SENAR TEC LEITE: Projeto de assistência técnica do Senar-MT será ampliado por mais um ano

2116

O programa SenarTec Leite, que atende 120 produtores rurais no município de Pontes e Lacerda, foi ampliado por mais um ano. Esta notícia deixou os produtores que participam do projeto bem animados. O presidente do Sindicato Rural de Pontes e Lacerda, Nilmar Miotto, aproveitou o I Workshop do Leite realizado na última sexta-feira (29.07), no município para fazer o pedido aos representantes do sistema Famato/Senar.

 

O presidente do Sistema Famato/Senar, Rui Prado garantiu que o projeto será prorrogado e que só vai prosperar. “É um trabalho que eu acredito muito. Acredito que além de prorrogado vai receber novos recursos para ampliar o número de produtores atendidos. A assistência técnica é primordial para melhorar a qualidade de qualquer tipo de produto”.

 

O presidente do Sindicato Rural de Pontes e Lacerda, Nilmar Miotto, destacou que houve um aumento de produção de leite após a implantação do Senar Tec Leite. “Os produtores estão lidando melhor com a gestão do seu negócio, estão fazendo todas as anotações, verificando tudo o que ganham e o que gastam. Isso ajuda a controlar melhor o custo de produção e a acompanhar mais de perto a rentabilidade”.

 

O superintende do Senar-MT, Otávio Celidonio, pontou que o projeto tem como objetivo melhorar a qualidade e a produção de leite. “A falta de assistência técnica é um dos principais problemas enfrentados pelos produtores de leite. Essa demanda é grande e antiga, e quem mais sofre são os pequenos e médios produtores”.

 

Celidonio acrescentou que o projeto de assistência técnica completa um ano e os resultados são positivos. É um projeto de assistência técnica gerencial e visa oferecer ao produtor as ferramentas para que ele possa gerenciar corretamente sua propriedade. Os técnicos do Senar-MT auxiliam os produtores de leite a entender o seu custo de produção. “A visita mensal aos produtores cria o hábito de olhar seus números e fazer o investimento correto. É um projeto que diz não só o que é melhor a fazer, mas sim onde é preciso investir e que mostra uma nova maneira de pensar”.

 

O gerente de Educação Formal e Assistência Técnica do Senar-MT, Armando Urenha, afirmou que o foco é transformar o negócio em algo empresarial. “Sabemos que a maioria dos produtores que produzem leite estão inseridos na agricultura familiar e não têm acesso à assistência técnica. O trabalho consiste em orientação, levantamento de informações e a partir disso, planejamento da produção. Com isso, ele pode transformar a sua produção em um negócio lucrativo e sustentável”.

 

O supervisor de Assistência Técnica do Senar-MT, Giovani Peres, explica que o trabalho funciona com a ação do supervisor e outros cinco técnicos de campo. “Cada um deles atende 10 propriedades, por semana, com uma visita de quatro horas, em que orientamos os produtores e montamos juntos os quadros de informações e o planejamento”.

 

Assista ao vídeo com alguns dos “cases de sucesso do projeto:https://www.youtube.com/watch?v=ud5Bz_32CYY

 

O Senar-MT faz parte de um conjunto de entidades que forma o Sistema Famato. Essas entidades dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais do Estado. É formado ainda pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) e pelos 90 Sindicatos Rurais do Estado. O Senar está no Twitter e no Facebook. Siga @senar_mt e curta a Fan Page (www.facebook.com/SenarMt).

Fonte: GECOM Senar-MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here