conecte-se conosco


Cáceres e Região

SENAR TEC LEITE: Projeto de assistência técnica do Senar-MT será ampliado por mais um ano

Publicado

O programa SenarTec Leite, que atende 120 produtores rurais no município de Pontes e Lacerda, foi ampliado por mais um ano. Esta notícia deixou os produtores que participam do projeto bem animados. O presidente do Sindicato Rural de Pontes e Lacerda, Nilmar Miotto, aproveitou o I Workshop do Leite realizado na última sexta-feira (29.07), no município para fazer o pedido aos representantes do sistema Famato/Senar.

O presidente do Sistema Famato/Senar, Rui Prado garantiu que o projeto será prorrogado e que só vai prosperar. “É um trabalho que eu acredito muito. Acredito que além de prorrogado vai receber novos recursos para ampliar o número de produtores atendidos. A assistência técnica é primordial para melhorar a qualidade de qualquer tipo de produto”.

O presidente do Sindicato Rural de Pontes e Lacerda, Nilmar Miotto, destacou que houve um aumento de produção de leite após a implantação do Senar Tec Leite. “Os produtores estão lidando melhor com a gestão do seu negócio, estão fazendo todas as anotações, verificando tudo o que ganham e o que gastam. Isso ajuda a controlar melhor o custo de produção e a acompanhar mais de perto a rentabilidade”.

Leia mais:   Dona de lotérica é encontrada morta pelo marido em fazenda

O superintende do Senar-MT, Otávio Celidonio, pontou que o projeto tem como objetivo melhorar a qualidade e a produção de leite. “A falta de assistência técnica é um dos principais problemas enfrentados pelos produtores de leite. Essa demanda é grande e antiga, e quem mais sofre são os pequenos e médios produtores”.

Celidonio acrescentou que o projeto de assistência técnica completa um ano e os resultados são positivos. É um projeto de assistência técnica gerencial e visa oferecer ao produtor as ferramentas para que ele possa gerenciar corretamente sua propriedade. Os técnicos do Senar-MT auxiliam os produtores de leite a entender o seu custo de produção. “A visita mensal aos produtores cria o hábito de olhar seus números e fazer o investimento correto. É um projeto que diz não só o que é melhor a fazer, mas sim onde é preciso investir e que mostra uma nova maneira de pensar”.

O gerente de Educação Formal e Assistência Técnica do Senar-MT, Armando Urenha, afirmou que o foco é transformar o negócio em algo empresarial. “Sabemos que a maioria dos produtores que produzem leite estão inseridos na agricultura familiar e não têm acesso à assistência técnica. O trabalho consiste em orientação, levantamento de informações e a partir disso, planejamento da produção. Com isso, ele pode transformar a sua produção em um negócio lucrativo e sustentável”.

Leia mais:   Edital de Convocação

O supervisor de Assistência Técnica do Senar-MT, Giovani Peres, explica que o trabalho funciona com a ação do supervisor e outros cinco técnicos de campo. “Cada um deles atende 10 propriedades, por semana, com uma visita de quatro horas, em que orientamos os produtores e montamos juntos os quadros de informações e o planejamento”.

Assista ao vídeo com alguns dos “cases de sucesso do projeto:https://www.youtube.com/watch?v=ud5Bz_32CYY

O Senar-MT faz parte de um conjunto de entidades que forma o Sistema Famato. Essas entidades dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais do Estado. É formado ainda pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) e pelos 90 Sindicatos Rurais do Estado. O Senar está no Twitter e no Facebook. Siga @senar_mt e curta a Fan Page (www.facebook.com/SenarMt).

Fonte: GECOM Senar-MT[td_block_video_youtube playlist_title=”” playlist_yt=”” playlist_auto_play=”0″]

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Dona de lotérica é encontrada morta pelo marido em fazenda

Publicado

Conforme versão apresentada pelo marido, sua esposa teria usado uma corda na área de serviço da fazenda para se enforcar.

Eliane Cristina da Silva, 44 anos, dona de uma casa lotérica, foi encontrada morta na madrugada de terça-feira (18), em uma fazenda no município de Curvelândia (a 281 km de Cuiabá). Conforme o marido, a vítima teria usado uma corda amarrada na varanda da área de serviço para se enforcar.

A versão do marido é investigada pela Polícia Civil. Conforme o boletim de ocorrência, registrado pela Polícia Militar, de acordo com relatos do marido, o fato teria acontecido durante a madrugada, quando Eliane se levantou às 4h da manhã para ir ao banheiro.

Após um período, o marido também se levantou para ir trabalhar e encontrou a esposa pendurada pelo pescoço.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, um funcionário retirou a mulher do local, acreditando que ainda pudesse salvá-la. A vítima foi colocada em um sofá, onde foi notado que ela já não respirava mais.

Leia mais:   Secretaria de Educação faz cadastro reserva para alunos de 4 a 5 anos 17 a 25 de junho

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local analisando a cena do fato.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

CVV

O Centro de Valorização a Vida (CVV) realiza o combate e a prevenção ao suicídio, no Brasil.

O CVV possui encontros presenciais do “Grupo de Apoio aos Sobreviventes do Suicídio”. A roda de conversa ocorre todas as quintas-feiras, a partir das 19h30, na sede do CVV Cuiabá, que fica na rua Comandante Costa, número 296, Centro Norte de Cuiabá.

As pessoas também podem procurar ajuda pelo telefone 188 (CVV), que funciona 24h. Atualmente a entidade conta com um grupo de dois mil voluntários que oferecem apoio emocional gratuito.

Outras formas de atendimento do CVV  são por Skype, e-mail e pessoalmente. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.cvv.org.br.

RAUL BRADOCK

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Edital de Convocação

Publicado

Comentários Facebook
Leia mais:   Secretaria de Educação faz cadastro reserva para alunos de 4 a 5 anos 17 a 25 de junho
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana