de Polícia de Fronteira e Divisas do estado vizinho, o Gefron de Mato Grosso é referência para outros estados. E é justamente o conhecimento adquirido ao longo destes anos que Jairo quer levar para o recém-criado Batalhão de Fronteira de Rondônia.

“O Batalhão de Fronteira da Polícia Militar de Rondônia foi criado em 21 de novembro de 2019, então completamos um ano de criação e viemos até Mato Grosso para integrar, copiar a expertise e a questão operacional administrativa que o Gefron tem há 18 anos. Nosso batalhão hoje está hoje com 32 policiais, atuando no combate aos crimes transfronteiriços, entre eles tráfico de drogas, armas, veículos roubados, contrabando, descaminho, entre outros”, contou o oficial.

A principal diferença entre as fronteiras de Mato Grosso e de Rondônia é que o segundo possui mais de 1.300 quilômetros de fronteira molhada, o que exige um preparo específico para atuação e combate aos crimes. Os três oficiais ainda seguirão para Cuiabá nos próximos dias, onde conhecerão a sede da Polícia Ambiental.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana